Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Qua | 03.05.23

Zanzibar | Dicas de Viagem e Informações Básicas 

Zanzibar é um arquipélago da Tanzânia na costa da África Oriental. Tem uma história antiga, cheia de episódios trágicos ligados ao comércio de escravos, mas hoje é um destino para amantes do sol e mar, muito procurado pelas suas praias paradisíacas e águas quentes. 

fullsizeoutput_73cb

Onde fica Zanzibar e como posso lá chegar? 

Zanzibar é um arquipélago da Tanzânia na costa da África Oriental. É formado por 2 ilhas principais: Pemba (menor e menos turística) e Unguja (também conhecida por Zanzibar) onde se concentram as principais atrações, hotéis e resorts.

Não há voos diretos de Portugal para Zanzibar, mas companhias aéreas como a Air France, Turkish Airlines e Emirates, voam para lá fazendo uma escala em Paris, Istambul ou Dubai respectivamente.  

Visto

O visto é obrigatório, mas o turístico e com duração inferior a 90 dias pode ser obtido à chegada pagando 50 USD, desde que estejam preenchidos todos os restantes requisitos de entrada: formulário, passaporte válido por um mínimo de 6 meses, bilhete de regresso e reserva de hotel. O visto também pode ser obtido on-line aqui

Vistos com entradas múltiplas ou de maior duração terão de ser obtidos junto de representações diplomáticas da Tanzânia. 

Dependendo do tipo de bilhete de avião, poderá também ter de se pagar uma taxa aeroportuária à saída da Tanzânia ou entre Zanzibar e o continente (cerca de 30 USD e 5 USD, respectivamente, embora os preços possam sofrer alterações). Tenha sempre por isso disponíveis alguns dólares americanos em notas (em geral, não são aceites outras moedas ou cartões de crédito).

Vacinas

Não há vacinas obrigatórias para viajar de Portugal para a Tanzânia, mas recomenda-se fazer a profilaxia da malária. Pode fazer a consulta do viajante on-line aqui ou marcar no Instituto de Higiene e Medicina Tropical (Lisboa) telf:213 652 600 / 213 627 553 ou ainda no Centro Regional de Saúde Publica do Norte (Porto) telf: 222 002 540.

A vacinação contra a febre-amarela é obrigatória para quem entra na Tanzânia a partir de um país com o risco da mesma.

Covid-19 

Desde 12 de Janeiro de 2023, os passageiros internacionais que entram na Tanzânia continental e Zanzibar não são obrigados a apresentar um certificado de vacinação COVID 19 ou teste COVID 19 negativo à chegada.

As autoridades de saúde podem rastrear passageiros quanto a sintomas de COVID 19 na chegada ou selecionar passageiros aleatoriamente para testes rápidos de antígeno.

Idioma

As línguas oficiais da Tanzânia são o Suaíli e o Inglês. A primeira língua é a mais falada no país, mas nas zonas mais turísticas o inglês é entendido por quase todos.

Moeda

A moeda oficial da Tanzânia é o xelim tanzaniano.

Os cartões de crédito são aceites apenas em determinados hotéis e restaurantes das principais cidades, pelo que é aconselhável levar dinheiro em espécie, em particular dólares americanos. Só há caixas de multibanco em Stone Town. Euros e dólares podem ser trocados por xelins nos aeroportos ou, a taxas mais elevadas, nos principais hotéis.

Melhor época para visitar Zanzibar

A melhor época para visitar Zanzibar é durante os meses de junho a outubro e de dezembro a fevereiro por serem os meses mais secos, em que chove menos.

Onde ficar hospedado

O turismo em Zanzibar desenvolveu-se muito nos últimos anos e há opções de alojamento para todo o tipo de orçamentos. Pode escolher um resort tudo incluído, um hotel de luxo ou um  b&b local bem em conta.

Zanzibar é seguro?

Sim, a maioria dos visitantes não tem qualquer problema. Porém, infelizmente, o crime violento e armado está a aumentar em Zanzibar, por isso, como em qualquer lugar do mundo, tome cuidado, esteja alerta e haja com bom senso. Em Stone Town principalmente, não ande sozinho à noite, não exiba dinheiro ou objetos de valor, tenha atenção à sua carteira quando estiver em lugares com muito movimento, evite ajuntamentos de pessoas e não abuse do álcool.

Não deixe as suas malas ou objetos de valor desprotegidos e se possível, quando sair, mantenha o original do seu passaporte no cofre do hotel (leve só uma cópia na sua carteira).

Água

A água canalizada não é potável por isso beba só água engarrafada e não aceite gelo nas bebidas. 

O que vestir em Zanzibar

Embora Zanzibar seja um país predominantemente muçulmano (99% da população é muçulmana, com uma minoria cristã muito pequena), não há nenhuma exigência para o turista se vestir de maneira muito conservadora. 

Porém, como sempre, o bom senso é a chave para evitar problemas. Se visitar cidades menores e menos turísticas, longe da praia, tenha mais cuidado na forma como se veste para não atrair muita atenção e ofender a comunidade.  Além disso, se visitar uma mesquita, certifique-se de cobrir os ombros e os joelhos.

Transporte 

Os dois melhores transportes de Zanzibar são o táxi e o Dalla Dalla. O táxi é a opção mais rápida e conveniente. A maioria dos táxis não tem taxímetro por isso assegure-se de negociar o preço com o motorista antes de entrar. 

Dalla Dalla é o transporte público local. São como pequenos autocarros que ficam cheios nas horas de ponta e não têm ar-condicionado. São muito mais baratos que os táxis, mas provavelmente menos confortáveis e às vezes não tem espaço nem para uma mochila

Existe também a opção, em algumas das praias, principalmente na costa leste, de alugar uma scooter, mas atenção que em Zanzibar há pouca sinalização, assim é um pouco complicado para quem não conhece bem a região, conduzir naquelas estradas.

Wi-Fi 

O Wi-Fi em Zanzibar é incerto. Mesmo nos melhores hotéis, o serviço às vezes falha. Se precisar mesmo de internet enquanto lá estiver, o melhor é adquirir um SIM local.

O que não pode faltar na mala de viagem

  • Repelente de insetos. Por se tratar de uma zona de malária, leve consigo um repelente de mosquitos com pelo menos 50% DEET e certifique-se de aplicá-lo principalmente ao amanhecer e ao pôr do sol, pois são os horários mais perigosos. A maioria dos hotéis e resorts oferece repelente de insetos, mas é sempre uma boa ideia ter o seu próprio para garantir que tem o que precisa.
  • Máscara de snorkel. Vai querer usá-la em quase todos os lugares.
  • Protetor solar e óculos de sol. Zanzibar é um lugar quente e, nos meses secos, tem muito sol. É fácil ficar logo queimado. Certifique-se de levar um bom protetor solar e aplique-o regularmente enquanto estiver lá.
  • Roupas leves e respiráveis.  Zanzibar é um lugar muito quente e húmido. A temperatura média é de cerca de 29 graus, e fica um pouco mais frio à noite. Prefira roupas leves e respiráveis que não façam transpirar demais. 

O que visitar e o que fazer em Zanzibar

  • Stone Town. Stone Town está cheia de cor e pequenos detalhes fascinantes. Percorra as ruelas, visite o mercado, repare nas espantosas portas de Zanzibar, passe no Museu Freddy Mercury (o inesquecivel lider da banda britânica Queen, que aqui nasceu), conheça o Forte Árabe, admire a Catedral de St. Joseph, prove os tradicionais kachoris (bolinhos fritos de batata, pimenta, cominhos e limão) e deixe-se envolver pelo cheiro das especiarias. Converse com os locais e descubra os melhores sítios para comer (e o que comer).
  • Aprenda um pouco sobre a cultura e as tradições do povo Massai.
  • Prison Island. A Ilha da Prisão, fica a 20/30 minutos de barco de Stone Town e é um lugar com uma história terrível, mas que não deve ser esquecida. No passado, milhares de escravos foram aqui aprisionados, mas hoje este local é um refúgio para tartarugas gigantes, algumas com mais de 100 anos. 
  • Visite a Floresta Jozani para conhecer o delicado ecossistema de Zanzibar, ver os seus animais, aprender as propriedades medicinais de suas plantas e admirar a deslumbrante paisagem.
  • Tome banho na Piscina Natural de Maalum, em Paje. Pode reservar a experiência com antecedência aqui.
  • Faça um passeio de dhow, o barco típico de Zanzibar. Há muitas excursões que levam os turistas a mergulhar e a fazer snorkling nestes barcos.
  • Almoce no The Rock e no Eden Rock, dois dos mais famosos restaurantes de Zanzibar
  • Relaxe nas praias de Nungwi (onde ainda hoje se constroem os tradicionais dhow, e nas praias de  Kendwa, duas das áreas mais bonitas de Zanzibar.

Se planeia visitar Zanzibar em breve, veja o video em baixo para entrar de imediato em "modo férias"!

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Ana Maria Barreto (@thetravellightworld)

3 comentários

Comentar post