Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Qua | 07.07.21

Uma piscina com vista para Alfama

A recente proibição de sair da área metropolitana de Lisboa aos fins de semana por conta do agravamento da pandemia, tem tido, para mim, o lado positivo de descobrir lugares incríveis e especiais, a dois passos de casa.
Ao longo desta semana vou partilhar convosco algumas das propriedades que mais me surpreenderam e agradaram.

Começo pelo Tandem Palácio Alfama.

fullsizeoutput_5aa6Foto: Tandem Palácio Alfama

Localizados num dos bairros mais emblemáticos e fascinantes de Lisboa, estes apartamentos turísticos modernos e confortáveis da Rua dos Remédios em Alfama, escondem um passado cheio de História.

Ocupam aquele que um dia foi conhecido como o “Palácio da Dona Rosa” — um prédio setecentista que se pensa terá pertencido a Dona Rosa Mello de Castro Mendonça e Sousa, Morgada do Alcube e de Colares, senhora de enorme fortuna e detentora do ofício hereditário de Porteiro-Mor do Reino.

A recuperação do imóvel devolveu toda a beleza arquitetónica à fachada exterior do edifício que é um interessante exemplar de casa apalaçada urbana do séc. XVIII , sobretudo pela articulação da habitação e capela, através do Arco Dona Rosa.

Sabe-se que em 1883, a então Capela de Nossa Senhora da Conceição ainda estava incluída no distrito da paróquia de Santo Estêvão, mas mais tarde a cruz e os pináculos que coroavam a fachada foram retirados e o púlpito e as pinturas em tela que decoravam o teto foram transferidos para uma igreja em Alhandra, ficando apenas os azulejos barrocos das antigas capela e sacristia. Em 1889 abriu ali uma taberna e hoje o espaço alberga um conhecido restaurante e casa de fados — o Mesa de Frades.

Do portão principal, flanqueado por duas grandes janelas gradeadas, acede-se ao pátio nobre que, por sua vez abre sobre um logradouro: o “Pátio da D. Rosa”, transformado na década de 1930 num conjunto de habitações.
Ali viveram muitas famílias até que em Fevereiro de 2010 parte do complexo ruiu e um mês depois um incêndio tornou as casas definitivamente inabitáveis.

Depois de anos de abandono e mais uns tantos de obras de restauro, o palacete recuperou finalmente todo o seu brilho e hoje convida turistas estrangeiros e locais a ficarem nos seus apartamentos luminosos, de diferentes tipologias, com cozinha e todos os confortos modernos. Existe também um ginásio bem equipado que os hóspedes podem usar e wi-fi gratuito.

O funcionário da receção foi muito simpático e prestativo.

O único senão foi o facto de não estar disponível o pequeno almoço buffet (apesar do site do hotel o referir como parte dos serviços gerais).

fullsizeoutput_5a86fullsizeoutput_5a87fullsizeoutput_5a88Fotos: Travellight e H. Borgesfullsizeoutput_5a8aFoto: Tandem Palácio Alfama

A piscina exterior, é para mim, o maior destaque. Tem uma vista incrível para o Panteão Nacional e isso aliado à agradável zona ajardinada, com os seus limoeiros, ciprestes e pérgula, recordou-me um pouco a Itália … mas, só levemente, porque esta vista é do mais lisboeta que há!

É um lugar maravilhoso para se estar num dia de calor ou ao entardecer...

Uma curiosidade: o Palácio Alfama insere-se numa zona de elevado potencial arqueológico, já que a totalidade da propriedade está abrangida pela Zona de Proteção do “Castelo de São Jorge e Restos das Cercas de Lisboa”, e frente à piscina, para o lado que dá para o Panteão Nacional, está um muro coberto de buganvílias, que pertence ao Troço da Muralha Fernandina, edificada no século XIV.

fullsizeoutput_5a9c

fullsizeoutput_5a8efullsizeoutput_5a8cFotos: Travellight e H. Borges

Foi uma ótima estadia, um verdadeiro achado!

Para mais ideias de onde ficar e inspiração para escapadinhas em Portugal, sigam-me no Instagram e no Facebook

Tchau!
Travellight

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.