Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Ter | 21.06.22

Templo de Karnak, Luxor | Egito

Voltei ao Egito depois de 25 anos. Não sabia bem o que esperar de um país que, durante este meio tempo, passou por sérios ataques terroristas, por uma revolução, uma constante agitação política e, como todos nós, por uma pandemia.
Ia um pouco apreensiva, mas de coração aberto, porque queria mesmo revisitar os épicos monumentos, voltar a navegar no Rio Nilo e passar de novo o meu dedo pelas longas e intermináveis fileiras de hieróglifos, que alguém esculpiu meticulosamente há séculos atrás. Queria também conhecer, pela primeira vez, a costa do Mar Vermelho e descobrir o seu colorido fundo marinho.
A expectativa era enorme e, para minha alegria, o país dos faraós mostrou-se completamente à altura!

Durante as próximas semanas vou partilhar convosco as fotografias e impressões desta viagem que me recordou, mais uma vez, como é bom ir para longe, ver outras paisagens e mergulhar noutra cultura.

Começo hoje pelo Templo de Karnak, em Luxor.

fullsizeoutput_6aabFotos: Travellight e H. Borges

Cresci fascinada pelo antigo Egito. Ainda hoje não perco um documentário sobre faraós, rainhas, deuses, pirâmides e templos, por isso, poder pisar o chão da antiga Uaset e caminhar entre grandes e imponentes colunas de calcário, cobertas de hieroglíficos — algumas recuperadas para mostrar as cores com que foram pintadas há mais de 4.000 anos — é algo que eu simplesmente não tenho palavras ou talento para descrever, mas vou tentar ;-).

O Templo de Karnak é na verdade um vasto complexo, composto por 22 templos. Foi o epicentro da atividade religiosa do Antigo Egito e serviu igualmente como centro administrativo e palácio para os faraós do Novo Reino.

Desenvolveu-se ao longo de um período de 1.500 anos, com cada geração e novo faraó a acrescentar os seus templos, santuários e estátuas.
Embora o seu auge tenha sido durante o Império Novo e durante os reinados de faraós famosos como Hatshepsut, Tutmés III, Seti I e Ramsés II, todos os outros contribuíram, com acréscimos significativos, para o desenvolvimento do complexo. A construção de Karnak continuou até ao período greco-romano com os ptolomeus, romanos e até os cristãos primitivos, a deixar a sua marca por lá.

Podia deixar-vos aqui mais fatos e números sobre Karnak, mas o melhor que posso partilhar sobre este lugar são algumas imagens que ilustram a sua grandiosidade.

fullsizeoutput_6aaefullsizeoutput_6aadfullsizeoutput_6aacfullsizeoutput_6ab4fullsizeoutput_6ab1

fullsizeoutput_6aaffullsizeoutput_6ab6fullsizeoutput_6abcfullsizeoutput_6abefullsizeoutput_6ab9fullsizeoutput_6abbfullsizeoutput_6ab8fullsizeoutput_6ab0

Karnak é uma das heranças mais preciosas do Egito e o sentimento de poder caminhar por entre estas pedras antigas é muito especial. Aproxima-nos de uma forma singular da história da humanidade…

Espreitem o destaque "Egypt" na minha página de Instagram para ver a viagem a este país e sigam as stories nesta rede social, para inspiração e ideias para passeios, férias e fins de semana.

Tchau!

Travellight

2 comentários

  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.