Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Ter | 29.05.18

ROTEIRO LITERÁRIO | UM PASSEIO PELA MIRAFLORES DE MARIO VARGAS LLOSA

fullsizeoutput_2694.jpeg

  Fotos Travellight e H. Borges

 

Foi na Feira do Livro de Lisboa que descobri pela primeira vez Mario Vargas Llosa. O livro chamava-se A Cidade e os Cães.

 

Comecei a ler o romance naquela mesma noite e acabei poucos dias depois, totalmente rendida ao talento do autor.

 

Depois desse, li outros livros do escritor vencedor do prémio Nobel da Literatura em 2010, e de todas as vezes acabei envolvida pelas suas personagens e histórias. A cidade de Lima e mais especificamente Miraflores faziam portanto parte do meu imaginário quando, anos depois, resolvi ir conhecer a capital do Peru.

 

Senti um entusiasmo quase infantil quando o avião começou a descer e pela janela, pude ver a Cordilheira dos Andes a espreitar pelas nuvens. Já faltava pouco para chegar…

 

O taxista que me levou até ao hotel era simpático e fartou-se de falar mas depois de um voo de 11 horas eu estava tão cansada que basicamente deixei-o falar sozinho. Não retive absolutamente nada do que ele disse. Só me apetecia dormir.

 

Na manhã seguinte porém, a história já era outra. Apesar de ainda estar a sofrer com o jetleg, sentia-me mais do que preparada para descobrir Lima e perder-me de vez no mapa literário de Mario Vargas Llosa.

 

Comecei - como não podia deixar de ser - por Miraflores, o bairro onde o escritor passou grande parte de sua infância e adolescência e que está presente em quase todas as suas obras.

 

Vargas, pinta Miraflores como um bairro residencial tranquilo, com ruas e jardins arborizados. Mas hoje em dia Miraflores é um lugar bem diferente. Aqui e ali - na rua Diogo Ferré principalmente - ainda aparecem algumas mansões ajardinadas e em estilo clássico, mas a área agora é dominada por prédios de escritórios e torres de apartamentos.

 

Descobri La Tiendecita Blanca (Pequena Loja Branca) onde os apaixonados Lucrecia e Don Rigoberto, personagens do romance Elogio da Madrastra, se encontravam para beber chá e a cada gole recuperavam o amor perdido. Eu fiz questão de experimentar esse chá juntamente com uma deliciosa sobremesa.

 

tendecitablanca.jpg

 

Comecei o meu passeio pelos cenários de Vargas Llosa no Parque Central de Miraflores, também conhecido como Parque Kennedy - as personagens de Vargas Llosa passam por este parque em muitas das suas obra. Aqui encontramos o Paseo de los Pintores, onde artistas e artesãos locais apresentam e vendem o seu trabalho. O cheiro a doces e pão recém-assado inundam o ar. Não resisti a parar num dos vários carrinhos de rua que vendem as suas iguarias no parque e comprar turrones 😋 .

 

kennedypark.jpg

 

Segui depois para o Parque Salazar. As vistas para o Oceano Pacifico e para as falésias são espectaculares, não admira que Vargas Llosa escolha este lugar para seus personagens se apaixonarem. A Lili de Travessuras da Menina Má gostava de vir aqui contemplar toda a baía de Lima.

 

fullsizeoutput_2693.jpeg

fullsizeoutput_2697.jpeg

 

Depois vi o Colégio Champagnat, cenário de Os Filhotes. Bem perto fica a Avenida Pardo, por onde Alberto, o poeta d “A Cidade e os Cães” caminhava de regresso à escola militar. Acabei a manhã a almoçar na Avenida Larco, uma das principais artérias de Miraflores, repleta de lojas e restaurantes.

 

fullsizeoutput_269b.jpeg

  

Na parte da tarde caminhei um pouco pelo bairro de Surquillo e visitei o seu colorido mercado. Este bairro aparece em muitas passagens dos romances do escritor.

 

fullsizeoutput_269d.jpeg

 

Já de regresso ao hotel, passei pelo tumultuado cruzamento das Avenidas Tacna e Colmena, no centro histórico de Lima onde Zavalita no inicio de “Conversa na Catedral” faz a famosa pergunta: "Em que altura se f*** o Peru?”

 

Pareceu-me um bom local para terminar o roteiro que me levou numa interessante caminhada pelas ruas e parques que enriquecem o mundo literário de Mario Vargas Llosa.

 

DICA: Se vão visitar a cidade de Lima e estão interessados em fazer o roteiro inspirado nas obras deste escritor, peçam nos postos de informação turistica o mapa impresso pelo Município de Miraflores que indica os pontos principais a visitar.

 

Tchau!

Travellight

6 comentários

Comentar post