Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Ter | 03.09.19

Parque Nacional Vicente Perez Rosales | Chile

Naquele manhã acordei animada, confiante de que o dia me reservava boas aventuras e paisagens deslumbrantes: Afinal estava no norte da Patagónia, no distrito dos lagos e bem perto do Parque Nacional Vicente Perez Rosales que é conhecido pelos seus vulcões, quedas de água e florestas verdejantes.

fullsizeoutput_3cda

Fotos: Travellight e H.Borges

Parti cedo da pequena cidade de Puerto Varas e em pouco tempo estava às portas do Parque. O plano era visitar primeiro os Saltos de Petrohué, um marco importantes do sul do Chile.

Estas quedas de água de cor verde e azul turquesa há muito que encantam visitantes de todas as partes do mundo. Podem ser admiradas depois de percorrer uma pequena trilha onde a natureza exuberante da região mostra todo o seu esplendor.

fullsizeoutput_3cdbfullsizeoutput_3cdcfullsizeoutput_3ce0

Em volta do rio — que fica com uma cor ainda mais bonita quando o sol incide sobre as suas águas — há muito verde e, ao longe, a compor a perfeita imagem de cartão postal está o belo vulcão Osorno!

fullsizeoutput_3ce1

Petrohué significa na língua mapuche “lugar de petros”, um tipo de mosquito muito presente na região, principalmente no verão (mas eu não vi nenhum 😃)
O rio tem um comprimento aproximado de 36 km, parte do Lago de Todos os Santos e ao longo de seu curso atravessa um vale marcado por enormes falésias esculpidas por glaciares.

A mistura de tons esverdeados e azul turquesa da água impressionam e o imponente vulcão Osorno que domina a paisagem de fundo também. É um cenário magnifico!

Existe uma estrutura montada com passadeiras e miradouros que permite aos visitantes ver os Saltos de Petrohué bem próximo da água, mas quem quiser ainda mais proximidade, pode fazer um passeio de barco pelo rio. 

fullsizeoutput_3ce5

Eu decidi caminhar até um pouco mais abaixo onde existia uma trilha que conduzia até à margem e fiquei a ver o rio correr, mais uma vez fascinada pelas suas cores e beleza…

fullsizeoutput_3ce6

De lá, segui para o lago que dá origem ao rio Petrohué — o Lago Todos los Santos — onde mais um cenário idílico me esperava.

fullsizeoutput_3ce7

 Foto: www.turistour.cl

O Lago Esmeralda, como também é conhecida esta atração natural nasceu de um antigo glaciar e possui ao seu redor uma exuberante vegetação e várias espécies marinhas. Quem faz um passeio de barco pelo lago é brindado com vistas magníficas dos majestosos vulcões Osorno, Puntiagudo e Tronador.

fullsizeoutput_3ce8fullsizeoutput_3ce9

Próximo do Lago Todos los Santos e da fronteira com a Argentina, fica Peulla, uma pequena aldeia que integra o famoso circuito turístico Cruce Andino. É um lugar que chama a atenção pelos seus cenários bucólicos e tranquilos, onde a natureza é soberana. Neste lugar é possível pescar, andar a cavalo ou simplesmente caminhar e admirar a paisagem.

fullsizeoutput_3cea

Os guias locais dizem a brincar que Peulla é o paraíso dos maridos porque não tem nenhuma loja 😀. O lugar é pacato, silencioso, ideal para quem gosta de descansar. Eu fiquei encantada e mais uma vez apaixonada pela Patagónia 😍

fullsizeoutput_3ceb

Sigam as minhas aventuras mais recentes nas stories do Instagram

Tchau!
Travellight

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.