Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Qua | 28.03.18

O RIO JORDÃO

fullsizeoutput_23da.jpeg

  Fotos: Travellight e H.Borges

 

O tempo estava quente e húmido. A transpiração fazia-me sentir inconfortável mas ainda assim estava entusiasmada por estar ali.

 

O caminho arenoso era ladeado por árvores e arbustos baixos. Recordo-me de ter pensado que não devia ser muito diferente no tempo de Jesus Cristo. Uma coisa porém era de certeza diferente… Pelo canto do olho, à minha esquerda, eu conseguia ver uma grande cerca de arame - eu estava no lado Jordano, do outro lado ficava Israel.

 

fullsizeoutput_23db.jpeg

 

Voltei a focar a minha atenção na vegetação. O bosque que cerca o rio é mencionado nas escrituras como o “orgulho” do Jordão por ser tão frondoso e belo. Agora custa a acreditar, mas no século XIX exploradores chegaram a relatar avistamentos de leões, ursos, tigres, hienas e lontras nesta zona.

 

Continuei a percorrer o trilho e em pouco tempo cheguei ao rio …. que surpresa…

 

O rio - pelo menos naquele local - não era grande como eu imaginara. Na verdade parecia apenas um riacho pequeno, sinuoso e lamacento…

 

fullsizeoutput_23dc.jpeg

 

Foi-me explicado mais tarde, que ao longo da sua jornada, entre o Mar da Galileia e o Mar Morto, grandes quantidades de água são retiradas do Rio Jordão por Israel e pela Jordânia e isso enfraquece fortemente o seu caudal.

 

No entanto, um pouco mais à frente, encontramos uma plataforma de madeira com uma escadaria que conduz a uma zona onde o caudal do rio é maior e onde até hoje as pessoas dirigem-se para ser baptizados.

 

Eu resolvi descer até à agua. Coloquei lá a minha mão e deixei-a escorrer pelos meus dedos. Senti como se estivesse a tocar na história…

 

fullsizeoutput_23ec.jpeg

 

Por ser o local de um dos eventos mais importante da vida de Jesus (o seu baptismo), o rio Jordão é considerado pela fé Cristã o terceiro local mais sagrado da Terra Santa, logo após a Gruta da Natividade em Belém e Gólgota em Jerusalém.

 

Embora a maioria dos historiadores concorde que o baptismo de Jesus é um evento historicamente verificável, nem todos concordam com a sua localização exacta.

 

fullsizeoutput_23eb.jpeg

 

Durante muitos anos a agitação política na região tornou o local praticamente inacessível mas em 1996 uma escavação da UNESCO descobriu aqui muitos vestigios romanos e bizantinos, incluindo igrejas e capelas, um mosteiro, cavernas que foram usadas por eremitas e piscinas em que os batismos eram celebrados, atestando o caráter religioso do lugar.

O local foi então aceite pela maioria como sendo o verdadeiro lugar do baptismo de Jesus por João.

 

IMGP6834.JPG

BetanybyJordan.jpg

fullsizeoutput_23e8.jpeg

fullsizeoutput_23e1.jpeg

IMGP6810.JPG

IMG_4850.JPG

 

A igreja mais antiga foi construída sobre palafitas por causa das inundações e está localizada perto do extremo sul do rio Jordão, em frente a Jericó.

 

A Igreja Ortodoxa Grega, São João Baptista, é mais recente e foi construída ao lado do rio Jordão. Tem uma cúpula dourada e murais em estilo bizantino. É bonita.

 

IMGP6818.JPG

BetanybyJordan1.jpgIMG_4847.JPG

 

O lugar do baptismo é uma visita interessante tanto para os crentes como para os que gostam de conhecer lugares que marcaram a história da Humanidade.


Fica situado apenas a uma hora de Amã, capital da Jordânia e talvez a 20 minutos dos resorts do Mar Morto, por isso é de fácil acesso. Muitas agências turísticas oferecem excursões ao local e é simples marcar o passeio através do hotel em que estamos hospedados.

 

Do lado Israelita também é possível visitar este lugar e já me disseram que tem melhores condições mas como nunca lá fui não posso confirmar.

 

Boa Páscoa!
Travellight

5 comentários

Comentar post