Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Ter | 10.04.18

IGREJA DE SANTA CATARINA | LISBOA

fullsizeoutput_244c.jpeg

 

Tantos anos a subir e a descer a Calçada do Combro em Lisboa e até a semana passada nunca tinha conseguido entrar na Igreja de Santa Catarina. Não por falta de interesse mas porque, ou não tinha tempo ou sempre que queria lá entrar a Igreja encontrava-se fechada.

 

Desta vez tive sorte e tudo conjugou-se de forma a permitir-me visitar este espaço. Posso dizer-vos que valeu a pena a espera.

 

Esta magnífica igreja, originalmente parte de um convento construído em 1647 e pertencente à Ordem Eremita de São Paulo - e também, por essa razão, conhecida por Igreja dos Paulistas - passa quase despercebida para quem caminha em direcção ao Chiado.

 

santacatarina (1).jpg

 

A fachada é discreta e se não olhares com atenção praticamente não a distingues do casario em volta. Um olhar mais cuidado contudo, revela as duas torres que sobem acima das casas vizinhas e articulam com um espaçoso átrio de acesso.

 

Ao atravessares as portas vem a surpresa: no seu interior encontras uma das mais belas e sumptuosas decorações barrocas da cidade, quase toda em talha dourada. É uma obra artística impressionante que justifica a sua classificação como Monumento Nacional.

 

fullsizeoutput_2444.jpeg

 

O altar-mor é considerado o exemplar mais destacado da arte da talha durante o reinado de D. João V, e inclui esculturas de Santa Catarina, de São Paulo e de Santo Antão, de origem Flamenga. É um testemunho ímpar, quer da concepção do sagrado vivida à época da sua execução, quer da excelência artística dos nossos mestres entalhadores.

 

Muitas das pinturas emolduradas em talha são da autoria de Vieira Lusitano e de André Gonçalves, dois dos mais importantes pintores do século XVIII em Portugal.

 

fullsizeoutput_2448.jpeg

santacatarina1.jpg

 

fullsizeoutput_244d.jpeg

fullsizeoutput_244e.jpeg

 

Destaca-se também o tecto em rococó e um órgão belíssimo.

 

Esta igreja é uma das jóias escondidas da nossa bela capital e não desaponta aqueles que se interessam por história e estilos arquitectónicos. Não deixem de visitar!

 

Tchau!
Travellight

4 comentários

Comentar post