Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Ter | 20.03.18

FESTA DE SÃO CASIMIRO DE VILNIUS

fullsizeoutput_2390.jpeg

  Fotos: Travellight e H.Borges

 

Cheguei a Vilnius em plena Kaziuko Mugė ou Festa de São Casimiro, que celebra o santo padroeiro da cidade e é um dos eventos mais alegres da capital da Lituânia.


Apesar do frio que se fazia sentir - 10º negativos 😬, o ambiente era caloroso e animado.

 

No inicio da manhã já havia bastante gente na rua mas quando chegou a hora do almoço havia uma autêntica multidão.

 

fullsizeoutput_2383.jpeg

 

A feira é monumental! Centenas e centenas de barraquinhas, ocupam completamente os vários quilómetros das ruas da Velha cidade de Vilnius. Vendem desde esculturas de madeira, a bonecas de pano, cerâmica, utensílios domésticos, instrumentos musicais, cestos de vime, bordados, quadros, e todo tipo de artesanato. É uma felicidade para os olhos e para o coração. Há música e aromas deliciosos no ar.

 

P3040333.JPG

fullsizeoutput_2398.jpegfullsizeoutput_2396.jpegfullsizeoutput_2393.jpeg

fullsizeoutput_2394.jpeg

P3040322.JPG

fullsizeoutput_239b.jpeg

P3040371.JPG

fullsizeoutput_2395.jpeg

 

Grupos folclóricos, com os seus cantares e danças acrescentam ainda mais animação à festa e é completamente impossível de resistir à imensa oferta de sabores locais. As panelas fumegastes parecem chamar por nós e as carnes curadas, peixes fumados, queijos e doces típicos não nos deixam avançar sem parar para provar.

 

vilnius1.jpg

P3040316 (1).JPG

vilnius2.jpg

P3040557.JPG

vilnius3.jpg

P3040559.JPG

vilnius4.jpg

 

As bebidas também não faltam, com algumas bancas a venderem kvass (uma bebida de pão fermentada), chás de ervas e cerveja.

 

Os ramos tradicionais Verbų sekmadienis são uma das especialidades da feira. Feitas de flores e ervas secas coloridas, são compradas para serem levadas para as igrejas no Domingo de Ramos. A sua forma assemelha-se a um lírio, uma flor com a qual São Casimiro é tradicionalmente retratado. Outro produto popular na feira é o "muginukas", um biscoito de mel, muitas vezes em forma de coração, decorado com flores de açúcar colorido, linhas, pontos e pássaros. Os nomes populares de homens e mulheres são escritos nos biscoitos e as pessoas compram-nos para oferecer aos seus entes queridos.

 

fullsizeoutput_23a1.jpeg

fullsizeoutput_239f.jpeg

 

A celebração deste evento começou no século XVII e no século XIX, transformou-se numa feira extraordinária que preserva com sucesso as antigas tradições dos artesãos Lituanos. Os visitantes podem não só ver as obras criadas pelos artesãos, mas também, nalguns casos, ver como são feitas.

 

O festival que dura 3 dias, ocorre no início de Março e é celebrado no fim de semana mais próximo do Dia da Festa de São Casimiro (04 de Março).


São Casimiro viveu na segunda parte do século XV e foi príncipe do Grão-Ducado da Lituânia e do Reino da Polónia. O Santo tornou-se conhecido pela sua devoção a Deus e a sua generosidade em relação aos doentes e aos pobres. Ele foi sepultado na Catedral de Vilnius e logo depois da sua morte foi santificado pela Igreja Católica.

 

Com certeza, não será um exagero nomear este festival o mais bonito e o maior encontro de artistas populares da Lituânia - eles chegam à Feira vindos de todo o lado incluindo as áreas mais remotas do país.

 

Os curiosos como eu que vierem até aqui à procura de algo bonito e autêntico que represente bem o espírito e a cultura deste belo país do Leste Europeu não vão por certo ficar desiludidos.😊

 

Sigam as minhas viagens no Instagram e não deixem de espreitar os destaques do Insta Stories sobre Vilnius na minha página.

 

Tchau!

Travellight

 

7 comentários

Comentar post