Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Sex | 26.03.21

De Sevilha até Granada

A Andaluzia é uma das regiões mais bonitas de Espanha e uma das mais vastas também. Percorrer a estrada entre Sevilha e Granada pode ser uma excelente oportunidade para descobrir um pouco sobre a sua cultura, história e maravilhosas paisagens.  

fullsizeoutput_3960

Uma viagem de Sevilha até Granada, pode conduzi-los ao coração da Andaluzia, lar de cidades históricas e impressionantes paisagens montanhosas.

Vejam aqui uma sugestão de itinerário para uma road trip memorável por terras de Espanha.

SEVILHA

A fabulosa cidade de Sevilha tem muito para oferecer, por isso dediquem os vossos primeiros dias a explorar esta cidade.

Para compreender melhor a cultura andaluz e realmente conhecer Sevilha comecem por visitar a sua Praça de Touros — La Real Maestranza. É uma das maiores do país e certamente uma das mais bonitas. É permitido visitar a arena e o museu sem ter de assistir a uma tourada.

Continuem a andar quando sairem de La Real Maestranza e a uma curta distância vão encontrar a espetacular Catedral de Sevilha, a terceira maior igreja do mundo e o local de repouso do túmulo de Cristóvão Colombo.

O Alcazar Real, é outro lugar imperdível. Está cheio de história e recentemente serviu de cenário à série Guerra dos Tronos. Facilmente vos manterá ocupados por algumas horas com as suas muitas relíquias, jardins exuberantes e arquitetura impressionante.

Um passeio pelas ruas encantadoras do Bairro Judeu também é obrigatória. O bairro é considerado por muitos como a melhor parte da cidade.

Vários museus, espetáculos de flamenco, mercados ao ar livre e galerias de arte poderão ocupar o resto do tempo que quiserem dedicar à exploração desta fantástica cidade.

fullsizeoutput_3968

CARMONA

Saindo de Sevilha, após 35 km de carro, chegarão a Carmona, uma cidade maravilhosamente bem preservada, localizada num cume, sobre as planícies da Andaluzia e com vista para o pico de San Cristobal. Com as suas casas caiadas de branco e abundância de edifícios históricos e igrejas, Carmona é um prazer de visitar!

O azeite e o vinho da região são famosos e de excelente qualidade, por isso se procuram uma lembrança para trazer para casa, têm aqui boas opções.

Deem um passeio pela zona rural circundante antes de ver algumas das mais impressionantes atrações da cidade como o Anfiteatro Romano, a Igreja de Santa Maria e o Portão de Sevilha.

fullsizeoutput_3964

PARQUE DA SIERRA NORTE E PALMA DEL RIO

Voltem à estrada e sigam até Lora del Rio — a porta de entrada para o Parque Natural da Sierra Norte de Sevilla. O Parque é o lar de uma abundante vida selvagem, de árvores frondosas e de caminhos encantadores. É o lugar perfeito para apreciar a natureza e descansar por algumas horas.

Viajem mais 25 km através de laranjais e chegarão à cidade de Palma del Rio. A base perfeita para explorar o Parque Natural da Serra de Hornachuelos. Deem um passeio nos bosques e mantenham os olhos bem abertos para algumas espécies ameaçadas, como o lince ibérico.

O parque permite aos visitantes acampar no seu interior durante a noite.

CÓRDOBA

Quando estiverem prontos para voltar à estrada, a vossa próxima paragem deve ser a popular cidade de Córdoba. Uma cidade histórica que alberga vestígios dos tempos romanos e mouros.

Património Mundial da UNESCO esta cidade tem uma infinidade de edifícios para visitar, como a Ponte Romana e a extraordinária grande Mesquita-Catedral de Córdoba, um impressionante monumento às duas religiões e culturas que moldaram a Andaluzia: o islamismo e o cristianismo.

Mas Córdoba oferece mais do que História. Tem excelentes hotéis, restaurantes e bares e merece muito mais do que uma rápida visita porque os seus encantos reais começam realmente a revelar-se quando se começa a explorar a cidade medieval, as suas ruas sinuosas, os pátios interiores ajardinados e as pequenas praças.

fullsizeoutput_3965

JAÉN

Depois de visitar Córdoba continuem a viagem até Jaén, cidade conhecida como a capital mundial do azeite, referido como "ouro líquido" pelos habitantes locais.

Não percam a Catedral de Jaén, o Castelo de Santa Catalina e outras atrações como o Palácio de Villardompardo e os Banhos Árabes.

Terão ainda oportunidade de ver as impressionantes montanhas de Sierra Nevada, no caminho entre Jaén e Granada.

GRANADA

Granada, o destino final desta viagem é uma grande cidade. Tem uma história rica, inúmeras atrações e uma vida noturna agitada. Com fortes influências árabes e muito charme espanhol, cultura e história não faltam por aqui.

Entre as atrações imperdíveis estão a Alhambra, a Catedral de Granada, a Capela Real, o Palácio de Generalife e a Cartuja de Granada — um mosteiro que fica no distrito histórico de Albayzin.

Enquanto estiverem nesta cidade, passem pelo menos uma manhã a explorar os seus bairros mais encantadores: o antigo bairro mouro de Albaicín e bairro cigano-flamenco de Sacromonte.

Albaicín é um labirinto de ruas, casas caiadas de branco e praças bonitas que se estende até a encosta em frente à Alhambra. É preciso um pouco de esforço para chegar até ao topo de Albaicín, mas é energia bem gasta — as vistas do Mirador San Nicolás, são algumas das melhores da cidade!

No bairro cigano de Sacromonte, o tempo às vezes parece que parou. Muitos moradores ainda vivem em cavernas brancas esculpidas na rocha, e à noite é comum grupos de flamenco improvisados juntarem-se para cantar e dançar.

Mais ou menos a meio da rua principal do bairro está o Bar Pibe, cujo terraço é perfeito para admirar a Alhambra.

alhambra_granada_spain_fortress_palace_building_famous_tourism-704375.jpg!d

ANTEQUERA

No regresso para Sevilha, façam uma última paragem em Antequera, conhecida como "o coração da Andaluzia", devido à sua localização no centro da província.

Antequera tem como atrações principais os dolmens Menga e Viera e os Tholos de El Romeral — túmulos neolíticos e da idade do bronze, que são alguns dos exemplos mais significativos de sobrevivência do megalitismo europeu — e a Alcazaba dos Mouros, (castelo dos mouros) do século XIV, que se assemelha a uma mini-Alhambra.

 

Artigo patrocinado pela TAP e originalmente publicado no SAPO VIAGENS

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.