Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Ter | 23.08.22

Costa Navarino | Peloponeso, Grécia

Longe das multidões de Santorini ou Mykonos, Costa Navarino é um dos lugares mais exclusivos e glamourosos para passar férias na Grécia.
Quem gosta de natureza, pratica desporto - especialmente golfe - e é apaixonado por história e arqueologia, vai com toda a certeza ficar apaixonado por este canto mágico, localizado em Peloponeso, com baías cor de safira, dunas de areia dourada e um passado épico escondido entre oliveiras centenárias.

Foi aqui, segundo contam os gregos, que Paris escolheu passar a sua primeira noite com a bela Helena de Troia. Onde Hércules provou o seu valor quando lutou contra o leão de Nemeia e onde Nestor, conhecido pela sua sabedoria e bondade, construiu, conforme descrito por Homero, o seu majestoso palácio.

fullsizeoutput_6dc0Foto: PxHere

A HISTÓRIA DA COSTA NAVARINO

Apesar das suas praias intocadas, águas azuis, atrações históricas, olivais e aldeias idílicas, esta região grega nunca foi tão popular entre os turistas quanto Atenas, Santorini, Mykonos ou Creta. Os antigos gregos adoravam-na mas a partir do século XVIII a região caiu na pobreza - uma situação que foi agravada pela Segunda Guerra Mundial.
Eis quando o capitão Vassilis Constantakopoulos, um empresário local bem-sucedido, que ganhou dinheiro com o transporte marítimo, decidiu revitalizar a área onde nasceu e cresceu, impulsionando a economia da sua terra natal por meio do turismo internacional, mas preservando e honrando a beleza natural da região.

O que ele e a sua família alcançaram foi nada menos que impressionante — um amplo resort de luxo sustentável chamado Costa Navarino, formado por dois hotéis - o The Westin e o The Romanos.

Para alcançar este feito ele mandou replantar 6.500 oliveiras e 2.000 árvores frutíferas, juntamente com outros 400.000 arbustos. Mandou desviar rios e estradas, para deixar o litoral intacto. Criou dois reservatórios para que os seus campos de golfe não consumissem muita água natural. Usou materiais locais para construir as propriedades, cuja água é aquecida a energia solar. Estabeleceu o Observatório Ambiental Navarino, cuja missão é o estudo das mudanças climáticas, e inaugurou o Navarino Natura Hall, um moderno centro de exposições interativas para visitantes e moradores conhecerem a biodiversidade única da região.

Os hóspedes são convidados a deixar a praia depois das seis, durante a época da desova, para que as tartarugas da região possam continuar a cavar ninhos e a colocar os seus ovos. Luzes de baixa intensidade garantem que a praia fica escura à noite, para que a luz não desoriente e impeça os filhotes de encontrar o caminho para o mar… O esforço para criar um resort o mais próximo possível da sustentabilidade parece ser real.

COMO CHEGAR

O aeroporto de Kalamata é o mais próximo da Costa Navarino. Não há voos diretos de Lisboa, Porto ou Faro para Kalamata, a melhor opção é ir primeiro até Milão Malpensa onde a Ryanair tem voos, ida e volta, a partir de 46 € para Kalamata. Chegando a Kalamata pode-se alugar um automóvel e em cerca de 45 minutos estarão na Costa Navarino. Em alternativa pode-se apanhar um autocarro KTEL que vai do aeroporto de Kalamata a Pylos (Navarino). A viagem demora 1h 48m e os bilhetes custam entre 4€ a 6€. Podem consultar os horários aqui.

ONDE FICAR

Apesar da Costa Navarino ser conhecida pelo luxuoso resort composto pelos hotéis de luxo The Westin e The Romanos, não faltam outros hotéis e alojamentos locais como o Artina Nuovo (desde 65 € por noite), bem próximos, que não dão cabo do orçamento e permitem usufruir das praias e de todas as atrações da região.

AS PRAIAS

Praia Voidokilia

É uma das mais belas praias de todo o Mediterrâneo. A sua forma lembra muito a letra “omega” do alfabeto grego, e o círculo da sua baia é tão perfeito que parece ter sido desenhado com um compasso. É um verdadeiro espetáculo da natureza: uma longa faixa de areia branca, com águas pouco profundas, abrigada pelas dunas de areia que a separam da lagoa que fica atrás dela. A lagoa Gialova fica a poucos passos da praia e é um ecossistema natural que abriga mais de 270 espécies de aves e variada fauna local.

A praia de Voidokilia está igualmente localizada perto do castelo de Paliokastro, de onde se pode desfrutar de uma vista magnífica sobre o golfo e Peloponeso. A praia não tem qualquer equipamento de apoio (chapéus de sol, bares, espreguiçadeiras…), por isso é recomendável levar água, chapéu e algo para comer se pretenderem ficar muitas horas.

Praia Romanos

Longa praia de areia e calhaus equipada com um bar de praia onde é possível alugar espreguiçadeiras e chapéus de sol, que estão habitualmente incluídos na diária dos hotéis e resorts próximos, ou tem um valor adicional (entre 5€ a 8€ por dia para guarda-sol e duas espreguiçadeiras). Durante os meses de verão a área dos chapéus de sol costuma estar muito cheia, mas basta andar uns cem metros e ficamos sozinhos, ou na companhia de muito poucas pessoas, com o espetáculo do mar à nossa frente.

Característicos são os pinheiros próximos da praia que podem garantir sombra especialmente nas horas mais quentes do dia.

fullsizeoutput_6dc7Foto: Restaurante Barbouni | Best Hotels Greece

Praia Petrochori

Imediatamente a seguir à praia Romanos, cerca de um quilómetro a sul, encontra-se esta pequena praia com areia fina quase como pó de talco e águas pouco profundas. Atrás da praia há dois bares de praia que oferecem bebidas geladas e alguns petiscos. A praia está equipada com espreguiçadeiras e chapéus de sol. Prestem atenção às pequenas cercas que existem na praia, é aqui que algumas tartarugas da região vem desovar e podem lá estar ovos de tartaruga.

Praia de Divari

Outra baía maravilhosa é esta praia de Divari, bem protegida dos ventos graças à sua localização. A praia tem uma areia fina e dourada, águas límpidas e rasas, e garante todos os serviços necessário ao conforto dos banhistas. Existem dois bares de praia onde se pode comprar snacks e bebidas, bem como alugar espreguiçadeiras e chapéus de sol que muitas vezes estão incluídos no custo do consumo (mínimo 4,00€).

Um dos pontos mais bonitos da praia fica no final. Neste ponto, o vento está quase completamente ausente, então o mar parece uma lagoa! Além disso, a partir deste ponto da praia é possível chegar a nado (cerca de 50 metros) até ao ilhéu de Sfacteria.

ATRAÇÕES A VISITAR

Costa Navarino faz parte de Messenia, uma bela região, com mais de 4.500 anos de história, que oferece muitas coisas para ver e fazer.

Antiga Messene

As ruínas desta antiga cidade ainda estão em boas condições e apresentam fortificações, espaços públicos e casas particulares que nos podem dar uma ideia de como era a vida na antiga Grécia.

fullsizeoutput_6dcaFoto: Greek Travel Pages

Neokastro

Construído durante a invasão turca em 1573, Neokastro é um castelo bem preservado que possui uma cidadela, uma mesquita convertida em igreja e um pátio. Há também um museu de arqueologia subaquática, onde são exibidos artefactos encontrados em naufrágios.

Olympia

Olympia é um dos locais mais famosos da região e fica a menos de uma hora da Costa Navarino. Foi o local onde nasceram os Jogos Olímpicos e ainda hoje é possível passear pelas ruínas do antigo estádio onde os atletas treinavam e corriam. Os templos dedicados aos deuses Hera e Zeus também merecem uma visita assim como o museu que abriga algumas esculturas incríveis e outros vestígios deste lugar.

Polylimnio

Polilimnio é um dos segredos mais bem guardados da Grécia. Este paraíso verdejante de quedas de água e lagos é o lugar perfeito para descontrair e relaxar cercado pela natureza. É possível mergulhar no Lago Kardoula que tem a forma de um coração, ou num dos outros 15 lagos e cascatas da área.

fullsizeoutput_6dcbFoto: PxHere

Espreitem aqui o destaque “Peloponnese” na minha página de Instagram para ver o resort e as atrações da Costa Navarino. Sigam as stories nesta rede social, para inspiração e ideias para passeios, férias e fins de semana.

Tchau!
Travellight

2 comentários

Comentar post