Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Qua | 31.08.22

Cinco regiões deslumbrantes para visitar em França no inicio do outono

O inicio do outono é uma das melhores épocas para visitar a França, seja o sul, norte, leste ou oeste. As noites podem ser mais frescas, mas ainda há muito sol e calor para aproveitar as praias quase vazias de setembro e outubro. Nos melhores restaurantes as mesas começam a estar disponíveis, museus e galerias de arte ficam mais tranquilos e as provas de vinho são ainda mais agradáveis com a paisagem de verão a dar lugar aos tons de ouro do outono.

Le Touquet Paris-Plage

A apenas 2,5 horas de Paris, Le Touquet, na Costa Opala, no norte da França, é um refúgio secreto dos parisienses. Longas praias de areia douradas, ruas e lojas cheias de charme e o hotel art déco Westminster, onde o chef com estrela Michelin William Elliot, deslumbra os clientes com preciosidades gastronómicas.

Este é um local para descontrair, fazer longas caminhadas na praia e nos pinhais circundantes, andar a cavalo nas dunas, passear pelas muralhas da antiga cidade de Montreuil-sur-Mer que fica ali por perto, andar de bicicleta em estradas tranquilas e aprender “sand-yacht” - uma espécie de windsurf, mas na areia.

Aqui não se pode deixar de experimentar os pratos locais mais populares, de preferência no Chez Perard (67 Rue de Metz), um espaço com um fabuloso bar de ostras, restaurante brasserie, e um ótimo serviço!

Ver o mundo passar da esplanada de um café em Le Touquet com um chocolate quente ou uma taça de vinho também é um daqueles momentos, “para mais tarde recordar”.

Como chegar: O Aeroporto mais próximo de Le Touquet é o aeroporto Charles de Gaulle em Paris. Daqui pode-se apanhar um comboio ou alugar um automóvel.

mockup-0Foto: Office du Tourisme Le Tourquet

Champagne

Champagne com as suas encostas repletas de vinhas coloridas é um lugar maravilhoso para passar longos e relaxantes dias de outono. Uma visita à sempre impressionante cidade de Reims com a sua magnífica Catedral é perfeita combinada com uma degustação de champanhe. Algumas das melhores degustações podem ser feitas na Maison Mumm, na Grande Maison de Champagne Taittinger ou na Veuve Clicquot. Um passeio de carro ou passeio pela Avenue de Champagne em Epernay, a apenas 24 km de Reims, é imperdível — é aqui que se encontra a famosa Maison de Champagne Moët & Chandon.

Ou que tal passear pela linda cidade de Troyes e conhecer o centro medieval e renascentista e os museus que celebram o seu interessante passado.

Haute-Marne, também na província de Champagne, embora não muito longe de Paris, costuma ficar um pouco fora dos roteiros mais conhecidos e é pena porque é verdadeiramente adorável. Uma terra de florestas, campos, rios, vinhas e cidades antigas. É também onde se encontra o Lago Der-Chantecoq, um dos maiores lagos artificiais da Europa.

Em Haute-Marne podemos visitar:

- Tufière de Rolampont — Uma incrível e enorme escadaria natural formada por um curso de água carregada de calcário que flui através de musgos e os petrifica pouco a pouco. É um fenómeno natural único e de grande beleza;

- Langres — Uma cidade deslumbrante no topo de uma colina com as muralhas mais longas da Europa e vistas magníficas sobre o campo. A cidade possui vários portões de entrada, incluindo um portão romano incrivelmente bem preservado e um “novo” portão do século XVI!

- Colombey les Deux Eglises — A casa de Charles de Gaulle.

Como chegar: O aeroporto mais próximo é o aeroporto Paris Vatry (a Ryanair voa para lá a partir do Porto). Para conhecer a região o ideal é alugar um automóvel.

automne-ecueil-2012-059-2Foto: Office du Tourisme Reims

Vale do Loire

O Vale do Loire, com os seus castelos, campos e vinhas é um lugar excecional para se visitar no outono. O Loire abriga alguns dos melhores vinhos da França, por isso uma visita às adegas torna a viagem ainda mais especial. As uvas são normalmente colhidas entre setembro e outubro e muitos chateaux, incluindo Chinon, Chambord, Chenonceau, Villandry e Chateau de Langeais, ficam muito perto das plantações. Combinar um tour de vinhos e castelos é uma ótima maneira de sentir o verdadeiro sabor desta bela região.

Como chegar: O aeroporto mais próximo é o aeroporto Tours Vale du Loir (a Ryanair voa para lá a partir do Porto), mas muitas pessoas voam para o Charles de Gaulle e depois apanham o TGV (que parte da estação do aeroporto) para o Vale do Loir. Para conhecer a região o ideal é alugar um automóvel.

ch_teau_of_de_sully_sur_loire_chateau_sully_in_the_loire_valley_moated_castle_castle_in_france_places_of_interest_romance_architecture_france-1116832.jpg!dFoto: PxHere

Aveyron, Midi-Pirinéus

A região de Aveyron é como um lugar que o tempo esqueceu, aldeias mágicas empoleiradas no alto de cumes, florestas e campos, riachos de águas cristalinas e castelos antigos. É uma região onde apetece ficar, caminhar e andar de bicicleta. É um lugar onde o cenário está sempre a mudar principalmente no outono, quando o céu azul disputa a nossa atenção com a beleza das folhas douradas. Quem gosta de fotografar e até de pintar, vai com certeza sentir-se inspirado.

Nesta região ficam algumas das aldeias e vilas mais bonitas da França. É o caso de Najac, uma vila encantadora com pitorescas casas medievais, Espalion, com a sua bonita ponte e castelo, ou Conques, um lugar que há seculos causa admiração aos peregrinos qua visitam a sua Abadia e se maravilham com os penhascos rochosos e florestas em torno da pequena vila medieval. Rodez merece igualmente uma visita, quanto mais não seja para conhecer o Museu Soulages, um edifício de arquitetura única, que abriga obras de Pierre Soulages, muitas exposições temporárias e um restaurante verdadeiramente excecional.

Como chegar: Basta apanhar um voo para o aeroporto Rodez-Marcillac (a Ryanair voa para lá a partir de Londres, Dublin e Bruxelas). Para conhecer a região o ideal é alugar um automóvel.

1e5fc0d501626d1a37d268e9b69b-1582981.jpg!dFoto: PxHere

Borgonha

Beaune é a capital desta fabulosa região vinícola e uma bela cidade medieval, cercada pelas vinhas da Cote d'Or. É conhecida pelo seu leilão anual de vinhos, que acontece no 3º domingo de novembro no museu Hotel-Dieu, do século XV. Vale a pena visitar a Route des Grands Crus, conhecida como os 'Champs-Elysées' da Borgonha e o Chateau du Clos de Vougeot — um esplendor arquitetónico e cultural, uma necessidade absoluta para os verdadeiros fãs de vinho e um lugar maravilhoso para se visitar no sol outonal.

Como chegar: Para chegar a Borgonha podemos voar até ao aeroporto Dole (a Ryanair voa para lá a partir do Porto) que é o mais próximo ou, em alternativa, voar até o Charles de Gaulle e depois apanhar o TGV (que parte da estação do aeroporto). Para conhecer a região, novamente, o ideal é alugar um automóvel.

fullsizeoutput_6e3bFoto: Bourgogne Tourisme

Para inspiração e mais ideias para passeios, férias e fins de semana sigam as minhas stories no Instagram

Tchau!

Travellight

 

5 comentários

Comentar post