Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Qui | 15.04.21

Cambridge | Inglaterra

A Inglaterra conta atingir a imunidade de grupo ainda esta semana, transformando-se num destino atrativo para quem pensa viajar este verão, mas procura evitar riscos demasiado elevados.
Sair de Londres e explorar regiões mais pequenas como Cambridge, pode também ser uma boa ideia.
A famosa cidade universitária, tem jardins exuberantes, edifícios históricos e ruas encantadoras. É perfeita para visitar a pé, de bicicleta e de barco.

Cambridge fica localizada a menos de uma hora de comboio de Londres e é um excelente destino para quem quer conhecer um pouco mais do Reino Unido, apreciar o ar do campo e fazer passeios bucólicos à beira rio.

fullsizeoutput_5775Foto: Pixabay

A cidade é pequena, mas há muito para ver e conhecer. Atrações populares incluem a capela do King’s College, a Round Church, o Trinity College, o Fitzwilliam Museum, o caminho ao longo do rio Cam e os jardins atrás das universidades conhecidos coletivamente como “The Backs”. Passear num dos barcos do rio Cam também é obrigatório.

A Universidade

Cambridge é internacionalmente conhecida pela sua universidade e orgulha-se de ter tido como alunos alguns dos melhores escritores, atores, comediantes e políticos do Reino Unido.
Aqui estudaram nada mais nada menos do que Charles Darwin, Isaac Newton e, mais recentemente, Stephen Hawking.

Os edifícios que compõe o campus podem ser visitados e são muito interessantes do ponto de vista histórico e arquitetónico. Entre os mais famosos estão:

King’s College, fundado em 1441 pelo rei Henrique VI. Tem como destaque uma capela em estilo gótico inglês, que se transformou num dos símbolos da cidade e que abriga a obra prima de Rubens, “The Adoration of the Magi”.

Trinity College, com o seu Great Court (um pátio ajardinado onde se encontra até hoje a famosa macieira que inspirou Newton a descobrir a lei da gravidade) e a Biblioteca projetada por Christopher Wren, construída no final do século XIX, que guarda nas suas prateleiras manuscritos medievais e obras científicas e filosóficas que marcaram toda a civilização ocidental.

St John’s College — famoso pela capela, projetada por Sir George Gilbert Scott e inspirada na Sainte Chapelle de Paris, e pela bonita ponte coberta sobre o rio Cam, chamada Ponte dos Suspiros (Bridge of Sighs).
É nesta faculdade que está o edifício académico mais antigo de Cambridge, o “Colégio de Pitágoras” (School of Pythagoras), datado de cerca de 1200.

fullsizeoutput_5776Foto: PixHere

O Rio e as Pontes

O Rio Cam, onde dizem, se banhou o poeta Lord Byron, flui através de Cambridge para o Great Ouse, e é perfeito para pescar, nadar e mergulhar no verão ou simplesmente para dar um passeio num dos tradicionais barcos locais.

The Mathematical Bridge (a ponte matemática), é outro local maravilhoso para respirar um pouco do charme descontraído de Cambridge. Esta obra projetada por William Etheridge e construído por James Essex em 1749, deve o seu curioso nome ao desenho de certas tangentes que criam a sua forma arqueada. Existe um mito de que Sir Isaac Newton construiu esta ponte sem a ajuda de quaisquer porcas ou parafusos, o que, embora falso, é uma história muito repetida para “enganar” os turistas.

The Bridge of Sighs (a ponte dos suspiros), é uma ponte coberta construída em 1831 para conectar o Terceiro Tribunal do St John’s College com o Novo Tribunal. Embora não tenha muito em comum com a sua homónima de Veneza, esta ponte partilha com ela todo o romantismo.

fullsizeoutput_577aFoto: Graham Hodgson por Pixabay

Os Jardins

The Backs - Os hectares de terreno ajardinado que ficam nas traseiras das faculdades, onde é comum encontrar gado a pastar, são perfeitos para uma bela caminhada pelos edifícios das universidades, pelo rio Cam e pelas suas várias pontes. É um pitoresco trecho de terra que proporciona um ângulo incrível para admirar a beleza de Cambridge.

Jardim Botânico da Universidade de Cambridge — é um paraíso verde, bem próximo da estação de comboio de Cambridge. Tem uma coleção de mais de 8000 espécie de plantas e várias estufas.

Parker’s Piece — É outro jardim lindo e cuidado, conhecido como o berço da associação de futebol, pois foi aqui que as Regras de Cambridge foram postas em prática pela primeira vez em 1848.

Wimpole Estate — Propriedade nobre, privada por mais de 2.000 anos, mas agora aberta ao público. Foi o lar de muitas famílias importantes e quem visita o espaço pode aprender tudo sobre o seu fascinante património enquanto explora os jardins e conhece os vários animais que residem na quinta.

fullsizeoutput_5779Foto: PxHere

Os Museus e as Galerias de Arte

The Fitzwilliam Museum — museu de arte e antiguidades da Universidade de Cambridge que abriga uma das maiores coleções de arte da nação britânica. Foi fundado pelo Visconde Fitzwilliam de Merrion que lhe doou toda a sua coleção privada de arte.
Muitos consideram este o melhor pequeno museu de Inglaterra e o seu portfólio inclui armas, moedas, arte cipriota, grega e egípcia, quadros de Degas, Reubens, Gainsborough e muitos outros.

Sedgwick Museum of Earth Sciences (museu de geologia) — É o mais antigo dos museus da Universidade de Cambridge, foi fundado em 1728 e agora abriga cerca de 2 milhões de minerais, fósseis e rochas.

Imperial War Museum Duxford — Além de um enorme campo de aviação, este museu também possui uma coleção de 200 aviões antigos (incluindo o Concorde e o Spitfire), que foram cuidadosamente restaurados à sua glória de época e são agora exibidos com orgulho. O museu fica um pouco afastado do centro de Cambridge, mas basta apanhar o autocarro 7A, que parte da estação de comboios para IWM Duxford e em menos de 10 minutos estamos lá.

Kettle’s Yard — Este espaço já foi a residência de Jim e Helen Ede, mas hoje pode ser visitado por todos.
Jim Ede trabalhou durante anos como curador da Tate Gallery, e durante esse tempo encheu a sua casa com obras de arte de nomes famosos como Barbara Hepworth e Joan Mirò. Então, num ato de grande generosidade, resolveu doar tudo à Universidade de Cambridge e permitir que a coleção ficasse acessível a todos.

lysander-6160215_1920Foto: Flyby54 por Pixabay

Os Monumentos

The Round Church (A Igreja Redonda) — Oficialmente conhecida como a Igreja do Santo Sepulcro, a Igreja Redonda é um edifício que data de 1130. A sua bela estrutura é formada por pedra e o andar superior da igreja, construído acima da nave, tem uma gloriosa torre cónica no topo.
A Igreja do Santo Sepulcro é uma das quatro igrejas redondas deixadas pelos Normandos na Inglaterra e o segundo edifício mais antigo de Cambridge.

Torre da Igreja Great St Mary — Great St Mary’s é uma igreja situada no coração de Cambridge, na Market St. Tem uma torre com 123 degraus que proporciona uma das melhores vistas da cidade.

fullsizeoutput_577bFoto: Marián Okál por Pixabay

Os Arredores

Grantchester — É uma pitoresca vila ao sul de Cambridge e um belo passeio de bicicleta desde os Backs, passando por Grantchester Meadow.
Se o tempo estiver bom, descansem e relaxem no extenso Orchard Tea Gardens, um marco de Grantchester desde 1897. Experimentem os famosos scones caseiros, servidos quentes, com doce, geleia e chá.

Abadia de Anglesey — Localizado nos arredores de Cambridge, na idílica vila de Lode, este edifício abriga uma vasta coleção de relógios e enfeites que vale a pena conhecer.

fullsizeoutput_577cFoto: PaddyBriggs - Wikimedia Commons

Comer e Beber

The Varsity Hotel Roof Bar — Nas noites quentes de verão, o bar do The Varsity Hotel é difícil de bater. Com bons cocktails e um terraço com vista para muitos dos tesouros arquitetónicos da cidade, é o lugar perfeito para relaxar.

Cambridge Food Park — Aberto em locais diferentes às quartas, quintas e sextas-feiras, tem alguns dos melhores food trucks de Cambridge, que servem de tudo, desde bao cozido a vapor, passando por pizzas assadas no forno a lenha, até pratos do Sri Lanka e burritos mexicanos.

St Radegund Pub — Os pubs são uma grande parte da cultura inglesa e em Cambridge isso não é exceção. O St Radegund é o menor pub da cidade, mas o que lhe falta em tamanho, compensa em charme. Está atualmente encerrado, mas promete reabrir ainda em 2021.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.