Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Qua | 06.06.18

Pizza light de rúcula e queijo cottage

maxresdefault (3).jpg

 

Que a pizza vem de Itália já todos sabemos, que é um prato calórico também, mas não tem de ser sempre assim. A receita que hoje partilho convosco pode ser a pizza certa para quem pretende manter o seu peso ideal. 

 

INGREDIENTES:

PARA A MASSA

1/2 chávena de chá de leite magro;

1 colher de chá de margarina light;

1 pitada de sal;

1 colher de sopa de fermento em pó;

2 chávenas de chá de farinha de trigo.

 

PARA A COBERTURA

Molho de tomate

Tomates cherry cortados ao meio

Sal a gosto

Orégaos a gosto

Folhas de rúcula

150 gr de queijo cottage;

150 gr de mozarella light;

 

PREPARAÇÃO

Coloque o leite no fogo até ficar morno. Acrescente a margarina, o sal e o fermento. Retire o leite do fogo e adicione a farinha. Amasse a mistura até esta começar a descolar das mãos. Deixe a massa descansar por uns 20 minutos coberta por um pano.

Depois abra a massa numa superfície lisa e enfarinhada e estique-a.

 

Acenda o forno numa temperatura média. Unte uma assadeira redonda, coloque ali a massa e leve-a a assar por cerca de 10 minutos. Acrescente de seguida o molho de tomate, a rúcula, os queijos, o tomate cherry e os temperos e volte a colocar no forno até o queijo derreter.

 

Está pronta a servir!

 

Ter | 05.06.18

Arco Monumental da Rua Augusta | Lisboa

fullsizeoutput_26b9.jpeg

  Fotos: Travellight e H.Borges

 

Lisboa tem muitos miradouros mas um dos mais extraordinários é o miradouro do Arco da Rua Augusta.


A construção deste monumento histórico começou a ser planeada após o terremoto de 1755 e pretendia simbolizar o nascimento de uma nova cidade, a sua inauguração contudo, só aconteceu em 1873, mais de 100 anos depois.

 

A entrada faz-se pela Rua Augusta, através de uma pequena porta mesmo ao lado do arco. O bilhete custa 2,5 euros, e inclui o acesso ao elevador que leva os visitantes até ao piso superior. Depois ainda é preciso subir mais algumas escadas para chegar à sala onde está o relógio e um painel que nos dá a conhecer os principais momentos da história do arco.

 

fullsizeoutput_26d9.jpeg

arcoruaaugusta.jpg

 

Mais algumas escadas e finalmente chegamos ao miradouro. Aguarda-nos uma vista panorâmica única sobre a capital.

Perspectivas de 360º graus mostram-nos uma Lisboa brilhante, com as suas sete colinas virada para o rio Tejo.

 

fullsizeoutput_26d0.jpegarcoruaaugusta3.jpg

fullsizeoutput_26c9.jpeg

 

fullsizeoutput_26de.jpeg

 

Lá de cima consegues ver o Terreiro do Paço, o Cais das Colunas, a estátua equestre de D. José I, a Baixa Pombalina, a Sé, o Castelo de São Jorge, o Cristo Rei, a Ponte 25 de Abril… e, como se tudo isso não chegasse, ficas ainda bem perto da escultura A Glória, coroando o Génio e o Valor de Célestin Anatole Calmels. É muito interessante observar todos os seus detalhes: O Valor, é representado por uma mulher acompanhada por um leão e estandartes militares, o Génio, é um jovem, sentado numa pilha de livros e de lira na mão, e ambos são coroados pela figura feminina da Glória. Parecemos muito pequeninos ao pé destes gigantes.

 

fullsizeoutput_26d2 (1).jpegarcoruaaugusta4.jpg

 

Inscrito em latim, no topo do arco está a frase: "Às Virtudes dos Maiores, para que sirva a todos de ensinamento", que remete para a grandiosidade do Império Português e para a descoberta de novos povos e culturas e nos recorda que o arco simboliza a força, as conquistas e a resiliência dos cidadãos Portugueses.

 

Tchau!

Travellight

 

 

Seg | 04.06.18

Hotel Grand Poet by Semarah | Riga

fullsizeoutput_269f.jpeg

 

Situado no centro da Riga, a 10 minutos a pé da velha cidade, o Hotel Grand Poet by Semarah é uma excelente opção para quem procura um alojamento de qualidade na capital da Letónia.

 

O Hotel é novo, abriu portas em Janeiro deste ano e está alojado num edifício histórico, que em tempos albergou o Ministério do Interior Letão. Quando em 1991, Riga foi invadida por tropas soviéticas este foi um dos locais estratégicos onde se ergueram barricadas improvisadas para proteger a capital.

 

As obras respeitaram a arquitectura e caracter histórico do espaço e este foi meticulosamente preservado durante o processo de renovação.

 

O design foi desenvolvido pela empresa sueca Stylt Trampoli. A decoração é luxuosa e exuberante e nas áreas publicas tem por tema a  poesia, os livros e a música.

 

fullsizeoutput_26a1 (1).jpeg

grandpoet.jpg

P3050862.JPG

 

O quarto onde me hospedei era espaçoso e confortável e a sua decoração era tudo menos discreta. Apesar de agradável, deixou em mim uma sensação de “demasiada informação” : muita cor, muitos padrões, muito excesso.

 

fullsizeoutput_2681.jpeg

grandpoet1.jpg

 

A casa de banho tinha um excelente chuveiro e uma banheira para banhos de imersão. 

 

fullsizeoutput_26a9.jpeg

grandpoet4.jpg

 

Os hóspedes têm acesso gratuito ao centro de fitness e à zona do spa. O centro de bem-estar inclui uma piscina enorme, sauna, jacuzzi e um banho turco. 

 

grandpoet5.jpg

 

O Hotel tem ainda um bar que serve cocktails maravilhosos e um restaurante que apesar de não ter uma ementa particularmente original consegue agradar. A decoração do espaço, tal como nos quartos, tem apontamentos luxuosos e estravagantes.

 

fullsizeoutput_26a6.jpeg

fullsizeoutput_26a7.jpeg

fullsizeoutput_26a8.jpegP3050832.JPG

 

O pequeno almoço, servido em buffet, é abundante e apresenta uma boa variedade de produtos. Ovos fritos, benedict e omeletes são preparados a pedido.

 

grandpoet7.jpg

 

Toda a equipe do hotel foi simpática e atenciosa, não tive razões de queixa.

O wi-fi é gratuito e funciona bem.

 

O Grand Poet by Semarah revelou-se assim uma boa aposta para a minha curta estadia em Riga. 

 

Tchau!

Travellight

Sex | 01.06.18

8 dicas para sobreviver ao temido assento do meio

armrest_1b.jpg

 

Oh não! Tenho um voo de 8 horas e fiquei sentado, entre dois estranhos no banco do meio!

 

Pode acontecer a qualquer um de nós quando fazemos uma reserva de última hora, ou somos recolocados num novo voo após um cancelamento.

 

De repente, o nossa paz mental é interrompida por visões de pernas (ainda mais) apertadas, desconforto e dores nas costas e lutas desagradáveis pelo controlo do apoio dos braços.

 

Convenhamos que voar no assento do meio nunca será uma experiência incrível, mas não desespere, existem alguns passos, que pode dar para tornar a fila do meio um pouco mais agradável


1. Coloque toda a vossa bagagem de mão no compartimento de cima. No assento do meio temos sempre a sensação de estar ainda mais apertados por isso é importante ter o máximo de espaço disponível para colocar os pés.
Deixe preparada uma pequena bolsa de mão com tudo o que vai precisar durante o voo (fones de ouvido, telefone, lenços de papel, batom de cieiro, etc), dessa forma o espaço dos pés pode ser maximizado e você não tem de se levantar a todo o momento para ir buscar qualquer coisa.

 

2. Talvez a maneira mais agradável de passar o tempo no assento do meio seja a dormir. Por isso certifique-se de que traz todos os itens necessários para ajudá-lo nessa tarefa. Tampões ou fones de ouvido para bloquear o ruído, roupas confortáveis ​​e o travesseiro de viagem correcto, podem ajudar muito a adormecer mais rápido.

 

3. Prepare o corpo antes do voo, aconselham os médicos. Um dia antes da viagem e no dia do voo, evite alimentos com alto teor de sódio (sal) para reduzir as chances de retenção de água e consequente inchaço corporal. Beba bastante água e evite o álcool e a cafeína (que actuam como diuréticos e causam frequentes idas à casa de banho).

 

4. Pratique um exercício leve antes e depois do voo. Uma caminhada e alguns exercícios de respiração, um pequeno passeio de bicicleta ou um mergulho no mar, são todas boas maneiras de manter os músculos e as articulações relaxados e o sangue fluido.

 

5. Exercícios de respiração podem ajudar a superar qualquer desconforto. Tente respirar de forma regular. Comece inspirando profundamente para encher os pulmões. Segure o ar por 5 a 10 segundos e depois expire, empurrando todo o ar para fora dos pulmões. Faça isso quatro ou cinco vezes a cada hora manterá o oxigénio circulando melhor por todo o corpo durante o voo.

 

6. Nem todos conseguem dormir num avião e nem todos os aviões tem um sistema de entretenimento, por isso esteja preparado. Não se esqueça de trazer um livro ou de descarregar aquela série de sucesso para o seu tablet antes do voo. Isso vai ajudá-los a esquecer que está no assento do meio, e o tempo passará mais rapidamente.

 

7. Faça amizade com os seus companheiros de viagem. Simpatia e educação podem facilitar bastante o convívio durante o voo.

 

8. Imponha-se! Não tenha medo de abordar, de forma calma e educada, os seus companheiros de viagem se achar que precisa de usar o apoio dos braços.  

Pág. 2/2