Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Sex | 29.12.17

UM BRINDE A 2018

shampanskoe-bokaly-noch-elka-new-year-2018-chasy-novyi-god-1.jpg

 

À meia-noite de 01 de Janeiro, o dia muda de Domingo para Segunda, uma transição normal e habitualmente sem importância nenhuma, a não ser a chatice do fim de semana estar mais perto de acabar. Porém para aqueles que como nós seguem o calendário Gregoriano isso não  é bem assim.

 

Algures num passado distante foi decidido que esse momento termina o Ano Velho e começa o Novo Ano.

 

É um segundo revestido de um simbolismo muito especial se tivermos em conta toda a energia e recursos que geralmente investimos na sua celebração. É o momento em que paramos, olhamos para trás, fazemos balanços e estabelecemos um novo conjunto de resoluções.

 

Porquê fazemos tudo isso?

 

Em tempos li um artigo que dizia que essa necessidade resultava de algo muito enraizado em nós, a nossa motivação para sobreviver. E se pensar bem, isso faz todo o sentido.

 

Esta celebração (a par do nosso aniversário) proporciona-nos a chance de celebrar mais 365 dias vividos, de erguer os nossos copos em brinde e dizer “mais um ano, e ainda aqui estamos!”

 

E as resoluções de Ano Novo? Nada mais são que um exemplo do desejo humano universal de controlar aquilo que está por vir. Para nós é difícil aceitar que o futuro é algo incerto e imprevisível. Daí planeamos comer melhor, fazer dieta, mais exercício físico, parar de fumar, passar mais tempo com aqueles que amamos, poupar mais, viajar…

 

Tudo aquilo que achamos que nos vai ajudar a (sobre)viver mais tempo nesta Terra.

 

Os rituais de boa sorte são outro bom exemplo. Cada país e cultura tem os seus. Em Portugal comemos 12 passas e pedimos 12 desejos, em Espanha comem uvas, os Holandeses comem rosquinhas porque para eles o circulo é um símbolo de sucesso, no Rio de Janeiro vestem-se de branco e entregam flores ao mar para dar sorte … enfim, fazemos o que podemos para sentir que vamos ficar mais seguros e prosperar na vida. É fascinante!

 

Os U2 tem uma canção intitulada“New Year’s Day” em que dizem “ nada muda no dia de Ano Novo” e eles até podem ter razão, mas a verdade é que mesmo que muitos objectivos e resoluções fiquem pelo caminho e não se concretizem ao longo do ano, ainda assim eu acho positivo fazer o balanço e traçar metas para que o nosso futuro seja melhor. Pode ser um mecanismo de sobrevivência mas comigo tem resultado bem.

 

As minhas prioridades e alguns dos objectivos pessoais que pus na lista de Ano Novo do último ano (e que a equipa do Sapo, que desde já agradeço, teve para minha surpresa, a bondade de destacar no topo do meu blog) concretizaram-se e Deus sabe que depois de mudar de vida eu bem precisava de sentir alguma segurança (imaginária ou não), por isso venham de lá essas passas, os nossos desejos e o champanhe e vamos todos brindar a 2018!

 

Que este seja o melhor ano das nossas vidas! (até aqui é claro!) 😀


Tchau!
Travellight

Sex | 29.12.17

COCKTAIL DE CHAMPANHE E TORANJA VERMELHA PARA BRINDAR A CHEGADA DO NOVO ANO

Blood-Orange-Champagne-Mule-1.jpg

 

E aí estamos queridos amigos, quase no final de 2017!

 

Para animar a festa de Fim de Ano deixo-vos a receita de um cocktail de champanhe bem original que experimentei à pouco tempo e adorei.

 

Foto e receita tirada com adaptações do site halfbakedharvest.com

 

INGREDIENTES

sumo de 1/2 toranja vermelha
sumo de 1/2 lima
30 ml de vodka
folhas de hortelã
Champanhe


PREPARAÇÃO

Num copo, misture o sumo de laranja, sumo de limão e a vodka. Adicione o champanhe e decore com uma fatia de toranja vermelha e menta fresca.

 

Desejo a todos um excelente Fim de Ano e um 2018 cheio de saúde, sucesso, e claro, muitas viagens! 😀

 

Tchau!

Travellight

 

 

Ter | 19.12.17

POUSADA FORTE DE SÃO SEBASTIÃO EM ANGRA DO HEROISMO

P9080015.JPG

 

Situada num antigo forte convertido em hotel, a 10 minutos a pé do centro da cidade de Angra do Heroísmo, a Pousada Forte de São Sebastião é uma excelente opção para quem procura um alojamento de qualidade na ilha Terceira, Açores.

 

O lugar é tão bonito que tu sentes-te privilegiada quando acordas aqui e vês o sol a erguer-se por cima das rochas e do mar.

 

fullsizeoutput_1f59.jpeg


As vistas são maravilhosas!

 

P9080001.JPG

P9080006.JPG

P9080007.JPG

fullsizeoutput_1f5c.jpeg

 

A piscina exterior apesar de parecer grande nesta foto, é na verdade bastante pequena...

 

P9080038.JPG

 

...Assim como o quarto em que fiquei hospedada. 

 

P9080047.JPG

 

Apesar disso achei que era moderno, confortável e bastante funcional.

 

 

P9080049.JPG

 

O serviço é competente, atencioso e eficiente. A recepção ajuda a organizar passeios para quem está interessado em conhecer a ilha e oferece uns bolinhos caseiros quando os hospedes fazem check-in  - um detalhe que achei delicioso! 😋

 

P9080009.JPG

 

O espaço foi renovado de forma a combinar perfeitamente os elementos históricos do forte com um design arquitectónico actual e moderno.

 

P9080017.JPG

P9080019.JPG

P9090441.JPG

 

Não almocei nem jantei no restaurante do hotel por isso não posso avaliar a sua qualidade mas o buffet de pequeno almoço (que estava incluído no preço do quarto) era bastante bom, variado e tinha algumas delicias Açorianas.

 

P9090075.JPG

P9090078.JPG

 

Se procuram um lugar sossegado para uma escapadinha na Terceira não deixem de considerar a Pousada Forte de São Sebastião Angra do Heroismo.

 

Com certeza vão conseguir passar aqui uns dias bem calmos e agradáveis rodeados pela imensidão do mar e pela beleza da ilha. 

 

P9090069.JPG

 

Tchau!

Travellight

 
Sex | 15.12.17

SANGRIA BRANCA DE ROMÃ E ALECRIM PARA O NATAL

rosemary sangria.jpg

 

 

Muita gente associa esta bebida ao Verão, mas para mim uma sangria combina sempre com festa - qualquer festa! - daí que descobri no blog Bakeaholic Mama uma receita de sangria que não destoa nada na mesa de Natal.

 

Partilho em baixo para aqueles que concordarem comigo e quiserem experimentar 😃

 

INGREDIENTES:

1 garrafa de vinho branco seco
3/4 chávena de bagos de romã
4 ramos de alecrim fresco
1/4 chávena de açúcar
o sumo de 1 limão
o sumo de 1 laranja
1/3 chávena de Triple Sec

 

PREPARAÇÃO:

Num grande jarro, junte todos os ingredientes, misture e coloque no frigorifico por 24 horas.

Antes de servir acrescente gelo.

 
Qui | 14.12.17

O DIA EM QUE O MEU PAI ME DEU O MUNDO DE PRESENTE

map_of_the_world_union_children_hands_love_son_future_fingers-1290949.jpg!d.jpeg

 

Era véspera de Natal. Eu devia ter uns 6 anos e mal podia esperar pela hora de abrir os presentes. Andava de volta da árvore, compunha o menino Jesus no presépio, contava os embrulhos... Já ali estavam alguns para mim, mas eu sabia que os principais ainda estavam por vir.

 

Eu tinha portado-me excepcionalmente bem durante o mês de Dezembro e estava confiante que o Pai Natal ia trazer todos os itens que constavam da minha lista.

 

Em minha casa os presentes só eram abertos na manhã de Natal, assim naquela noite quando a minha mãe me mandou para a cama não resmunguei, nem fiz-me de rogada como era costume. Pelo contrario, apressei-me a lavar os dentes e a deitar-me. Assim o “grande momento” chegava mais depressa.

 

Levei imenso tempo para adormecer, fiquei às voltas na cama a ver se ouvia o Pai Natal chegar, apesar de por essa altura eu já ter fortes dúvidas sobre a sua existência 🤔


A chaminé da minha casa era muito estreita não havia maneira de um homem caber ali, ainda mais um homem grande como o Pai Natal. Aquela história não fazia sentido - a bota não batia com a perdigota, como dizia a minha vizinha do lado - mas enfim, era preciso era que as prendas chegassem, como chegavam, eu depois pensava nisso.

 

6h30 da manhã já eu estava de pé. Corri para a árvore e… Aleluia! Ali estavam eles, os meus tão esperados presentes.


Estava lá a Barbie, estava lá o último jogo da moda mas estava mais uma caixa que era pequena de mais para ser a casa da Barbie que eu tinha pedido… seria só o carro da boneca? não era bem o que eu queria mas não era mau de todo.


Abri a caixa … que decepção… parecia uma bola? não, não era isso… Era um globo, um globo terrestre… 🙁
Ora bolas! Para que é que aquilo servia? O que é que eu ia fazer com aquilo?

 

Nisto o meu pai, ao ver o meu ar triste e decepcionado aproximou-se e perguntou-me o que se passava. “Eu queria a casa da Barbie” choraminguei eu…


O meu pai sentou-me no seu colo e na sua infinita sabedoria disse-me : “Filha para que queres tu uma casa de brinquedo quando podes ter o mundo?”


“Como assim?” - perguntei eu, já a resmungar.

 

O meu pai pegou no globo: “Olha tanta coisa que tu podes descobrir só a olhar para aqui. Apontou para Angola: “Repara, aqui foi onde tu nasceste”, Apontou para Goa: “Aqui, foi onde eu nasci”. Apontou para Portugal: “Nós vivemos aqui agora.”

Apontou para o sul do continente Africano: “Aqui vivem elefantes, girafas e rinocerontes, e aqui a norte estão as pirâmides que tu queres explorar” (quando era miúda eu queria ser arqueóloga).

 

Eu apontei para a China:

“E aqui?”

“Aqui as pessoas falam Chinês e tem uma muralha tão grande, tão grande que se consegue ver do espaço”

Apontei de seguida para os EUA:

“E aqui?”
“Aqui fica a Disneylândia” (outro dos meus sonhos na altura) e foi daqui que saíram os foguetões que pousaram na lua…”

 

E assim por diante… cada ponto que eu indicava o meu pai contava-me uma história ou um facto interessante.

 

Despertou de tal forma a minha imaginação que comecei a olhar para aquele globo de uma maneira totalmente diferente.

 

Hoje parece uma coisa muito simples mas numa altura em que ainda não existia Internet (sim, eu sou do séc. passado 😒) aquele objecto converteu-se num instrumento de educação interactivo que ajudou a despertar a minha curiosidade para tudo o que o mundo tinha para me oferecer.

 

Muitas vezes fiz perguntas ao meu pai sobre determinado país ou pesquisei na Enciclopédia que língua falavam na Islândia ou no Gabão.

 

Este globo, que ainda hoje está ao lado da minha secretária de trabalho de casa, acabou por se transformar numa das mais queridas e importantes memórias que o meu pai me deixou.

 
Qua | 13.12.17

PARLAMENTO EUROPEU PRESENTEIA JOVENS VIAJANTES COM PASSES INTERRAIL

Interrail.jpg

 

Os jovens que vivam na União Europeia e que completem 18 anos, vão poder receber, já em 2018, uma prenda muito especial: Passes Interrail gratuitos!

 

O Parlamento Europeu aprovou recentemente um projecto piloto que começa no ano que vem e que prevê a distribuição de 20 mil passes Interrail por adolescentes de 18 anos.

 

Dar um bilhete de comboio gratuito a todos os europeus de 18 anos não é uma ideia nova. O grupo PPE submeteu-o ao Parlamento Europeu no ano passado. A intenção era que todos os jovens Europeus que celebrassem 18 anos ganhassem um passe de Interrail para que pudessem descobrir a beleza e a diversidade da Europa e assim contribuir para a criação de uma identidade Europeia mais forte.

 

A ideia original foi ligeiramente modificada e o Parlamento Europeu concordou, por agora, com um projecto piloto, a que foi atribuído a verba de 12 milhões de Euros.

 

Com base nos resultados deste projecto, o Passe Interrail para todos (jovens de 18 anos) deve ser definitivamente lançado em 2020.


Os passes Interrail permitirão aos detentores desfrutar de viagens ilimitadas na rede ferroviária da Europa por um período de tempo definido.


Actualmente, um passe Interrail permite que os titulares viajem por 30 países diferentes. Outros modos de transporte serão disponibilizados nos países dos Estados membros que não são abrangidos pelo Interrail, como a Letónia, Chipre e Malta.

 

Apenas os cidadãos da UE de 18 anos ou os que residem legalmente na União Europeia poderão ser contemplados por esta oferta.

 

Para mais informações cliquem aqui!

 
Qua | 13.12.17

NATAL EM NOVA IORQUE

Olá amigos viajantes!

 

Uma das cidades mais incríveis para visitarmos na época de Natal é Nova Iorque. É aquele tipo de cenário que crescemos a ver nos filmes.

 

IMG_2331.jpg

 

O “Sozinho em Casa” e outros (tantos) filmes familiares vem-nos facilmente à cabeça enquanto passeamos pelas suas ruas…


Que bonita fica NYC com as decorações e as luzes de Natal! Se nevar então, o cenário é completo!

 

Se contam passar o Natal na cidade que nunca dorme apontem aí as actividades que não podem perder:


1- Ver as montras de Natal

Esta é uma das minhas preferidas!
Mesmo que não gostem de fazer compras, de certeza que não vão ficar indiferente às maravilhosas montras que nesta altura animam a cidade.
As mais incríveis são habitualmente as do Sacks Fifth Avenue. As deste ano são dedicadas à história da Branca de Neve.

 

 

As montras da Bergdorf Goodman, da Cartier e da Tiffany's também costumam ser espetaculares.

 

 

A propósito, sabiam que agora podem mesmo tomar o pequeno almoço na Tiffany’s e recordar a Aundrey Hepburn neste clássico do cinema? A loja tem um café no piso superior. Acho que já abriu há um tempo, eu é que só agora  descobri 😃

 

 

A Tiffany wonderland. Get into the holiday spirit by visiting our New York flagship store windows. #ATiffanyHoliday

Uma publicação partilhada por Tiffany & Co. (@tiffanyandco) a

 

2 - Patinar na pista de gelo do Rockefeller Plaza.

 

É impossível ir a Nova Iorque na época de Natal e não ir patinar (no meu caso é mais caír 😜) na pista de gelo do Rockefeller Center. A árvore de Natal que fica no centro é uma das maiores atracções da cidade nesta época.


As luzes da árvore são ligadas a 29 de Novembro e permanecem acesas até dia 07 de Janeiro 2018. Também há espectáculos de musica e dança ente as 19h00 e as 21h00, no Rockefeller Plaza. Os bilhetes para patinar podem ser comprados on line aqui 

 

 

Have you experienced the magic of #RockCenterXMAS on the #firstsnow day in New York? 📷: @closalvarado

Uma publicação partilhada por Rockefeller Center (@rockcenternyc) a

 

3- Winter Village no Bryant Park

Este é um dos muitos mercado de artesanato que surgem pela cidade no Inverno. É um dos melhores para encontrar presentes de Natal únicos. Tem também uma pista de gelo onde podemos patinar gratuitamente.

As lojas estão abertas a partir de 28 de outubro até 2 de janeiro de segunda a sexta-feira das 11h às 20h e sábado e domingo das 10h às 20h. A pista é aberta diariamente a partir de 28 de outubro até 4 de março das 8h às 22h, se o tempo o permitir.

 

4- Assistir a um espectáculo clássico de Natal.

Alguns espectáculos transformaram-se em verdadeiros clássicos da época de Natal em Nova Iorque.


É o caso do “Christmas Spectacular” no Radio City Music Hall ou do Ballet “O Quebra-Nozes” no Lincon Center.


Recentemente “Peter and the Wolf” de Isaac Mizarahi no Guggenheim também se transformou num clássico de Natal.
A maioria das pessoas conhece Isaac Mizrahi como designer de moda, mas ele faz mais que isso. Em 2006, ele organizou a sua primeira leitura da peça de Leonard Bernstein's Peter & the Wolf no Museu Guggenheim e teve tanto sucesso que a produção cresceu e todos os anos está melhor e mais elaborada.
Bilhetes e informações estão disponíveis aqui.

 

5- Parar num dos famosos pop-up bares da cidade

Num dia frio, nada melhor que uma bebida para aquecer. os pop-up bares Miracle on 9th Street e Sippin 'Santa, fazem algumas das melhores bebidas sazonais do planeta (experimentem o "Santa-Quila", feito com tequilha, cacau e xerez Pedro Ximene)
O Miracle on 9th Street, está aberto de 23 de Novembro a 24 de Dezembro no 649 East 9th Street. O Sippin 'Santa abre a 27 de Novembro e mantém-se até 24 de Dezembro na 13, First Avenue.

 

 

It’s beginning to look a lot like Christmas. 😊 #frostybottoms #santa #holidayseason #nyc #cocktails

Uma publicação partilhada por Lynsey White (@lynseyw119) a

 

6- Assistir "Christmas Carol" de Charles Dickens no Merchant’s House

 

No final de 1867, Charles Dickens atravessou o Atlântico para durante um mês levar a interpretação do seu clássico de Natal ao público de Nova York. O Merchant's House Museum está a re-encenar esta performance de uma hora para o público moderno. A leitura do clássico é feita à luz de velas num edifício do séc. XIX por um actor que faz o papel de Dickens. Quem chega cedo tem direito a provar uns petiscos e vinho quente. Está em cena até 27 de Dezembro 2017

 

7- Provar uma casinha de gengibre ou bolachas de Natal

As mais lindas casas de gengibre de NY são as da William Poll no nº 1051 da Lexington Avenue e a Bakeri no nº 150 Wythe Ave, Brooklyn, tem (na minha opinião) as melhores bolachas!

 

 

#Coffee and #Christmas cookies 😋 #nyc #bakeri #newyorkcity

Uma publicação partilhada por Travellight (@thetravellightworld) a

  

8- Ver miniaturas de comboios

 

Uma trilha de meio quilometro percorre o Jardim Botânico passando por 150 marcos em miniatura de NYC, como o Empire State Building e o Radio City Music Hall, todos criados com materiais naturais, como folhas, cascas, galhos e bagas.

A exposição está patente desde 22 de Novembro de 2017 até 15 de Janeiro de 2018 e inclui uma homenagem aos parques de diversões e à arquitetura de Coney Island.

 

9- Deem um passeio de carruagem pelo Central Park

 

Se estiver a nevar vão sentir-se dentro de um postal de Natal!

 

 

It’s a winter wonderland in Central Park this weekend. ❄️ Thanks for this photo, @stephgozali!

Uma publicação partilhada por Central Park 🌳 (@centralparknyc) a

 

10 - Vão ver as mais incríveis luzes de Natal no bairro Dyker Heights, em Broklyn.

 

São dezenas de milhares de luzes, pais natais infláveis e bonecos de neve e muita música de Natal. É um espetáculo e tanto!


A melhor altura para ver as luzes é de meados de Dezembro até à véspera de Ano Novo, entre o pôr do sol e as 21 horas. Depois das 21h00 a maioria das casas desliga as luzes.

 

 

Last year we spent the week before Christmas in New York City. One of the many highlights definitely was to the the Christmas lights at Dyker Heights. The people living there get a bit crazy when it comes to Christmas decorations at their houses 😳😳 . . . #diewocheaufinstagram #teamnikon #weihnachtszeit #christmaslights #nightlights #citylights #christmasdecorations #nightshot #nikonusa #what_i_saw_in_nyc #ilovenyc #seetheworld #travelmore #städtetrip #travelcouple #nikond5300 #photographerslife #iamnikon #travelinspiration #reisen #weihnachtszauber #dykerheights #brooklynnights #santaclauseiscomingtotown #nachtaufnahme #lichtermeer #weihnachtsmann #nikon_kings #night_view #nyc_primeshot

Uma publicação partilhada por Blondie & Redbeard on Tour (@blondie.and.redbeard) a

 

As mais vistosas iluminações ficam entre a 11ª e 13ª Avenidas e entre a 83º e a 86º Street.


Para chegar lá apanhem o metro na linha D até 71st St, Brooklyn e depois caminhem 15 minutos para chegar às casas ou apanhem o autocarro B4 em direção a Sheepshead Bay Knapp St e saiam em Bay Ridge Parkway e 12th Avenue.

 

Outra opção é ir numa excursão organizada. A visita guiada dura cerca de 3,5 horas (US $ 50 para adultos, crianças menores de 12 anos $40) que permite explorar as casas tanto a pé quanto de autocarro. Podem comprar os bilhetes on-line aqui.

 

 

 

Tchau!

Travellight

 
 
Ter | 12.12.17

REINO DO NATAL EM SINTRA

Reino_Natal.jpg

 

Um dos eventos festivos que não pretendo perder este ano é o Reino de Natal, no Parque da Liberdade em Sintra.

 

O Parque, no centro histórico de Sintra, transforma-se de 1 a 23 de Dezembro num verdadeiro Reino de magia e encanto cheio de fadas, duendes, renas e bonecos de neve. O Pai Natal, é claro, vai estar lá juntamente com as estrelas e outras decorações de Natal.

 

Há actividades desportivas, workshops, brincadeiras para as crianças, concertos e teatro.

 

Mas este evento não esquece aquilo que é mais importante no Natal: A solidariedade e a partilha.

 

Por isso para entrar neste ambiente especial devemos oferecer um bem alimentar não perecível que depois é entregue a associações de solidariedade social que ajudam famílias carenciadas do conselho de Sintra. Quem quiser pode também entregar ração para animais que vão ajudar instituições de apoio a estes nossos amiguinhos.

 

Durante o mês de Dezembro, se puderem, não deixem de visitar com toda a família, a Vila de Sintra.

 

O Reino do Natal tem o seguinte horário:
Dias de semana (7, 14 e 15 de Dezembro): das 9h00 às 17h00; 
Sábados, domingos, feriados e nos dias 16, 17, 19, 20, 21, 22 e 23 de Dezembro das 11h00 às 19h00.
O Mercado de Natal do Largo Rainha Dona Amélia funciona todos os dias das 10h00 às 18h00.
No Newsmuseum, as crianças e adolescentes são convidados a gravar e partilhar uma reportagem de televisão sobre o Reino do Natal, todos os dias, das 9h30 às 18h00.

 

Podem encontrar o programa completo do Reino de Natal e de todas as outras actividades Natalícias do conselho de Sintra aqui

 

Destaco o bailado clássico Giselle no Centro Cultural Olga Cadaval, o vídeo mapping “Oficina do Natal” projectado nas fachadas exteriores do Palácio Nacional de Queluz e o Concerto para bebés “Manhã de Natal” no Palácio de Monserrate.

Mas há muito mais para ver e fazer por isso não deixem de espreitar 😃

 

Tchau!

Travellight

 

 
Seg | 11.12.17

ÁRVORES DE NATAL DE ARROZ TUFADO

550_RU215282.jpg

 

 

É Natal! É Natal! 


Pois é amigos, eu levo um tempo a entrar no espírito Natalício mas depois ninguém me atura!

 

Tenham por isso paciência e preparem-se para uma série de posts festivos 😀

 

Começo com uma receita super simples e super divertida que podem fazer junto com os miúdos aí de casa: Árvores De Natal De Arroz Tufado 🎄

 

INGREDIENTES

(para 18 árvores)

 

285 gr de marshmallows (de preferência brancos)

3 colheres de sopa de manteiga sem sal

Corante alimentar verde

6 chávenas de cereais Rice Krispies da Kellogg’s ou qualquer outro cereal de arroz tufado

Granulados coloridos para decoração de bolos

18 Bombons de Chocolate Cups Avelã da Nestlé ou outros semelhantes

Um pouco de chocolate de culinária para derreter


PREPARAÇÃO

Junte os marshmallows e a manteiga numa tigela de vidro grande e coloque no micro-ondas até derreter, cerca de 1 minuto deve chegar. Mexa até ficar homogéneo. Adicione o corante verde e depois os cereais. Mexa até os cereais estarem bem revestidos de cor.

 

Deixe esfriar cerca de 5 minutos. Passe manteiga nas mãos, retire uma grande colher de mistura de arroz e comece a enrolar até formar uma bola. É muito pegajoso no início, mas depois de alguns momentos começa a ser mais manejável, nessa altura pressione e vá modelando até ficar com a forma de um pequeno cone.

 

Repita até acabar a mistura de cereal e depois decore cada uma das “árvores” a gosto com os granulados coloridos. Se as decorações não estiverem a pegar bem ao cereal, derreta um pouco de chocolate de culinária e use para “colar” as decorações na árvore.

 

Por fim coloque a árvore em cima do bombom (virado ao contrário) usando mais um pouco de chocolate derretido para que fique bem “colado”

 

Et voilá! Agora é só comer 😋…
… ou se quiserem podem embrulhar em papel transparente, colocar um lacinho e oferecer aos vossos amigos 😀

 

Receita retirada com adaptações do site Family Circle

 

 
Qua | 06.12.17

GIBANICA

PrekmurskaGibanica1.JPG

 

O Gibanica é um bolo por camadas tradicional da região dos Balcãs. Diferentes variações deste doce são  encontradas na Sérvia, Macedónia e Bulgária, mas o Gibanica original é, por definição, o bolo nacional da Eslovénia, e é esta receita que hoje partilho convosco.

 

É trabalhoso de fazer por causa das várias camadas mas no final vale a pena, fica mesmo uma delicia 😋

 

Experimentem e vão ver! 😃

 

MASSA PARA A BASE:
. 300 gr de farinha de trigo
. 150 ml de leite
. 1 gema
. 3 colheres de sopa de natas
. uma pitada de sal

 

MASSA FOLHADA:
. 500 gr de farinha de trigo
. 1 ovo
. água morna
. 2 colheres de óleo
. sumo de um limão pequeno
. uma pitada de sal

 

RECHEIO DE SEMENTES DE PAPOILA

. 150 gr de sementes moídas de papoila
. 50 gr de açúcar
. 8 gr de baunilha em pó
. 100 ml de leite

 

RECHEIO DE NOZES

. 250 gr de nozes
. 50 gr de açúcar
. 150 ml de leite
. 8 gr de baunilha em pó
. canela à gosto

 

RECHEIO DE MAÇÃ

. meio quilo de maçãs sem casca
. sumo e raspas de um limão pequeno
. 30 gr de açúcar
. canela a gosto

 

RECHEIO DE QUEIJO DE RICOTA

. 1 gemas de ovo
. 2 colheres de sopa de natas
. passas de uva a gosto
. açúcar a gosto
. 500 gr de queijo ricota

 

200 gr de manteiga derretida para pincelar.

 

MODO DE PREPARO:

- Massa para a base:
Faça uma massa homogénea e deixa-a descansar durante meia hora. Abra depois a massa até o tamanho da forma de bolo. Unte a forma com manteiga e coloque a massa dentro.

 

- Massa folhada:
Misture os ingredientes de maneira a que a massa fique homogénea. Separe a massa em 3 pedaços e estique cada um, deixando a massa bem fina e do tamanho da sua forma. Repita e depois cubra as 3 camadas de massa folhada com um pano húmido para não secar. Deixa descansar por meia hora.

 

- Recheio de semente de papoila
Ferva o leite e junte as sementes de papoila moídas, o açúcar e a baunilha.

 

- Recheio de nozes:
As nozes devem ser moídas e adicionadas ao leite. Junte depois o açúcar, a baunilha e a canela e misture tudo. O recheio deve ficar cremoso.

 

- Recheio de maçã:
Rale as maçãs descascadas, adicione o açúcar, a canela e o limão.

 

- Recheio do queijo ricota:
Amasse a ricota com um garfo, misture bem a gema de ovo e a nata, as passas e o açúcar.

 

Pré-aqueça o forno durante uma hora e meia.

 

Após a massa de base ter sido colocada na forma coloque 1 cm de recheio de semente de papoila e pincele com uma fina camada de manteiga derretida. Em seguida, coloque uma camada de massa folhada. Pincele novamente a massa folhada com um fina camada de manteiga derretida. Em seguida, coloque 1 cm de camada do recheio de ricota e mais uma camada da massa folhada. Mais uma vez pincele a massa folhada com manteiga derretida.

 

A próxima camada é de recheio de nozes. Cubra o recheio de nozes com a massa folhada. Pincele a massa folhada com uma fina camada de manteiga derretida. Adicione, então, uma camada de recheio de maçã. Deve-se repetir esse processo duas vezes..

 

Asse no forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 75 minutos.

 

Retire o Gibanica do forno e polvilhe toda a superfície com uma fina camada de açúcar.

 

Receita original retirada daqui

 

 
 

Pág. 1/2