Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

Qua | 22.09.21

10 lugares para visitar em Espanha neste outono

Há muitas razões para visitar a Espanha no outono, há menos turistas, as temperaturas são amenas. Os dias continuam longos e as atrações e acomodações são mais baratas. O país celebra o seu feriado nacional mais importante — o Día de la Hispanidad a 12 de Outubro e há celebrações por todo o país.

O outono é uma ótima época para visitar Espanha, principalmente se decidirem viajar para um destes lugares:

Val d'Aran

OTOÑO_2_@val_d'aran_photosFoto: Visit Valdaran

A explosão cromática que ocorre nas florestas aranesas com a chegada do outono oferece-nos algumas das paisagens mais magníficas e idílicas que podemos desfrutar em Espanha. O cenário torna-se avermelhado, ocre e dourado por causa das abundantes espécies caducas, como faias e carvalhos, enquanto os picos das montanhas começam a tingir-se de branco com as primeiras neves.

Os dias claros e ensolarados são especialmente agradáveis para desfrutar da natureza à luz do outono e das pitorescas aldeias Aran, assim como as igrejas da Rota Românica de l'Aran.

É também um bom momento para passeios a pé ou de bicicleta (que podem ser longos demais para um dia quente de verão) e para conhecer a gastronomia e o artesanato popular nas feiras que se realizam em Bossòst, Les, Salardú e Vielha.

Penedés

DO_CAVA_Vinedo_Otono.width-1400Foto: Cava.wine

A região vinícola de Penedès, onde o Cava — a resposta da Espanha ao champanhe — é produzido, fica a menos de uma hora de carro de Barcelona.

Com edifícios históricos e longos trechos de vinha, esta região pitoresca é uma visita obrigatória. Nesta época do ano as uvas estão prontas para a vindima, pelo que as visitas às regiões vitivinícolas e as degustações de vinho devem fazer parte do roteiro de outono.


Parque Nacional de Ordesa y Monte Perdido

14.-Valle-de-Ordesa-3.-Fernando-GalindoFoto: Sobrarbe Digital

A norte de Huesca, nos Pirineus de Aragón, os amantes da montanha encontrarão um Parque Nacional único na Espanha: o de Ordesa y Monte Perdido.  Quatro vales (Añisclo, Escueta, Ordesa e Picuaín) e um pico, o Monte Perdido, compõem um cenário magnifico onde convivem diferentes ecossistemas. É um paraíso natural com pradarias, enormes bosques, incríveis glaciares, neves eternas e uma singular paisagem forjada durante milhares de anos. É a seção mais espetacular dos Pirenéus espanhóis e as cores outonais profundas das florestas antigas de Ordesa, além das suas incríveis formações rochosas, fazem certamente deste Património Mundial da UNESCO um forte candidato a melhor destino de outono.

Castañar de el Tiemblo

castañar-de-el-tiemblo-con-niebla-28Foto: Explora Tu Ruta

Uma visita a esta encantadora floresta de castanheiros perto de Ávila é um passeio perfeito de um dia, saindo de Madrid. Se o vosso objetivo é ver as cores do outono em toda a sua glória, este é um lugar fabuloso para assistir ao espectáculo de castanhos, vermelhos e dourados da estação.
O espaço está inserido na Reserva Natural Valle de Iruelas, e é um dos mais espetaculares, antigos e mais bem preservados bosques de castanheiros da Europa.

Sierra de Aracena

JGB7103Foto: Casa Rural Aracena

Esta é a Andaluzia que poucos conhecem bem, uma paisagem antiga com florestas e caminhos que proporcionam alguns dos passeios mais agradáveis ​​de Espanha. O melhor de tudo é que Aracena fica a pouco mais de uma hora do centro de Sevilha, o que a torna o refúgio de outono perfeito para quem mora ou está de visita à cidade. Ah, e o jamón ibérico local está entre os melhores da Espanha!

Numa ondulação de colinas arborizadas que partem da vila de Aracena em direcção à fronteira com Portugal, a reserva natural Sierra de Aracena e Picos de Aroche não só protege a paisagem como também o espaço onde são produzidos famosos presuntos, queijos de cabra e de ovelha, mel de flor silvestre e cogumelos silvestres.

Cartagena

es-region-of-murciaFoto: Itinari.com

A região de Múrcia, na Espanha, é tristemente esquecida por muitos turistas, mas as pessoas estão a começar a descobrir os prazeres da adorável Cartagena. Com temperaturas máximas médias de 21 graus em novembro, mais de 2.000 anos de história e um teatro romano como prova, este é um sucesso garantido para os viajantes do outono. Um festival de jazz durante a maior parte de novembro só aumenta o seu apelo.

Sierra de Francia

otono-en-sequeros-sierra-de-francia-salamanca-89813-xlFoto: Turismo de Observacion

Apesar do nome, esta região não tem nada a ver com a França e, na verdade, fica mais perto da fronteira portuguesa em Castela e Leão. Este belo canto da Espanha está cheio de florestas, riachos e aldeias históricas escondidas como La Alberca.

Raramente visitada por turistas, esta é uma parte única do país e é particularmente bonita no outono.

Parque Natural Gorbea

16026850354742Foto: El Mundo

Se procuram as cores do outono, sigam para o norte, em direção à floresta Otzarreta, localizada no Parque Natural ao redor do Monte Gorbea, no País Basco. É um dos melhores lugares da Espanha para ver a mudança de cores quando a paisagem se transforma numa paleta de vermelhos vibrantes, amarelos e castanhos profundos.

Las Medulas

leon-bierzo-las-medulas-orellan-003Foto: Guias Viajar

Esta incrível paisagem na fronteira entre a Galiza e Castela e Leão vale muito a pena conhecer. Outrora a mina de ouro mais importante do Império Romano, os arqueólogos também descobriram vários assentamentos romanos nas proximidades. Com a sua terra vermelha e colinas arborizadas, é um ótimo lugar para desfrutar de passeios outonais.

La Rioja

marquesFoto: Revista El Conocedor

Em La Rioja, uma pequena região no norte da Espanha, é fácil sentirmo-nos um pouco atordoados - e não é apenas pela quantidade interminável de grandes vinhos (há cerca de 1.200 viticulturas em La Rioja). É também pelo cenário, principalmente no outono. É pelas belas fileiras de oliveiras e vinhas que marcam cada colina, pelas aldeias medievais muradas cujos castelos coroam as falésias mais altas; Pelos céus azul claros que num dia de sol contrastam com a rica tapeçaria formada pelas folhas douradas e vermelhas que caem no chão.

Para os que preferem a arquitetura moderna às sinuosas ruas do centro histórico de Logroño — a capital de Rioja, a região também não decepciona. Trabalhos de Santiago Calatrava, Frank Gehry e Zaha Hadid, surgem da paisagem rural como naves espaciais futuristas transplantadas de outra dimensão. Para os foodies, também há chefs com estrelas Michelin como Ignacio Echapestre em Venta Moncalvillo e Francis Paniego em El Portal del Echaurren que oferecem versões inovadoras da cozinha tradicional basca.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.