Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

PELAS MONTANHAS DE CUBA

Olá amigos viajantes!

 

Durante uma estadia em Varadero em Cuba resolvi conhecer um pouco mais deste lindo país e marquei um tour que me levou às montanhas de Escambray no Parque Natural Topes de Collantes e ao Parque Nacional Guanayara. O tour incluía também uma visita a Trinidad (mas isso conto-vos noutro dia)

 

64 Cuba - Trinidad - Sierra del Escambray - Embals

 

 

A aventura começou bem cedo com um voo de cerca de 1 hora num helicóptero russo Mi-8.

A experiência logo ali tornou-se interessante porque o helicóptero fazia lembrar-me aqueles filmes de guerra porque voava com a porta aberta.


Eu que quis ficar sentada bem na frente da porta podia sentir o meu coração a bater mais forte enquanto o vento soprava na minha cara e o horizonte se desenhava na minha frente sem qualquer interferência de portas ou janelas.

 

301ac_-_Aerogaviota_Mil_Mi-8P_CU-H1424@BCA;24.06.2

73760007.jpg

73760006.jpg

 

maxresdefault.jpg

O helicóptero aterrou em Topes de Collantes e de lá fomos transferidos por um velho caminhão do exercito para o Parque Nacional Guanayara. O trajecto durou cerca de 45 minutos e devo confessar que a minha coluna sofreu um pouco naquelas estradas acidentadas e sinuosas 😜

 

73760013.jpg

 

No caminho, paramos algumas vezes para apreciar a vista deslumbrante enquanto o nosso guia dava-nos algumas informações sobre Topes de Collantes e sobre a Sierra del Escambray.

 

73760009.jpg

 

 

Topes de Collantes, que literalmente podemos traduzir por Collantes Altos fica 800 metros acima do nível do mar e juntamente com o pico Potrerillo e o pico de San Juan estão localizados na faixa de Escambray.

 

Estas montanhas são compartilhadas pelas três províncias centrais da ilha; Villa Clara, Cienfuegos e Sancti Spiritus.

 

104e1bcbd900c67a23721dbc719f97b5.jpg

 

Os ventos húmidos provenientes do Oceano Atlântico fazem da face norte destas montanhas um luxuoso refúgio para plantas e animais, enquanto a face Sul, mais seca, para alem de albergar importantes ecossistemas é ainda a casa de dois Patrimónios Mundiais da UNESCO - O Valle de Los Ingenios (Vale dos Moinhos de Açúcar), e a cidade de Trinidad, ambos excelentes exemplos da Cuba colonial do século XVII.

 

Uma vez chegados ao Parque Nacional Guanayara os nossos guias fizeram uma breve introdução e em seguida começamos a nossa caminhada pela floresta tropical.

 

A caminhada não é muito difícil, mas em alguns sítios temos de atravessar riachos e passar por cima de troncos por isso convém usar calçado que não seja escorregadio.

 

36cbf3eb014f7c939f3c47369d25dd0c.jpg

 

Ao longo do trilho explicaram-nos muita coisa sobre as plantas locais e foram mostrando algumas mais especiais que tinham propriedades curativas. Vimos também muitas flores silvestres coloridas e pássaros como o Tocororo. Este pássaro é considerado símbolo nacional em Cuba porque as suas penas são da mesma cor que a bandeira cubana: vermelho, azul e branco. O seu nome deriva do som que faz quando canta : "toco-toco-tocoro-tocoro”😊

 

121003785.aX0z0jbl.jpgTopes de Collantes Parque Guanayara Cuba (86).JPG

Durante o passeio eu peguei numa flor bonita grande que já estava caída no chão (não arranquei) e coloquei na minha blusa e então aconteceu uma coisa linda - um beija-flor pequenino veio direito a mim e tentou pousar na flor - eu nem queria acreditar! Fiquei tão feliz😃

Foi rápido demais para tirar foto infelizmente, mas é uma memória que guardo com muito carinho.

 

Paramos depois nas quedas de água El Salto de Rocio.

73760018.jpg

73760015.jpg

73760019.jpg

Esta cascata não é muito grande e tem uma pequena piscina na parte inferior mas o melhor sitio para tomar banho é numa lagoa que fica um pouco mais à frente.

 

Esta linda piscina natural é ideal para um mergulho rápido. A água é muito fria, e quando lá chegamos começou a chuviscar mas o dia estava muito quente e abafado por isso um mergulho na lagoa foi bastante agradável e refrescante. Os mais aventureiros podem balançar-se numa liana e mergulhar. Eu como não tenho vocação para Tarzan (ou Jane) e sou super friorenta preferi entrar na água por meios mais tradicionais - descendo as escadinhas de madeira que instalaram no local bem de-va-ga-ri-nho para não entrar em choque térmico 😜

 

73700013.jpg

73700019.jpg

 

Ao longo da trilha para El Rocio podemos ver também uma plantação de café, uma grande caverna (que não cheguei a visitar) e diversas outras quedas de água. Finalmente no final da trilha encontramos um restaurante - Casa Gallega- onde se come bem.

 

A comida é simples - frango assado, arroz e batata - mas o frango era tenrinho e saboroso e depois daquela caminhada o apetite era mais que muito por isso tudo sabe bem.

 


Realmente gostei muito do dia que passei no Parque Nacional Guanayara, espero que vocês tenham gostado de ler sobre ele!

maxresdefault.jpg

Tchau!
Travellight