Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

AIRE ANCIENT BATHS I NOVA IORQUE

nycancientbath3.jpg

  FOTO: Aire Ancient Baths 

 

Na minha última viagem a Nova Iorque aproveitei para relaxar uns momentos no Aire Ancient Baths, conhecido por ser um dos melhores SPA’s Urbanos da cidade Eu já tinha experimentado um SPA deste grupo em Barcelona (também existe um em Sevilha e outro em Almeria) e gostei, por isso quis ver se em NY a qualidade se mantinha, e não me desiludi.

 

Olhando para o edifício por fora ninguém diz que aquele lugar é um oásis de calma e paz no coração agitado da Lower Manhattan.

 

fullsizeoutput_20d6.jpeg

  FOTO: Aire Ancient Baths 

 

Situado numa rua secundária de Tribeca, entre lojas de móveis e restaurantes de bairro, o SPA está instalado numa antiga fábrica de têxteis.

 

O projecto, desenhado pelo gabinete de arquitectura Espanhol, Alonso Balaguer y Arquitectos evoca os antigos banhos públicos Romanos. Durante a renovação todo o interior foi removido para expor paredes de tijolos vermelhos, colunas de ferro fundido e tectos altos com vigas de madeira.

 

Aire NY 1.jpg

 

A área da recepção é um salão confortável, decorado em estilo contemporâneo com apontamentos Marroquinos e  enormes janelas de vidro.

 

Aire NY 2.jpg

Depois da inscrição uma assistente encaminha-nos para um vestiário onde nos são entregues uma toalha, roupão e chinelos à prova de água para evitar quedas no chão molhado.


Quando descemos as escadas até aos pisos inferiores deparamos-nos com um subterrâneo repleto de piscinas e iluminados pela luz de velas, lanternas e candelabros. Temos a sensação de entrar noutro mundo.

 

fullsizeoutput_20d0.jpeg

 

O spa só permite um número limitado de pessoas de cada vez por isso a única coisa que ouvimos é uma suave e relaxaste música que ajuda a afastar de vez todo e qualquer stress.


O ritual de banho é dividido por várias piscinas com diferentes temperaturas e por um banho turco. Existem ainda gabinetes de massagem e variados tratamentos (incluindo tratamentos vinoterápicos). 

 

Aire NY 4.jpgAire NY 5.jpg

 

Se ficarmos com sede enquanto flutuamos nas piscinas podemos pedir um chá ou água gelada, ou escolher, de um menu, um dos vários sumos ou batidos de frutas.

 

O Tepidarium, uma das piscinas quentes, é óptima para casais, pois há pequenos cantos e recantos onde podemos ter privacidade. Mas a minha preferida foi a piscina de água salgada onde flutuamos sem qualquer dificuldade.

 

A massagem também foi perfeita e profundamente relaxante.

 

fullsizeoutput_20cb.jpeg

 

Acho que nunca me senti tão em paz nesta cidade como me senti aqui. É uma experiência que recomendo a quem quiser relaxar um pouco depois da correria e de todo o sightseeing que habitualmente acompanha uma visita a Nova Iorque.

 

Esta foi sem dúvida uma experiência Nova Iorquina bem diferente daquela que relatei no blog do Triptofano, (se tiverem curiosidade leiam aqui).

 

Para mais informações e reservas sobre o SPA consultem o site do Aire Ancient Baths

 

Tchau!
Travellight

NATAL EM NOVA IORQUE

Olá amigos viajantes!

 

Uma das cidades mais incríveis para visitarmos na época de Natal é Nova Iorque. É aquele tipo de cenário que crescemos a ver nos filmes.

 

IMG_2331.jpg

 

O “Sozinho em Casa” e outros (tantos) filmes familiares vem-nos facilmente à cabeça enquanto passeamos pelas suas ruas…


Que bonita fica NYC com as decorações e as luzes de Natal! Se nevar então, o cenário é completo!

 

Se contam passar o Natal na cidade que nunca dorme apontem aí as actividades que não podem perder:


1- Ver as montras de Natal

Esta é uma das minhas preferidas!
Mesmo que não gostem de fazer compras, de certeza que não vão ficar indiferente às maravilhosas montras que nesta altura animam a cidade.
As mais incríveis são habitualmente as do Sacks Fifth Avenue. As deste ano são dedicadas à história da Branca de Neve.

 

 

As montras da Bergdorf Goodman, da Cartier e da Tiffany's também costumam ser espetaculares.

 

 

A propósito, sabiam que agora podem mesmo tomar o pequeno almoço na Tiffany’s e recordar a Aundrey Hepburn neste clássico do cinema? A loja tem um café no piso superior. Acho que já abriu há um tempo, eu é que só agora  descobri 😃

 

 

A Tiffany wonderland. Get into the holiday spirit by visiting our New York flagship store windows. #ATiffanyHoliday

Uma publicação partilhada por Tiffany & Co. (@tiffanyandco) a

 

2 - Patinar na pista de gelo do Rockefeller Plaza.

 

É impossível ir a Nova Iorque na época de Natal e não ir patinar (no meu caso é mais caír 😜) na pista de gelo do Rockefeller Center. A árvore de Natal que fica no centro é uma das maiores atracções da cidade nesta época.


As luzes da árvore são ligadas a 29 de Novembro e permanecem acesas até dia 07 de Janeiro 2018. Também há espectáculos de musica e dança ente as 19h00 e as 21h00, no Rockefeller Plaza. Os bilhetes para patinar podem ser comprados on line aqui 

 

 

Have you experienced the magic of #RockCenterXMAS on the #firstsnow day in New York? 📷: @closalvarado

Uma publicação partilhada por Rockefeller Center (@rockcenternyc) a

 

3- Winter Village no Bryant Park

Este é um dos muitos mercado de artesanato que surgem pela cidade no Inverno. É um dos melhores para encontrar presentes de Natal únicos. Tem também uma pista de gelo onde podemos patinar gratuitamente.

As lojas estão abertas a partir de 28 de outubro até 2 de janeiro de segunda a sexta-feira das 11h às 20h e sábado e domingo das 10h às 20h. A pista é aberta diariamente a partir de 28 de outubro até 4 de março das 8h às 22h, se o tempo o permitir.

 

4- Assistir a um espectáculo clássico de Natal.

Alguns espectáculos transformaram-se em verdadeiros clássicos da época de Natal em Nova Iorque.


É o caso do “Christmas Spectacular” no Radio City Music Hall ou do Ballet “O Quebra-Nozes” no Lincon Center.


Recentemente “Peter and the Wolf” de Isaac Mizarahi no Guggenheim também se transformou num clássico de Natal.
A maioria das pessoas conhece Isaac Mizrahi como designer de moda, mas ele faz mais que isso. Em 2006, ele organizou a sua primeira leitura da peça de Leonard Bernstein's Peter & the Wolf no Museu Guggenheim e teve tanto sucesso que a produção cresceu e todos os anos está melhor e mais elaborada.
Bilhetes e informações estão disponíveis aqui.

 

5- Parar num dos famosos pop-up bares da cidade

Num dia frio, nada melhor que uma bebida para aquecer. os pop-up bares Miracle on 9th Street e Sippin 'Santa, fazem algumas das melhores bebidas sazonais do planeta (experimentem o "Santa-Quila", feito com tequilha, cacau e xerez Pedro Ximene)
O Miracle on 9th Street, está aberto de 23 de Novembro a 24 de Dezembro no 649 East 9th Street. O Sippin 'Santa abre a 27 de Novembro e mantém-se até 24 de Dezembro na 13, First Avenue.

 

 

It’s beginning to look a lot like Christmas. 😊 #frostybottoms #santa #holidayseason #nyc #cocktails

Uma publicação partilhada por Lynsey White (@lynseyw119) a

 

6- Assistir "Christmas Carol" de Charles Dickens no Merchant’s House

 

No final de 1867, Charles Dickens atravessou o Atlântico para durante um mês levar a interpretação do seu clássico de Natal ao público de Nova York. O Merchant's House Museum está a re-encenar esta performance de uma hora para o público moderno. A leitura do clássico é feita à luz de velas num edifício do séc. XIX por um actor que faz o papel de Dickens. Quem chega cedo tem direito a provar uns petiscos e vinho quente. Está em cena até 27 de Dezembro 2017

 

7- Provar uma casinha de gengibre ou bolachas de Natal

As mais lindas casas de gengibre de NY são as da William Poll no nº 1051 da Lexington Avenue e a Bakeri no nº 150 Wythe Ave, Brooklyn, tem (na minha opinião) as melhores bolachas!

 

 

#Coffee and #Christmas cookies 😋 #nyc #bakeri #newyorkcity

Uma publicação partilhada por Travellight (@thetravellightworld) a

  

8- Ver miniaturas de comboios

 

Uma trilha de meio quilometro percorre o Jardim Botânico passando por 150 marcos em miniatura de NYC, como o Empire State Building e o Radio City Music Hall, todos criados com materiais naturais, como folhas, cascas, galhos e bagas.

A exposição está patente desde 22 de Novembro de 2017 até 15 de Janeiro de 2018 e inclui uma homenagem aos parques de diversões e à arquitetura de Coney Island.

 

9- Deem um passeio de carruagem pelo Central Park

 

Se estiver a nevar vão sentir-se dentro de um postal de Natal!

 

 

It’s a winter wonderland in Central Park this weekend. ❄️ Thanks for this photo, @stephgozali!

Uma publicação partilhada por Central Park 🌳 (@centralparknyc) a

 

10 - Vão ver as mais incríveis luzes de Natal no bairro Dyker Heights, em Broklyn.

 

São dezenas de milhares de luzes, pais natais infláveis e bonecos de neve e muita música de Natal. É um espetáculo e tanto!


A melhor altura para ver as luzes é de meados de Dezembro até à véspera de Ano Novo, entre o pôr do sol e as 21 horas. Depois das 21h00 a maioria das casas desliga as luzes.

 

 

Last year we spent the week before Christmas in New York City. One of the many highlights definitely was to the the Christmas lights at Dyker Heights. The people living there get a bit crazy when it comes to Christmas decorations at their houses 😳😳 . . . #diewocheaufinstagram #teamnikon #weihnachtszeit #christmaslights #nightlights #citylights #christmasdecorations #nightshot #nikonusa #what_i_saw_in_nyc #ilovenyc #seetheworld #travelmore #städtetrip #travelcouple #nikond5300 #photographerslife #iamnikon #travelinspiration #reisen #weihnachtszauber #dykerheights #brooklynnights #santaclauseiscomingtotown #nachtaufnahme #lichtermeer #weihnachtsmann #nikon_kings #night_view #nyc_primeshot

Uma publicação partilhada por Blondie & Redbeard on Tour (@blondie.and.redbeard) a

 

As mais vistosas iluminações ficam entre a 11ª e 13ª Avenidas e entre a 83º e a 86º Street.


Para chegar lá apanhem o metro na linha D até 71st St, Brooklyn e depois caminhem 15 minutos para chegar às casas ou apanhem o autocarro B4 em direção a Sheepshead Bay Knapp St e saiam em Bay Ridge Parkway e 12th Avenue.

 

Outra opção é ir numa excursão organizada. A visita guiada dura cerca de 3,5 horas (US $ 50 para adultos, crianças menores de 12 anos $40) que permite explorar as casas tanto a pé quanto de autocarro. Podem comprar os bilhetes on-line aqui.

 

 

 

Tchau!

Travellight

 
 

CENTRAL PARK NO OUTONO

Olá amigos viajantes!

 

Nova Iorque é uma das cidades mais bonitas que podemos visitar no Outono e o Central Park é talvez um dos parques mais românticos do mundo nesta estação.

 

Southwest_corner_of_Central_Park,_looking_east,_NY

 

Acompanhem-me num passeio virtual pelos seus caminhos e deixem-se deslumbrar pelos maravilhosos tons de vermelho, laranja e amarelo que criam um caleidoscópio de cores vibrantes que nos fazem sonhar.

 

Digitalizar0052.jpg

Qualquer alma poética fica sem fôlego perante o esplendor destas cores mágicas!

  

centralparkboats.jpg

545b93fd35a91eee7e795f1e_bow-bridge-central-park-n


Todos os anos o Central Park é o destino preferido de famílias, casais, crianças e turistas e, para os interessados, há a possibilidade de fazer um tour pelo parque com um guia oficial.

 

De entre os vários tours disponíveis destaco estes 3:

 

1- Citifari - Passeio que nos mostra como fotografar no parque e escolher os seus melhores ângulos; 


2- TV Sites - Passeio por locais no parque que serviram de cenário a famosas séries televisivas;


3- Hidden Secrets - Passeio por caminhos alternativos do parque e por suas belezas menos conhecidas, como por exemplo, as quedas de água ou o Belvedere Castle.

 

fall_colors_new_york_city.jpg

conservatory-garden.jpg

waterfall-in-the-loch.jpg

Digitalizar0051.jpg

 

Os mais românticos podem optar por passear de carruagem ou de pedicab (uma espécie de riquexó empurrado por uma bicicleta) 

 

h9.jpg

Podem ainda passear de barco no lago ou alugar uma bicicleta.

 

Central_Park_(8187636206).jpg

2910-Central_Park-Conservatory_Pond.jpg

O contraste entre a vegetação e as torres altas de Manhattan tornam o cenário ainda mais espectacular!

 

New_York_(112).jpg

 

Digam lá se não concordam comigo, não é mesmo um parque super romântico?

 

 

Digitalizar0008.jpg 

Espero que tenham gostado do passeio!

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook.

 

Tchau!

Travellight

 

 

 

 

 

 

 

UM MUSEU TÃO BOM, TÃO BOM, QUE ATÉ DEIXA-TE CAÇAR POKÉMONS LÁ DENTRO

Olá amigos viajantes!

Se são loucos por viagens e pelo Pokémon Go e se por acaso até vão visitar Nova Iorque nos próximos tempos, fiquem a saber que uma das atracções imperdíveis da cidade - O Metropolitan Museum of Art - agora também oferece um tour que nos permite transformar uma viagem, já de si fascinante, por este impressionante museu, em um Pokéwalk cheia de adrenalina! (pelo menos é o que diz o panfleto do tour 😜)

 

2017_06_museumhack.jpg

 

O tour é organizado pelo Museum Hack, e oferece ao visitante do MET a oportunidade de apanhar um Pikachu, enquanto vagueia pelas várias salas de exposição.

O tour pode ser marcado aqui: Museum Hack , custa 39 US Dolars e  incluí o bilhete de admissão ao Museu. 

 

Dirigido por um guia, este tour está planeado de forma a que os visitantes possam observar, aprender e apreciar as obras de arte expostas ao mesmo tempo que caçam Pokémons.

 

Mas como é que isso é possível? perguntam vocês. Isso parece um desrespeito pela arte dirão muitos..

 

Pois bem, O MET  que percebe como é importante acompanhar as tendências e manter o museu dinâmico e a arte uma experiência divertida e excitante, conseguiu com algum engenho e de forma simples conciliar as duas coisas. 

 

Criou PokéStops com a duração de cinco minutos cada que permitem aos visitantes divertirem-se a caçar monstrinhos e depois, acabado esse tempo, guardarem os seus telemóveis e apreciarem, com a ajuda de um guia que explica, os objectos de arte que os circundam. 

O tour também inclui jogos, visitas a exposições cujo tema são os animais e uma batalha final pelo domínio de uma das áreas do museu 😄

 

Se eu já achava que este era o melhor Museu do mundo agora ainda fiquei mais convencida.

Devo confessar que não sou grande conhecedora do Pokémon, já era crescidinha quando a série de animação passou na tv Portuguesa, mas mesmo assim, porque sempre fui (e continuo a ser) grande fã da animação japonesa, assisti a alguns episódios e achei-lhes piada.

 

Posso ter alguma dificuldade em compreender a dimensão que o fenómeno Pokémon Go atingiu, mas adoro a ideia deste museu, que ao longo dos anos tem sabido manter-se actual e relevante para diferentes gerações. Lembro-me que foi um dos primeiros museus a ter uma aplicação para smartphone que podíamos descarregar para aceder a um guia áudio gratuito.

 

Como não estou por dentro dos eventos Pokémon não sei se algum museu aqui em Portugal se lembrou de fazer isto, mas se não fez, fica aqui a ideia, acho que ia ter adesão, não concordam? 😊 

 

IMG_2145.jpg

Tchau!

Travellight

FOTOS COM HISTÓRIA E POESIA - CREPÚSCULO EM NEW YORK

image.jpeg

 

Esta foto foi tirada num quarto de hotel de NY num momento particularmente díficil para mim. Olhar pela janela para essa imensa cidade fez-me sentir muito só mas ao mesmo tempo capaz de acreditar que tudo nesta vida é possivel de ultrapassar.

 

CREPÚSCULO EM NEW YORK
Vinicio de Morais


Com um gesto fulgurante o Arcanjo Gabriel
Abre de par em par o pórtico do poente
Sobre New York. A gigantesca espada de ouro
A faiscar simetria, ei-lo que monta guarda
A Heavens, Incorporations. Do crepúsculo
Baixam serenamente as pontes levadiças
De U.S.A. Sun até a ilha da Manhattan.
Agora é tudo anúncio, irradiação, promessa
Da Divina Presença. No imo da matéria
Os átomos aquietam-se e cria-se o vazio
Em cada coração de bicho, coisa e gente.

 

E o silêncio se deixa assim, profundamente...

 

Mas súbito sobe do abismo um som crestado
De saxofone, e logo a atroz polifonia
De cordas e metais, síncopas, arreganhos
De jazz negro, vindos de Fifty Second Street.
New York acorda para a noite. Oito milhões
De solitários se dissolvem pelas ruas
Sem manhã. New York entrega-se.
Do páramo Balizas celestiais põem-se a brotar, vibrantes
À frente da parada, enquanto anjos em nylon
As asas de alumínio, as coxas palpitantes
Fluem langues da Grande Porta diamantina.

 

Cai o câmbio da tarde. O Sublime Arquiteto
Satisfeito, do céu admira sua obra.
A maquete genial reflete em cada vidro
O olho meigo de Deus a dardejar ternuras.
Como é bela New York!
Aço e concreto armado
A erguer sempre mais alto eternas estruturas!
Deus sorri complacente. New York é muito bela!
Apesar do East Side, e da mancha amarela
De China Town, e da mancha escura do Harlem
New York é muito bela! As primeiras estrelas Afinam na amplidão cantilenas singelas...
Mas Deus, que mudou muito, desde que enriqueceu
Liga a chave que acende a Broadway e apaga o céu
Pois às constelações que no espaço esparziu
Prefere hoje os ersätze sobre La Guardia Field.