Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

PARQUE GWK EM BALI I UM ENGANO QUE VALEU A PENA

Era o meu segundo dia de férias em Bali, quando cheguei ao Parque Cultural Garuda Wisnu Kencana enganada, literalmente enganada pelo motorista de táxi com quem antecipadamente tinha acordado os lugares que queria visitar e quanto ia pagar.

 

fullsizeoutput_1a34.jpeg

 

Acontece que o taxista tinha também, com toda a certeza, um acordo com o Parque para levar para lá turistas e ele queria ganhar dos dois lados 😣


Taxistas.... infelizmente é o que se sabe, seja em que lugar do mundo for, o mais certo é enganarem-te…

 

Tive um ataque de nervos quando percebi que ele ia deixar-me no parque apesar de eu ter dito que não estava interessada. Tinha outras prioridades na minha lista e só pensava visitar este parque se no fim tivesse tempo para isso.

 

Mas agora já lá estava e não havia nada a fazer, a menos que eu quisesse discutir a sério com o taxista e arriscar-me a que ele fosse embora de vez, deixando-me sem saber se encontrava outro para saír dali.

 

Resolvi por isso respirar fundo e não permitir que esta situação me estragasse o resto do dia.

 

Foi o melhor que fiz. Como diz a minha amiga Marta do blog Nota Dissonante, "se a vida te der limões faz uma limonada". 😃

 

O Parque acabou por ser bem melhor do que eu pensava e no fim devo admitir que até me diverti.

 

fullsizeoutput_1a2b.jpeg

 

O Parque Cultural Garuda Wisnu Kencana (GWK) ainda está em construção e tem como intuito apresentar o património cultural Indonésio através de exposições e performances ao vivo de música e dança. É também conhecido por ter uma estátua monumental de Garuda Wisnu.

 

fullsizeoutput_1a33.jpeg

 

Esta estátua que representa o Deus Hindu Vishnu e o seu amigo de confiança Garuda foi, segundo me disseram, concebida para ser uma das maiores estátuas do mundo. Neste momento ainda está dividida em várias partes, que na obstante conseguem impressionar pela sua grandeza.

 

Está previsto que todas as partes da estátua estejam montadas em 2018-2019.

 

fullsizeoutput_1a32.jpeg


O Garuda é uma criatura que aparece na mitologia hindu e budista e que é semelhante a um pássaro. Diz a lenda que era  grande o suficiente para tapar o sol.

 

O parque é enorme e está organizado em várias áreas distintas. Um dos pontos mais importantes é a Praça Wisnu, onde está a cabeça do Deus Vishnu. Esta zona é considerada um local sagrado por isso não podemos entrar de calções ou de vestido curto. Mas isso não é um grande problema porque se não tivermos calças ou uma saia comprida a organização do parque empresta um lenço grande que podemos usar para tapar as pernas.

 

IMGP2191.JPG

 

 

Há uma sala de exposições que quando fui tinha uma mostra de trajes Balineses bastante interessante (e às vezes assustadora 😳).

 

IMGP2167.JPG

fullsizeoutput_1a26.jpeg

fullsizeoutput_1a2f.jpeg

  

O anfiteatro é outra das áreas de destaque. Aqui podemos assistir a espectáculos de dança e música. Estas performances estão incluídas no bilhete de entrada (que custa 8 US Dolares) e são uma óptima forma de conhecer um pouco mais da cultura e tradições Balinesas.

 

IMGP2194.JPG

IMGP2196.JPG

 

fullsizeoutput_1a3a.jpeg

 

O parque tem também uma extensa área ajardinada por onde podemos passear a pé ou se preferirmos, de segway (que podemos alugar).

IMGP2176.JPGIMGP2190.JPGfullsizeoutput_1a30.jpeg


Na área comercial, encontramos lojas de souvenirs e de roupa e restaurantes que oferecem autentica comida Balinesa. Um deles tem uma esplanada com uma vista espectacular. É o lugar ideal para terminar um passeio por este parque.

 

fullsizeoutput_1a40.jpeg

 

E foi assim, meus amigos, que inesperadamente me diverti num local que não pensava visitar. 😃

 

Às vezes não vale a pena stressar quando algumas situações fogem ao nosso controlo. É melhor respirar fundo e aproveitar o momento o melhor possivel. 🙂

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight

 

 

RAJA AMPAT

Olá amigos viajantes!

 

Hoje a sugestão de férias é para os amantes de sol, praia, aventura e lugares exóticos.

 

Se procuram Ilhas isoladas, recifes intocados, paisagem selvagem e deslumbrante, então tem de conhecer Raja Ampat, na Indonésia.

 

1-slide-indonesia-raja-ampat-sail-boat-pano.jpg

  foto tirada de http://www.wildernesstravel.com

 

Este é um destino remoto e ainda pouco conhecido, com alguns dos melhores lugares do mundo para praticar mergulho e snorkling.

 

IMG_7196.jpg

 

Raja Ampat pode ser um destino caro, mas se dispensarem luxos, é possível planear uma viagem em conta.

 

Chegar lá não é fácil, a melhor opção talvez seja ir de Lisboa para Jacarta e depois apanhar um voo doméstico para Sorong.

 

Encontrei estes voos para Junho, com preços razoáveis (para o destino em causa) :

 

Voo 1: Lisboa/Jacarta/Lisboa

 

fullsizeoutput_13e8.jpegfullsizeoutput_13e9.jpegfullsizeoutput_13ea.jpeg

 

Voo 2: Jacarta/Sorong/Jacarta 

 

fullsizeoutput_13e7.jpeg

 

Chegando a Sorong temos de apanhar um barco. Todos os dias 2 barcos fazem a ligação de Sorong a Waisai (a "capital" de Raja Ampat, localizada na ilha de Waigeo). O percurso demora cerca de 3 horas e custa à volta de 130.000 IDR  por  pessoa (menos de 10,00 €)


Quando chegarem a Sorong devem passar na agência de turismo do Hotel Meridien (em frente ao aeroporto) e pagar o imposto de entrada no Marine Park, 1.000.000 IDR (cerca de 70 €) e obter informações sobre pessoas ou grupos que querem fretar um barco para Wayag (as ilhas mais famosas de Raja Ampat).

 

A agência de turismo fica com o nosso nome e contacto e tenta reunir um grupo de 10 ou mais pessoas interessadas, que dividem entre si o preço do frete para ficar mais barato (ainda assim não esperem pagar menos de 80,00 € por pessoa )


Uma vez em Waisai, podem escolher em que ilha querem ficar hospedados.

 

IMG_7193.jpg

 


Para quem quer gastar pouco e não se importa com uma acomodação simples e básica, há muitos homestays (alojamentos explorados por famílias locais) que cobram à volta de 45€ /50€ por noite. Há também hotéis e resorts onde podem ficar, dependendo do vosso orçamento. No booking.com podem ter uma ideia dos preços.


Espero que tenham gostado da sugestão! 😃

 

fullsizeoutput_13f5.jpeg

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight

TIRTA GANGGA | O PALÁCIO DE ÁGUA

Olá amigos viajantes!

 

Quando estava a organizar a minha viagem a Bali, Indonésia, o Palácio de Água Tirta Gangga foi um dos lugares que mais despertou a minha atenção, parecia tão bonito nas fotos... eu sabia que tinha de o visitar.

 

IMGP2225.jpg

 

 

Tirta Gangga fica na costa leste de Bali perto da praia de Candidasa e na estrada para Amlapura.

 

Eu pensava que este lindo palácio com uma fascinante arquitectura e design era uma construção antiga mas, quando lá estive, explicaram-me que tinha sido construído apenas nos anos 40 do século passado pelo falecido Rei do Karangasem. E mais tarde reconstruido em 1963 quando o Vulcão do Monte Agung entrou em erupção e quase o destruiu por completo.

 

A tradução literal de Tirta Gangga é "água do Ganges", água do rio sagrado. O povo balinês acreditam que as águas têm poderes curativos e a água benta de Tirta Gangga é regularmente utilizada em cerimonias religiosas nos templos.

 

Eu cheguei ao palácio bem cedo para fugir às enchentes de turistas e conseguir apreciar o local com bastante calma.

IMGP2231.JPG

 

Para visitar os jardins do palácio tem de se pagar bilhete mas é muito barato (cerca de 1,50 €)  e uma taxa extra caso queiram nadar numa das piscinas designadas para o efeito.

 

Eu não tinha levado fato de banho e fiquei cheia de pena de não poder entrar nas piscinas porque com o calor e a humidade extrema que se fazia sentir teria sido muito bom refrescar-me, mas tive de contentar-me com a sombra das árvores em redor dos lagos o que também não foi nada desagradável. 

 

IMGP2236.JPG

IMGP2241.jpgIMGP2228.jpg

Os jardins são muito bonitos e bem conservados. Os lagos têm peixes, estátuas, fontes e umas pedras que podemos usar para brincar e "saltitar" pela água.

 

Esta actividade é muito divertida, mas um passo em falso pode conduzir-nos a um banho forçado junto dos peixes😜

IMGP2224.jpg

Nas redondezas do existem alguns restaurantes onde podemos comer e bonitos terraços de arroz que vale a pena fotografar.

 

Se forem a Bali e ficarem perto da praia de Candidasa não deixem de visitar este palácio de água.

 

 

Tchau!

Travellight