Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

HISTÓRIA DE HALLOWEEN

Há uns anos atrás calhou de eu passar o Halloween na Vila Sérvia de Zarozje.

 

A pequena vila não tem nada de especial mas é conhecida por uma curiosa e assustadora lenda. Segundo os locais me contaram, outrora existiu ali um moinho de água que se acreditava ser o lar de um vampiro chamado Sava Savanovic.

 

Diz-se que Savanovic escondia-se no moinho e atacava qualquer um que se atrevesse a passar à sua frente.
Os habitantes de Zaroje rapidamente perceberam que poderiam viver em paz ao lado do vampiro, desde que o respeitassem e não entrassem nunca no seu moinho.

 

O problema foi que com o passar do tempo o moinho de Savanovic foi ficando velho e as suas paredes começaram a ruir acabando por colapsar por inteiro em 2012.

 

Isto preocupou os moradores e levou o conselho da Vila a emitir um aviso oficial de segurança pública alertando que o vampiro podia, a partir daquele momento, estar solto e à procura de uma nova casa 😲

 

Eu nunca levei a história a sério e até achei que me tinham contado para me assustar porque era o dia das bruxas. A verdade é que dormi muito mal nessa noite e tive pesadelos com o vampiro.

 

Depois amanheceu e eu pensei “que disparate! vampiros não existem” …. ou... será que sim? Porque… sabem… tenho de vos confessar que, a partir daquela data, todos os anos, no Halloween algo de muito estranho começou a passar-se comigo 😳

 

Vampify1.gif

 

 Happy Halloween meus amigos!!!

 

.... E muito cuidado por aí 💀

 

 

 

 

AS FÉRIAS EM 8 PASSOS…

1 - DECIDIR O DESTINO 

image10.gif


2 - COMEÇAR A PLANEAR E SONHAR…

 

image8.gif

 

3 - COMEÇAR A CONTAGEM DECRESCENTE 

 

image11.gif

 

4 - ACORDAR NO PRIMEIRO DIA DE FÉRIAS

 

imageY.gif

 

5 - APANHAR O AVIÃO

 

image23 (1).gif

 

6 - RELAXAR, DORMIR, TIRAR FOTOS...

image1.gif

image1 (1).gif

 

image9 (1).gif

 

7 - ASSIM QUE COMEÇAS A SENTIR-TE BEM TENS DE FAZER AS MALAS PARA VOLTAR

image22 (1).gif

 

 
- VOLTAR AO TRABALHO  (QUANDO METADE DOS COLEGAS FOI AGORA DE FÉRIAS)

 

image24 (1).gif

 

Em viagem...#5

Certa vez, no centro da cidade de Helsínquia, na Finlândia, entrei num táxi e pedi ao motorista para levar-me a um restaurante que tinha sido recomendado por um conhecido meu.

 

O motorista não falava Inglês mas eu tinha um papel com o nome e a morada do restaurante.

 

Ele olhou para o papel, sorriu e depois começou a falar, mas eu não percebia nada do que ele dizia. Ele então começou a apontar com força para o seu lado esquerdo.

 

apontar.gif

 

Eu olhei para ver se tinha entrado no táxi errado e havia outro em primeiro lugar na fila e ele queria que eu fosse para lá, mas nada. Eu não sabia o que pensar...

 

 

Ele falava e apontava de forma insistente mas como eu não percebia nada, ele foi ficando cada vez mais irritado e exasperado. A certa altura levantou-se, abriu a porta onde eu estava sentada e puxou-me para fora.

 

fullsizeoutput_1176.jpeg

 

Eu fiquei chocada a pensar que ele estava a expulsar-me do táxi mas ele virou-me para a esquerda e apontou para um letreiro.

 

Adivinharam - era o restaurante a que eu queria ir. Não tinha percebido que era mesmo ali à frente.

 

envergonhada.gif

 

Estas coisas só a mim…

EM VIAGEM... #4

Certa vez na Rússia, quando visitava Moscovo, passei por um grande embaraço...

 

FullSizeRender.jpg

Os Moscovitas tem a tradição de atirar moedas no lugar que marca o quilometro zero da capital.

 

Quando eu visitei a cidade não conhecia essa tradição.

 

Por essa Europa fora é comum haver fontes onde as pessoas atiram moedas e formulam desejos mas eu não conhecia nenhum local onde atirassem dinheiro directamente para o chão, assim, quando passei pelo Portão Ibérico que conecta a Praça Manege à Praça Vermelha e vi tantas moedas na rua nem queria acreditar na minha sorte.

image3-2.gif

"Queres ver que os Russos estão tão ricos que até já atiram dinheiro à rua", pensei ... "Não, se calhar é para os apanhados", pensei depois.

image1-1.gif

 

Em todo o caso, quem cresceu a ler livrinhos de banda desenhada do Tio Patinhas sabe que nunca se deve ignorar uma moedinha que está caída no chão por isso corri a apanha-las.

 

fullsizeoutput_1056.jpeg

Estava toda contente a recolher as moedas quando uma senhora começou a gritar comigo

image1-3.gif

 

eu não percebia o que ela dizia e tentei entreguei-lhe as moedas porque pensei que se calhar eram dela, mas ela ficou ainda mais zangada.

image2-1.gif

 

Felizmente um jovem que falava Inglês explicou-me que as moedas são atiradas para alcançar boa sorte e se forem levantadas só trazem azar.

 

Bem... Só eu mesmo, para fazer uma destas ...

 

 

Fiz um sorriso amarelo, voltei  a pousar as moedas rapidamente no chão e saí de fininho...

image3-3.gif

Moral da história: a ganância pode ser muito má conselheira!

EM VIAGEM... #3

Ás vezes as diferenças culturais provocam situações engraçadas.

 

Certa vez em Paris, na recepção de um hotel, ouvi um jovem turista (não percebi de que nacionalidade) a perguntar se podia mudar de quarto.


Ele falava alto por isso não pude deixar de ouvir a conversa.

 

A recepcionista perguntou-lhe a razão da queixa.

 

Ele lamentou-se contando que era a primeira vez que viajava com a namorada e estava muito decepcionado com a  casa de banho do quarto que lhes tinha sido atribuído.

image6.gif

 

A funcionária perguntou se havia algum problema na dita casa de banho que o hotel pudesse resolver.

 

Ele então queixou-se que a casa de banho tinha duas sanitas, uma ao lado da outra, sem nada que as separasse ou permitisse privacidade. E isso, dizia ele, não era nada romântico.

IMG_6947.jpg

 

A recepcionista olhou confusa para o hospede e disse-lhe que isso não era possível. 

 

Ele voltou a insistir, já mais irritado e descreveu as sanitas: Uma normal e outra mais baixa e pequena, como um urinol.

 

Nessa altura a funcionária esboçou um sorriso amarelo e disse-lhe: Caro Senhor, não se trata de duas sanitas... o Sr. já terá ouvido falar em "bidé" ?

 

image8.gif

 

EM VIAGEM... #2

Falo Inglês com sotaque Americano e uso muitas expressões deste país porque toda a vida vi filmes e ouvi música dos Estados Unidos.

FullSizeRender.jpg

 

Certa vez, na Tanzânia, ao entrar num jipe não reparei que o banco onde ia-me sentar tinha água da chuva e fiquei com as calças molhadas.

 

image9.gif

 

O guia do tour, de nacionalidade Britânica, que já nos acompanhava há dois dias, ia sentado ao meu lado.

A certa altura ele perguntou-me se estava tudo bem comigo porque a estrada era péssima e o carro trepidava muito.

Eu respondi-lhe que sim mas depois baixei a voz e sussurrei-lhe ao ouvido, para as pessoas que estavam na parte de trás do jipe não ouvirem, que as minhas calças estavam molhadas.

 

image6.gif

Ele fez uma cara de surpresa e corou um pouco mas não disse mais nada.

 

Eu não percebi aquela reacção e perguntei-lhe o que se passava. Ele voltou-se para mim embaraçado e disse, também em voz baixa : “ é… que eu sou casado” .

image4.gif

 

Só aí é que esta pateta percebeu o que se passava: No Reino Unido “pants” a palavra que usei para me referir a calças, significa cuecas (“trousers” é que é a palavra usada para calças).

 

image8.gif

Ou seja, basicamente eu disse-lhe que tinha as cuequinhas molhadas e ele achou que eu estava a fazer-lhe alguma proposta indecente.

image7.gif

Depois de explicado o mal entendido ainda demos umas boas gargalhadas mas a verdade é que poucas vezes na vida senti-me tão embaraçada ...

 

 

EM VIAGEM... #1

Uma vez, em Nova Iorque, há anos atrás, numa loja em Brooklyn, um empregado começou a meter conversa comigo e perguntou-me de onde eu vinha,

image3.gif

Eu alegremente respondi: sou Portuguesa, venho de Portugal!

 

O rapaz fez uma cara de intrigado...

Captura de ecrã 2016-11-07, às 19.42.53.jpg

Já estava preparada para ele dizer Portugal? onde é que isso fica? Mas para minha surpresa o rapaz voltou-se para mim e disse :

 

 Captura de ecrã 2016-11-07, às 19.48.37.jpg

 

Há sim! Portugal! Eu conheço bem, fica a dois quarteirões daqui, até sei qual é o autocarro que passa por lá!

 

image1.gif

Eu disse-lhe: não, não, Portugal é na Europa, é perto de Espanha!

(Pensando que ele estaria eventualmente a pensar  em Little Portugal, Newark)

 

Ele fez uma cara ainda mais intrigada, depois sorriu e respondeu:

Aww.. esses bairros eu não conheço...

 

Captura de ecrã 2016-11-07, às 20.26.08.jpg

  

What!!!???? 

 

image1.gif

No comments...