Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

RATATOUILLE

rata33.jpg

 

O nome ratatouille foi popularizado pelo filme de animação com o mesmo nome, que conta a história de um ratinho que queria ser cozinheiro, lembram-se? 😃. Mas a receita da ratatouille remonta já ao século XVIII.

 

É originária da Provença e um dos clássicos da cozinha francesa.

 

Tem por base legumes e é um excelente exemplo da culinária desta região.

 

INGREDIENTES
(4 pessoas)

 

* 2 tomates
* 1 courgette
* 1 beringela
* 1/2 Pimento Vermelho
* 1/2 pimento verde
* 2 colheres (sopa) de polpa de tomate
* 2 colheres (sopa) de azeite
* Manjericão q.b.
* Sal e pimenta q.b.

 


PREPARAÇÃO

 

1. Lave os tomates, a courgette e a beringela, retire as extremidades à courgette e à beringela, corte os tomates e a beringela em cubos pequenos e a courgette em quartos de lua. Lave e retire as sementes e peles brancas aos pimentos e corte-os em cubinhos. 



2. Leve um tacho ao lume brando com o azeite, junte a courgette e a beringela e deixe cozinhar 1 minuto. Adicione depois os pimentos e o tomate e deixe cozinhar lentamente até os legumes começarem a ficar macios, mas não desfeitos. 



3. Junte a polpa de tomate, tempere com sal e pimenta e sirva decorado com folhas de manjericão.

 


Receita tirada do site www.teleculinaria.pt 

MALASSADAS DE BATATA DOCE DA MADEIRA

img_sonhos_de_carnaval_a_madeira_2928_600.jpg

 

Quem já visitou a Madeira na altura do Carnaval com certeza que já provou as Malassadas.


Estes fritos são um doce tradicional da Ilha que é muito usual comer-se nesta época.

 

As malassadas são parecidas com os sonhos, mas a massa é mais densa. Comem-se frias, regadas com mel-de-cana de açúcar ou simples.

 

Existe a receita tradicional e outras duas alternativas: as malassadas de abóbora e as malassadas de batata doce.

 

As minhas preferidas são as de batata doce. Anotem aí a receita: 😋


INGREDIENTES:

* 1 kg de farinha
* 1 kg de batata doce
* 1L de leite
* 4 ovos
* 1 colher de sopa de sal grosso
* 50 g de fermento de padeiro
* Mel de cana-de-açúcar para acompanhar


PREPARAÇÃO:

Depois de cozer a batata doce amassa-se muito bem ou rala-se.


De seguida adiciona-se o leite e o fermento, tendo o cuidado de continuar a amassar até ficar tudo bem desfeito.
Junta-se a farinha e torna-se a envolver tudo.


Finalmente deita-se os ovos, um a um, batendo sempre até formar “bolhas de ar”.


Tapa-se com folha de alumínio e fazem-se pequenos furos deixando repousar cerca de 45m a 1h (dependendo do tipo de fermento utilizado) num local escuro e em ambiente quente antes de fritar.


É essencial que a frigideira com o óleo esteja bem quente antes de iniciar a fritura e que contenha uma boa altura de óleo. Deita-se a massa na frigideira com a ajuda de 2 colheres de sopa.


Depois de tirar da frigideira deixe esfriar e sirva acompanhado com mel de cana-de-açúcar.

 

Receita retirada com pequenas adaptações do site www.saborintenso.com

 

CINNAMON ROLLS

QuickEasyMiniCinnamonRolls-5.jpg

 

Uma das coisas que mais gosto de comer quando viajo para os Estados Unidos, são os Cinnamon Rolls (rolos de canela). Apesar de originários da Suécia estes doces tornaram-se muito populares nos cafés Norte-Americanos (principalmente em Filadélfia) e são uma verdadeira tentação para quem gosta de canela.
São perfeitos para acompanhar uma chávena de café de manhã ou um chá na parte da tarde.

 

Deixo em baixo a receita para quem quiser experimentar fazer em casa:

 

INGREDIENTES
(8 rolos)  

550 gr de Farinha
8,5 g de Fermento
70 gr de Manteiga derretida
210 ml de Leite
75 gr de Açúcar
2 Ovos
1 Pitada de Sal
1 Colher de sopa de Canela
200 gr de Açúcar Mascavado
85 gr de Manteiga à temperatura ambiente
Um pouco de Farinha extra

 

COBERTURA:
160 gr de açúcar branco fino (para bolos)
2 Colheres de sopa de Leite

 


PREPARAÇÃO:
Coloque a farinha, o fermento, o açúcar, o sal, os ovos, o leite e a manteiga numa batedeira. Misture os ingredientes em velocidade baixa por uns 5 minutos, até que a massa fique com uma aparência brilhante. Adicione cerca de 2 colheres de sopa de farinha e desligue o aparelho.

 

Polvilhe um pouco de farinha sobre a bancada e amasse ligeiramente a massa. Coloque depois um pouco de farinha dentro de uma tigela e coloque lá dentro a massa, polvilhe um pouco mais de farinha sobre a massa. Cubra e deixe levedar aproximadamente 1 hora ou até que dobre de tamanho.

 

Numa tigela à parte prepare o recheio misturando bem o açúcar mascavo, a canela e a manteiga. Reserve e Pré- aqueça o forno a 185° .

 

Polvilhe a bancada com um pouco de  farinha e coloque a massa sobre ela. Amasse gentilmente para não ficar com bolhas de ar. Polvilhe a massa com um pouco de farinha. Estique a massa com uma espessura de 1 cm ou 2, certificando-se que tem farinha suficiente, para evitar que adira à mesa.

 

Espalhe o recheio sobre a massa. Enrole apertando bem, e corte em fatias de cerca de 3 cm de espessura. Coloque sobre um tabuleiro forrado, deixando espaço suficiente entre os rolos. Deixe levedar por mais uns 15-20 minutos aproximadamente.

 

Coloque o tabuleiro no forno e coza aproximadamente por 12-15 minutos.

 

Retire o tabuleiro do forno e deixe os rolos arrefecerem um pouco. Prepare a cobertura misturando bem o açúcar com o leite e despeje por cima dos rolls já assados (Não faça a cobertura com antecedência pois ela endurece).

 

Sirva ainda mornos, sabem muito melhor 😋

 


Receita retirada com adaptações do site receitasesaboresdomundo.com 

SUFLÊ DE ALPERCES E AMÊNDOAS

apricot-and-almond-souffles-xl-r-200401.jpg

 

Olá amigos!

 

Hoje trago-vos uma especialidade de origem Francesa: suflê de alperces e amêndoas.

 

Este é um suflê doce, leve, mas que também pode trazer benefícios para a saúde porque os alperces são um fruto rico em vitaminas e antioxidantes e são uma boa fonte de ácido fólico, ferro, magnésio e potássio. As amêndoas, por seu lado, são ricas em fibras e proteínas.

 

Experimentem, vão ver que gostam!


INGREDIENTES:

410 g de alperces maduros
4 colheres de sopa de licor de laranja (por ex: cointreau)- opcional
3 ovos médios
7 colheres de sopa de açúcar
sal
5 colheres de sopa de leite
125 g de farinha
manteiga para untar as formas
2 colheres de sopa de amêndoas fatiadas
açúcar em pó para polvilhar
 

 
PREPARAÇÃO:

1- Corte os alperces em tiras, regue-os com duas colheres de sopa de licor de laranja e deixe repousar.

 

2- Separe as gemas das claras. Bata as claras em castelo e adicione pouco a pouco 4 colheres de sopa de açúcar.
Bata depois as gemas com 1 pitada de sal e mais 3 colheres de sopa de açúcar.


Misture o leite, 2 colheres de sopa de licor de laranja, a farinha, a mistura feita com as gemas e envolva cuidadosamente as claras batidas em castelo.

 

3- Barra 4 formas pequenas com a manteiga ou então uma forma grande e plana. Despeje 1/3 da massa nas formas e distribua os alperces por cima da massa.


Cubra os alperces com a restante massa e polvilhe com as amêndoas fatiadas.

 

4- Leve ao forno pré-aquecido a 175 graus cerca de 30-35 min. Polvilhe com o açúcar em pó e sirva de imediato.

 


Receita retirada com adaptações do site www.petiscos.com

PESTANA RIVERSIDE | UM HOTEL COM ALMA PORTUGUESA NO CORAÇÃO DE AMESTERDÃO

fullsizeoutput_21b7.jpeg

  Créditos das imagens: Travellight e H.Borges

 

Na minha recente visita à cidade de Amesterdão tive o prazer de ficar hospedada no novo hotel Pestana Amsterdam Riverside.

 

A 15 minutos a pé do centro, este hotel, membro da prestigiada cadeia ‘Preferred Hotels & Resorts Luxury Collection’, está edificado num monumento nacional, que serviu noutros tempos como câmara municipal de New Amstel e foi posteriormente arquivo da cidade de Amesterdão.

 

O restauro do edifício foi feito com cuidado e bom gosto. Todos os elementos históricos do edifício neo-renascentista, como a torre do relógio, os tectos altos e as janelas originais, foram preservados sem que isso implicasse, de modo algum, sacrificar um ambiente mais moderno, confortável e luxuoso.

 

Riverside1.jpgfullsizeoutput_21ba.jpeg

P1200539.JPG Riverside2.jpg

 

Os interiores ficaram a cargo do Studio Linse, do designer Paul Linse, responsável por projectos icónicos como é o caso do restaurante do famoso Rijksmuseum, mas Portugal está aqui muito presente. Pequenos detalhes da  decoração, tanto nas áreas públicas como nos quartos, surpreendem-nos e recordam-nos a cada instante que este hotel pertence a um grupo hoteleiro Português.

 

Não pude deixar de sorrir quando vi que estão ali as nossas andorinhas, as sardinhas coloridas, os sabonetes, saquinhos de sachê perfumado nos armários do quarto com aroma a vinho do Porto… e um recepcionista que nos recebeu com toda a simpatia e fez o check-in em língua Portuguesa 😃

 

fullsizeoutput_21cb.jpeg

fullsizeoutput_21cd.jpegfullsizeoutput_21d1.jpegfullsizeoutput_21cf.jpeg

 

O quarto em que fiquei tinha uma boa área e estava dividido em dois pisos. O piso de cima - uma mezzanine - tinha a cama, um televisor de ecrã plano e uma bela banheira, ideal para relaxar depois de um dia inteiro a visitar as atracções da cidade.

 

Riverside3.jpgRiverside4.jpg

 

No piso de baixo existia uma casa de banho completa com um chuveiro e uma sala de estar com outro televisor e decoração simples (eu diria até minimalista) mas confortável.

 

Riverside6.jpgRiverside5.jpg

P1200284.JPG

 

O hotel tem ginásio e um SPA com sauna e uma piscina interior que abre às 06h30 da manhã e só encerra às 22h00 o que nos dá bastante tempo para aproveitar o espaço antes ou depois de visitar a cidade.

 

P1200552.JPGP1200548.JPG

P1200547.JPG

 

O ARC, restaurante do hotel, é comandado por Peter Lute, um dos jurados do Masterchef Holandês e um dos mais conhecidos chefes de cozinha do país. A comida é boa, mas não excepcional, o que desaponta um pouco pela expectativa criada e pelos preços praticados (altos para o bolso Português).

 

O serviço é cuidado, simpático e competente.

 

fullsizeoutput_21dd.jpegarc2.jpg

 

O buffet de pequeno-almoço é servido no mesmo restaurante. É bom, tem pão, croissants, bagels, cereais, iogurte, ovos, fruta, salmão fumado… mas, comparando com outras experiências em hotéis 5 estrelas, achei que era um pouco caro para a variedade de produtos oferecidos (25 € por pessoa).

 

P1210617.JPGfullsizeoutput_21e0.jpeg

fullsizeoutput_21df.jpeg

P1210608.JPG

 

Agora o menos bom: O hotel abriu há pouco tempo, algumas áreas ainda estão em obras e alguns detalhes ainda não estão afinados. Enquanto lá estive, um dos elevadores estava avariado e os terminais de pagamento por cartão de débito/crédito estavam sempre a falhar. O Wi-fi (gratuito) era fraco e também estava sempre a “ir a baixo” tanto no quarto como na recepção.

 

A simpatia dos funcionários ameniza essas (pequenas) falhas.

 

Por isso, tendo em conta a localização (perto do centro, junto ao rio Amstel e no bairro Pijp, que é considerado o “Quartier Latin” da capital Holandesa), o conforto dos quartos e a beleza do edifício que é um Monumento Nacional, não posso deixar de recomendar este hotel a quem pensa passar uns dias em Amesterdão.

 

P1200292.JPG

 

Tchau!
Travellight

POTICA

 Potica-traditional-Slovenian-Cake-Global-Storybook-2-800x530.jpg

 

Olá amigos!

 

Hoje partilho convosco a receita de uma típica sobremesa Eslovena: A Potica 

Esta torta é muito consumida neste país no Inverno e em feriados como o Natal e a Páscoa.

 

INGREDIENTES
Massa:
600 g de farinha de trigo
30 g de fermento
200 ml de leite
140 g de açúcar
140 g de manteiga
4 gemas
Açucar de confeiteiro
Raspas de limão

 

Recheio:
400 g de nozes
200 ml de natas
250 g de açúcar
2 colheres de sopa de rum
3 claras de ovo
 


PREPARAÇÃO:
Misture o fermento com uma colher de chá de açúcar, uma colher de farinha e algumas colheres de leite e reserve.

 

Prepare o recheio - despeje as nozes e o açúcar num recipiente com as natas e depois adicione o rum. Bata as claras em castelo e junte à misture até esta atingir uma consistência cremosa.

 

Prepare a massa - coloque todos os ingredientes numa tigela, adicione a mistura do fermento e junte tudo até a massa ficar homogénea.

Estenda a massa com um rolo e depois espalhe o recheio por cima, salpique com raspas de limão.

Enrole a massa com o recheio para formar uma torta e coloque numa forma untada. Cubra e deixe crescer, de preferência durante uma noite.

 

No dia seguinte ponha a forma num forno a 180 graus e asse durante uma hora a uma hora e meia (dependendo do forno).

 

Depois de assado deixe esfriar um pouco antes de desenformar.

 

Polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva.

 

Receita tirada com adaptações do site www.globo.com

LAGARE HOTEL VENEZIA - MGALLERY BY SOFITEL

P3190789.JPG

 

Localizado na ilha de Murano, afastado das multidões que todos os dias invadem Veneza, o Hotel LaGare é um encantador oásis de calma que proporciona a quem visita aquela região uma estadia confortável e luxuosa.

 

Os hospedes começam a sentir-se especiais ainda antes de chegarem ao hotel. O LaGare disponibiliza um barco, incluído no preço da reserva, para as deslocações entre o aeroporto e o hotel e entre o hotel e o centro de Veneza.
É preciso reservar o serviço com antecedência mas é fantástico chegar ao aeroporto e ter um barco à nossa espera para entrarmos em estilo na cidade de Veneza 😀

 

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_1f38.jpg

LaGare 1.jpg

 

O hotel está alojado numa antiga fábrica de vidro. O seu exterior mantém os tijolos vermelhos e o aspecto industrial mas no interior o design é elegante e contemporâneo.

 

P3190786.JPG

 

A recuperação do espaço foi feita com cuidado e o resultado final é maravilhoso. No lobby é possível ver um vídeo que retrata todo o esforço que foi levado a cabo para a requalificação.


Os espaços comuns são em tons neutros pontuados com obras de arte em vidro que relembram-nos a cada instante que estamos em Murano - a capital do vidro. A iluminação também merece uma menção especial, está extremamente bem conseguida.

 

P3190766.JPG

fullsizeoutput_20fc.jpegLaGare 3.jpgP3190754.JPGLaGare 2.jpg

P3190760.JPG

fullsizeoutput_20f7.jpeg

 

Fiquei num quarto com boas áreas divididas em dois níveis: uma sala em baixo e a cama localizada numa mezzanine. No tecto havia uma janela de bom tamanho, com persianas que podíamos abrir e fechar com um comando remoto. Da janela da sala avistávamos o pátio onde era servido o pequeno almoço e a antiga parede da fábrica que foi mantida à volta do hotel.

 

P3190776.JPGLaGare 4 (1).jpg

 

A decoração é elegante e moderna e a casa de banho tem um bom chuveiro. O wifi funciona bem.

 

LaGare 5.jpg

 

O pequeno almoço é servido em buffet e tem uma grande variedade de frios, frutas, pães, queijos, iogurtes, cereais e doces servidos em porções pequenas, perfeitos para degustar. Achei todos os alimentos de excelente qualidade e sabor.

 

fullsizeoutput_20f9.jpeg

P3190765.JPG

 

Quem não quiser usar o barco do hotel (que tem horários fixos) pode facilmente apanhar um vaporetto na estação Museo que fica mesmo em frente ao hotel e em cerca de 15 minutos está em pleno centro de Veneza, na Praça São Marcos. Esta localização também é ideal para explorar as outras ilhas da lagoa Veneziana, como Burano e Torcello e claro está, a própria ilha de Murano.

 

Ficar neste hotel é uma óptima alternativa para quem vai visitar Veneza. O preço é muito mais acessível do que os praticados no centro da cidade, as instalações são espectaculares e o serviço é muito profissional e atencioso.

 

Recomendo muito!

 

Tchau!

Travellight

BOLINHOS DE CHUVA

95130-c360_2016-05-19-16-29-09-3232b252812529.jpg

  Foto: www.receitascookingchef.wordpress.com 

 

Os bolinhos de chuva são um doce muito popular no Brasil. Rápidos e fáceis de fazer, são do melhor que há para acompanhar uma chávena de chá quente num dia chuvoso de Inverno.

 

INGREDIENTES:
(para 16 bolinhos)

2 chávenas (chá) de farinha de trigo
½ chávena (chá) de açúcar refinado
1 pitada de sal
1 colher (chá) de fermento em pó
½ chávena (chá) de leite gordo
2 colheres (sopa) de manteiga derretida
1 ovo médio
2 chávenas (chá) de óleo para fritar
2 colheres (sopa) de açúcar fino

 

PREPARAÇÃO:

Peneire numa tigela a farinha de trigo com o açúcar, o sal e o fermento em pó. Faça uma cavidade no centro. Junte o leite misturado com a manteiga e o ovo. Misture com uma colher por 3 minutos ou até a massa ficar lisa e homogénea.


Coloque o óleo numa panela, leve ao fogo e deixe aquecer por 5 minutos ou até aquecer (não deixe ficar muito quente para a massa ficar cozida por dentro).


Forme bolinhas com a massa e coloque no óleo. Assim que forem dourando retire e disponha os bolinhos sobre uma toalha de papel de cozinha para absorver o excesso de óleo.


Polvilhe com o açúcar fino e sirva.

 

Receita retirada com pequenas adaptações do site www.receitas.ig.com.br

SOPA DE CASTANHAS

Soup_ChestnutSoup_600x600.jpg

 

Hoje partilho convosco a receita de uma sopa tradicional Inglesa que aprecio muito e que nos dias de Inverno até a alma me aquece: Sopa de Castanhas.

 

INGREDIENTES:

100g de cebolas
1 talo de aipo
120g de batatas
120g de castanhas
1 cravinho
manteiga
sal e pimenta
tomilho fresco (opcional)

 

PREPARAÇÃO:

Descasque as cebolas, as batatas e o talo de aipo e corte em pedaços finos. Refogue os legumes em manteiga. Adicione as castanhas e o cravinho e tempere com sal e pimenta. Depois disso, complete com 450ml de água.

 

Ferva a sopa e cozinhe até as castanhas ficarem moles. Remova o cravo e passe a sopa com a varinha mágica até obter uma consistência cremosa.

Prove e adicione o tomilho fresco, se desejar.

 

Para dar um toque especial, quando servir no prato pode acompanhar com croutons de pão integral.


Receita tirada com adaptações do site www.freeletics.com.pt

DESTINOS DE LUA DE MEL I FUSION MAIA RESORT

57fdf44f2af67.jpg

 

Olá amigos viajantes!
Bom Ano!

 

Que dizem de começarmos 2018 com um pouco de inspiração?

 

Fechem os olhos e imaginem-se num destino exótico… agora imaginem que estão num Hotel SPA…

 

Agora imaginem um Hotel SPA em que todos os tratamentos e massagens estão incluídos no preço da diária.

Espera, isso existe?

 

Sim, existe, chama-se Fusion Maia Resort e fica no Vietname!

 

Situado na praia de Da Nang. Este hotel faz parte de um grupo hoteleiro com um conceito inovador que pretende promover não apenas um destino de férias mas antes um estilo de vida - e amigos, que estilo de vida!

 

Tudo é maravilhoso, a começar pelo alojamento. Cada villa tem o seu próprio pátio privado com jardim e piscina. Os interiores são espaçosos, contemporâneos e decorados de forma harmoniosa com mobiliário de madeira escura e linhas elegantes. Tem também uma enorme sala de banho com chuveiro e banheira.

 

Fusion Maia 1.jpgfusion maia 5.jpg

Fusion Maia 6.jpgFusion Maia 7.jpg 

Todos os serviços de spa, como já disse, estão incluídos na tarifa do quarto, desde manicure a massagens, incluindo um programa holístico para estadias de sete dias.


O resort oferece também atividades diárias gratuitas de fitness que incluem um treino diário de manhã, duas aulas de yoga, meditação, uma consulta de Welness e uma caminhada de 5.000 passos na praia.

 

237529_16021813310039974464.jpg

 

O bem-estar dos hospedes é assegurado por cerca de 80 profissionais qualificados que ao longo do dia estão à nossa disposição para administrar tratamentos e massagens, com um mínimo de dois tratamentos diários garantidos por pessoa. As instalações de spa incluem ainda banhos de vapor e saunas, e uma enorme piscina infinita.

 

fullsizeoutput_20b0.jpeg

fullsizeoutput_20ab.jpeg

 

fullsizeoutput_2090.jpeg

fullsizeoutput_2093.jpeg

 

Quando chega a hora das refeições também não ficamos desapontados. O buffet de pequeno almoço é excelente e o restaurante principal serve comida Asiática saudável e de bastante qualidade. Para quem prefere sabores mais ocidentais há também um menu de inspiração Italiana.

 

fullsizeoutput_20af.jpeg

 

A equipa do Hotel é incrivelmente amigável e acolhedora, sempre atenta a qualquer solicitação do hospede.
Quem se interessa por culinária pode ainda marcar aulas de cozinha e aprender algumas coisas com os Chefs do resort.

 

Outro bónus é o transporte gratuito até à cidade de Hoi An (onde o resort tem também um restaurante que podemos frequentar).

 

Opções hoteleiras de luxo para quem visita o Vietname não faltam mas sinceramente, não posso deixar de recomendar o Fusion Maia - é um lugar verdadeiramente relaxante, onde tudo está voltado para dar aos hóspedes a melhor experiência possível.

 

IMG_3810.JPG

 

Tchau!

Travellight