Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

ATTERO I UMA EXPOSIÇÃO A NÃO PERDER

PB113578.JPG

 

Às vezes não é preciso ir muito longe para ver cenários diferentes e ser transportado para outros mundos. A arte tem essa capacidade de nos fazer viajar sem sair do lugar. Neste fim de semana tive a oportunidade de fazer uma dessas viagens quando visitei a extraordinária exposição "ATTERO" de Bordalo II em Xabregas, Lisboa.

 

PB113580.JPGBordalo 1 (1).jpg

PB113582.JPG

Bordalo 2.jpg

PB113585.JPG

 

O artista de rua Português Artur Bordalo, mais conhecido como Bordalo II, que há anos aborda o problema do lixo urbano através da sua fantástica arte da rua, transforma sucata, latas velhas, pneus, pedaços de madeira, peças electrónicas, e outras coisas que habitualmente encontramos no lixo, em bonitos animais coloridos e fantásticos cenários.

 

Das suas colagens resultam criações que dão nova vida a paredes antes tristes ou edifícios abandonados e provam o velho ditado que diz que o lixo de um homem pode ser o tesouro de outro.

 

PB113586.JPG

PB113587.JPG

PB113591.JPG

 

As suas obras apelam à nossa consciência social e moral. Fazem-nos pensar sobre o desperdício e sobre as toneladas de lixo que produzimos diariamente.

 

Quando vemos animais e cenários naturais criados a partir de materiais que em última análise podem ser responsáveis pela sua destruição, isso dá-nos que pensar.

 

fullsizeoutput_1ddc.jpeg

 

Bordalo 3.jpg

Bordalo 4.jpg

Bordalo 5.jpg

 

PB113568.JPG

 

As nossas atitudes e comportamentos estão a deixar o nosso mundo doente e é isso que Bordalo II nos mostra de uma forma original e maravilhosa.

 

PB113608.JPG

Bordalo 7.jpg

 

Fiquei muito contente de ver tantas crianças a visitar esta exposição com os pais. Da educação vem a mudança. Se a mensagem que Bordalo II tenta passar chegar a estas jovens mentes, pode ser que o futuro seja bem melhor 😊

 

A SABER:

ONDE: Rua de Xabregas nº 49

ATÉ QUANDO: Até 26 de Novembro 2017

PREÇO: Exposição gratuita

HORÁRIO: de Quarta-feira a Domingo das 14h00 às 20h00

MAIS: - No âmbito da exposição Bordalo II criou três peças de rua, que fazem parte da série “Big Trash Animals”: uma raposa na Avenida 24 de Julho, um sapo na Rua da Manutenção e um macaco no pátio do armazém onde está patente “Attero”

 

Bordalo 6.jpg

 

-“Attero” inclui também várias actividades, como visitas para as escolas mediante marcação, apresentações de produtos ecológicos e inovadores parceiros da exposição, apresentação de um projecto da Câmara de Lisboa e ‘workshops’ para crianças”.

 

Não deixem de visitar!

 

PB113549.JPG

 

DICA: Se depois da exposição quiserem ir jantar a um lugar onde podem continuar a apreciar obras de Bordalo II parem na Taberna Moderna, a comida é boa, o serviço atencioso e o espaço super agradável.

 

PB113192.JPG

Bordalo 8.jpg

 

Tchau!

Travellight

UMA CASA DE LOUCO(S)

“Só há uma diferença entre um louco e eu. O louco pensa que é são, mas eu sei que sou louco” - Salvador Dali

 

dali-museum.jpg

 

A primeira vez que vi uma reprodução das pinturas de Salvador Dali, era bem novinha e fiquei profundamente impressionada pelo universo estranho que ele conseguia criar. Era tão diferente dos quadros que tinha visto até então…

 

Fiquei perdida a olhar para os relógios meio derretidos pendurados em ramos no deserto e ovos donde nasciam seres humanos.

 

fullsizeoutput_1abc.jpeg

3-surreal-paintings-by-salvador-dali.jpg

 

salvador-dali_galatea-of-the-spheres_thirddime.jpg

 

Dali usava os sonhos (pesadelos?) como inspiração e os quadros, dizia ele, eram uma manifestação do seu subconsciente.

 

Tudo aquilo fascinou-me e até hoje Dali é um dos meus pintores preferidos.

 

É natural portanto que tivesse curiosidade em conhecer Figueres, a cidade onde nasceu.

 

Figueres é uma pequena localidade, situada a cerca de uma hora de Barcelona e por ser a cidade natal de Salvador Dali alberga um Museu com o seu nome que é considerado o maior objecto surrealista do mundo.

 

13060033.JPG

 

Dali era uma pessoa excêntrica, com uma imaginação fértil e este museu espelha bem a sua personalidade e a pessoa que ele era.

 

O edifício, um antigo teatro, é no mínimo original. Conseguimos ver de longe a sua fachada colorida com ovos no topo - ovos? 😲 sim leram bem - ovos! 😃

 

fullsizeoutput_1432.jpeg

 

O que uma visita a este (louco) museu tem de interessante é que permite observar o crescimento de Dali enquanto artista, As suas pinturas iniciais incluem naturezas-mortas, paisagens e retratos mas os corredores tem muitos esboços e desenhos onde podemos começar a ver o surrealismo a emergir.

 

13060019.JPG

 

13060047.JPG

13060050.JPG


Alguns quartos, como o quarto Mae West representam já o ponto alto da arte surrealista de Dali. O quarto, suas mobílias e cortinas foram desenhados para, de longe, criar a ilusão do rosto da conhecida actriz Americana.

 

cat_41-960x600.jpg

 

Na casa-museu encontramos também esculturas, hologramas, cenários de filmes e jóias incomuns.

 

13060035.JPG

 

Uma peça de que gostei muito foi uma jóia que imitava um pequeno coração a bater. O coração, incrustado de rubis, tinha um mecanismo que realmente parecia fazer o coração palpitar. Era estranho mas ao mesmo tempo bonito e delicado.

 

 

Mas há tantas obras de arte neste espaço que é difícil saber para onde olhar. Em cada canto descobres alguma coisa nova. 

 

fullsizeoutput_1ac1.jpeg

13060034.JPG

 

13060046JPG.jpg

13060041.JPG

 

É fácil de perceber porque Salvador Dalí é considerado um dos expoentes máximos do movimento surrealista. Além de criar cerca de 1500 pinturas e milhares de obras de arte, colaborou com grandes realizadores de cinema como Luís Buñuel e Alfred Hitchcock, escreveu livros e fez uma fortuna com cartazes comerciais e publicidade (sabiam que foi ele que desenhou o logotipo do Chupa Chups, por exemplo?).

 

logo_chupa_chups.jpg

  

Dalí foi um dos mais irreverentes e inovadores artistas do século XX e uma visita a Figueres e à sua casa-museu é uma óptima oportunidade de conhecer e perceber melhor a sua obra. 

 

fullsizeoutput_1433.jpeg

 

DICAS:

  • O museu é muito popular e há o risco de não conseguir bilhetes para visitar no próprio dia por isso é preferível, e mais confortável, comprar os bilhetes on-line

 

  • É possível comprar bilhetes para visitar o museu de noite.

 

  • Figueres tem duas estações de comboio: Fugueres Vilafant e Figueres, esta última fica no centro da cidade e é a mais próxima do Museu.

 

Sigam-me no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight

 

 

STREET ART

O graffiti e a street art (arte de rua) muitas vezes tem má reputação, mas quando são feitos por artistas verdadeiramente qualificados, e não simples vândalos apenas interessados em destruir e danificar bens públicos,  podem transformar uma cidade num lugar muito mais bonito e interessante.

 

P1280727.JPG

 

Nos últimos anos, e para minha felicidade que sempre fui uma fã incondicional, o interesse por esta forma de expressão artística cresceu bastante e por todo o mundo há ruas e cidades que se transformaram em verdadeiras atracções turísticas por terem obras de artistas reconhecidos como o Britânico Banksy ou o Português Vhils.

 

img_0970.jpg

img_0980.jpg

img_0990.jpg

 

img_1028.jpg

img_1029.jpg

 

Alguém uma vez disse-me que o grafitti e os murais conseguem contar histórias sobre uma cultura sem dizer uma palavra - eu concordo - muita vezes os desenhos são usados para fazer uma critica social ou política.

 

IMG_9938.JPG

 

Os grandes centros urbanos, selvas de concreto com os seus edifícios cinzentos e desinteressantes podem tornar-se opressivos e sombrios. Mas basta um toque de arte para que tudo aquilo que antes era chato, escuro ou decrépito ganhe vida e alegre o ambiente e as pessoas.

 

FullSizeRender.jpg

 

Nas minhas viagens por esse mundo fora (e em Portugal) vi vários bons exemplos disso.

 

Algumas cidades (como Lisboa) até já oferecem tours especializados que percorrem as suas ruas e mostram o que de melhor há nesta área.

 

Deixo em baixo o meu top das melhores cidades para ver este tipo de arte:

 

1- Londres, Reino Unido

 

img_2097 brick.jpg

 

2- Lisboa, Portugal

 

img_5098.jpg

 

3 - Valparaiso, Chile

 

img_3098 valpar.jpg

 

4 - Nova Iorque, EUA

 

img_4098 ny.jpg

 

5 - Paris, França

 

img_ 5098 paris.jpg

 

6 - Melborne, Australia

 

img_2098 melborne.jpg

 

E vocês gostam deste tipo de arte? existe alguma obra na vossa cidade que apreciem especialmente?

 

fullsizeoutput_10dd.jpeg

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight

 

MARK RYDEN I A CASA DAS MARAVILHAS

Olá amigos viajantes,

 

Conforme vos contei no meu post sobre Málaga, enquanto deambulava pela cidade tive a oportunidade de visitar o Centro de Arte Contemporânea (CAC) e ver, gratuitamente, uma exposição retrospectiva (a primeira na Europa) do  artista surrealista-pop norte americano, Mark Ryden intitulada "Cámara de las maravillas"

 

fullsizeoutput_10b6.jpeg

 

Há muitos anos que sou fã do seu trabalho, que conhecia essencialmente das capas de alguns álbuns pop/rock clássicos dos anos 90, como “Dangerous” de Michael Jackson, “One Hot Minute”dos Red Hot Chili Peppers ou “Love in an Elevator” dos Aerosmith.

 

Eu aprecio muito o surrealismo e a forma como combina imagens não relacionadas para criar cenas que nunca poderiam existir na vida real. Mark Ryden é um mestre nesta arte e por isso as suas pinturas e esculturas fascinam-me.

 

fullsizeoutput_10a3.jpeg

fullsizeoutput_10a1.jpeg

fullsizeoutput_10ab.jpeg

 

A sua obra é bela, simples e limpa no traço mas cheia de detalhes e carregada de conotações da cultura pop (muitas delas especificamente Americanas). O resultado final é deslumbrante.

 

 

fullsizeoutput_10a9.jpeg

 

Cada pintura é nos “servida” como uma enorme fatia de um bolo em camadas, onde a cada “dentada” descobrimos um novo sabor.


Muitas das obras tem imensa informação para processar mas é aí que reside todo o impacto do trabalho de Mark Ryden.

 

fullsizeoutput_10b9.jpeg

 

As imagens à primeira vista podem parecer doces mas olhando mais de perto tem algo de sinistro.

 

Tal como na vida real todos temos algo de bom e algo de mau, algo de princesa e de bruxa, de Dr. Jekyll and Mr. Hyde.

Não admira que o Stephen King tenha escolhido Ryden para ilustrar as capas de alguns dos seus livros.

 

fullsizeoutput_10a5.jpeg

fullsizeoutput_10af.jpeg

 

A carne, por exemplo, é um tema recorrente no seu trabalho. Segundo Ryden, “ a carne é a substância física que nos torna vivos e através dos quais vivemos nesta realidade. Todos nós usamos os nossos corpos que são como um vestido de carne”.

Parece que esta afirmação já serviu de inspiração a outra referência da cultura pop actual - Lady Gaga (lembram-se do vestido de carne que ela usou à uns anos atrás numa qualquer entrega de prémios?)

 

fullsizeoutput_10ad.jpeg

Se visitarem Málaga não percam esta exposição. Para quem gosta do género, vale muito a pena! 😊

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travelight

 

 

O PARQUE VIGELAND

Olá amigos viajantes!

 

Eu sou uma verdadeira apaixonada por escultura principalmente por escultura que retrata as emoções humanas, como devem ter percebido pelo meu post sobre o museu Rodin, por isso o Parque Vigeland, em Oslo, na Noruega fascina-me.

IMG_2152.JPG


Considerado o maior parque de esculturas do mundo criado por um único artista - Gustav Vigeland - este parque é uma das atracções turísticas mais populares da Noruega.

 

Aberto aos visitantes durante todo o ano, o parque, construido entre 1939 e 1949, tem mais de 200 esculturas em bronze, granito e ferro forjado.

fullsizeoutput_f5f.jpeg

IMG_2126.JPG

IMG_2142.JPG

 

As figuras esculpidas captam as relações humanas e a sua essência.

São estudos sublimes do corpo humano em toda a sua simplicidade gloriosa - homem, mulher, criança, jovem e velho.

 

IMG_2219.jpg

 

IMG_2224.jpg

IMG_2228.jpg

IMG_2229.jpg

 

Em toda a colecção as figuras humanas estão nuas, em poses e situações variadas - das mais quotidianas às mais surreais - desde um casal a abraçar-se ou uma criança a fazer uma birra até a um homem lutando (inexplicavelmente) contra um conjunto de bebés.

 

Todas as esculturas transmitem movimento, sensibilidade e emoções. Transmitem carinho, amor, raiva, irritação... são fortes, mexem connosco.

fullsizeoutput_f60.jpeg

IMG_2225.jpg

 

IMG_2222.jpg 

As esculturas estão divididas em 5 grupos: o Portão Principal, a Ponte, a Fonte, o Monólito e a Roda da Vida

fullsizeoutput_f62.jpeg


A Fonte, por exemplo, é um dos mais notáveis trabalhos que podemos observar no parque.

 

É uma estrutura magnífica cercada por 20 estátuas, cada uma representando um estágio diferente da vida humana, da infância à morte.

 

IMG_2220.jpg

 

Mas o monólito, Situado num planalto elevado acima do parque, é talvez a figura central de toda a instalação. Como o nome sugere, a escultura é um monólito, esculpido numa enorme coluna de granito de 46 metros de altura e retrata 121 figuras subindo e lutando entre si para chegar ao topo.

IMG_2122.JPG

IMG_2127.JPG 

Gustav Vigeland, foi um dos mais célebres escultores da Noruega, nasceu em 1869 e visitou várias vezes o estúdio de Rodin em Paris, notando-se claramente a influencia do grande mestre na sua obra.. Todas as peças presentes no parque foram modeladas em barro pelo próprio Vigeland, e são preservadas até hoje no museu do parque.

 

Num dia de sol imensas famílias vem aqui passear com os filhos e muitas creches trazem os bebés aqui para dar uma voltinha, é muito engraçado ver os carrinhos cheios de bebés a espreitar as esculturas 😄

IMG_2105.JPG

 

Este parque é, quanto a mim, um dos mais belos passeios que podemos fazer em Oslo 

fullsizeoutput_f64.jpeg

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight