Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

A MINHA PRAIA

Já vi praias maravilhosas por esse mundo fora. Praias de areias douradas, areias brancas, areias cor de rosa, de águas quentes e cristalinas. Mas, se alguém me perguntar qual é a minha praia, aquela que eu gosto mais, aquela que mora no meu coração, eu nem preciso de pensar. A resposta é rápida e simples: Praia das Maçãs, Sintra, Portugal 😊

 

fullsizeoutput_119a.jpeg

 

Não há amor como o primeiro e o meu caso com esta praia vem de muito longe.

 

Lembro-me vividamente do dia em que, muito pequenina e cheia de medo (era uma criança muito medrosa) fui de mão dada com o meu pai, olhar aquele mar imenso.

 

Nunca tinha visto nada igual. Fiquei hipnotizada com as ondas e a grandeza do Oceano que não compreendia.

  

Momentos depois os meus pezinhos tocaram aquelas águas (quase sempre) frias e eu abri o maior berreiro. Podia ter ficado traumatizada, mas não. Passado o susto inicial, eu nunca mais quis sair de lá.

 

Até hoje é um dos meus cantos favoritos do mundo.

 

Não admira que pintores como Jose Malhoa e Alfredo Keil - um dos primeiros habitantes da Praia das Maçãs e também compositor do hino nacional Português - a tenham retratado na sua obra. Tão linda que é!

IMG-20160103-WA0085.jpg

 

Mesmo no Inverno adoro passear por esta praia de areias douradas e pela foz do rio que lhe dá o nome.

IMG-20160103-WA0065.jpg
Para quem não sabe donde provem o nome, conta-se que no Outono o rio transportava até ao areal muitas maçãs  que iam caindo das quintas que atravessava.

IMG-20160103-WA0089.jpg

fullsizeoutput_119d.jpeg 

À volta do areal há bons restaurantes, cafés e bares e uma piscina de água salgada. Para além da praia, um dos atractivos desta zona é o famoso passeio de eléctrico que inicia-se na zona da Estefânia, junto ao Museu de Arte Moderna de Sintra, passa por Colares com paragem e termina à beira-mar, na praia das maçãs.

 

IMG-20160103-WA0092.jpg

 

E vocês? Qual é a vossa praia?

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight

 

 

FOTOS COM HISTÓRIA E POESIA I AMAR!

fullsizeoutput_10dc.jpeg

Fotografei este casal apaixonado na margem do rio Tejo em Lisboa, numa manhã de Sábado fria e nublada.

 

Parece que não há nada melhor que o amor para nos aquecer não é? 😊   

 

 

"AMAR!

Florbela Espanca

 

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...
Amar! Amar! E não amar ninguém!

 

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

 

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

 

E se um dia hei de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar... "

FUGIR PARA PERTO I A DUNA DA CRESMINA

As belezas do nosso país nunca deixam de me encantar…

 

Mesmo no Inverno, quando o tempo é frio e a chuva teima em cair, há tantos locais perto para onde podemos escapar e fugir um pouco do quotidiano repetitivo que nos asfixia.

Onde podemos voltar a respirar e recarregar baterias.

 

Andar a pé pela duna da Cresmina, na praia do Guincho, Cascais, é um bom exemplo disso  😊


Eu gosto de passear por lá, perdida nos meus pensamentos, enquanto recupero o equilíbrio que muitas vezes o stress diário me rouba.

 

fullsizeoutput_f4e.jpeg

 

Mas um passeio por aqui pode ser também uma oportunidade de aprendizagem.


Os passadiços em madeira, que nos permitem caminhar sobre as dunas sem provocar quaisquer danos ambientais, repartem-se por três caminhos:


1- Do núcleo interpretativo, até à estrada em frente à Fortaleza do Guincho;

2- Do cruzamento para a Rua da Areia até à praia do Guincho;

3- Trajecto deambulatório à duna da Cresmina, perto do parque de campismo.

 

P1070017.JPG

 

O Núcleo de Interpretação da Duna da Cresmina é um espaço criado com o objectivo de dar a conhecer o sistema dunar Guincho-Cresmina.


O Núcleo promove várias actividades (que requerem marcação prévia) que ajudam a compreender a flora e fauna únicas que aqui vivem em perfeita harmonia com os insectos, répteis e aves, formando o delicado ecossistema das Dunas de Guincho-Cresmina.

 

Durante os passeios guiados é possível observar aves e plantas nativas e ainda identificar as várias espécies animais da região.

P1070062.JPG

 

O centro de visitantes inclui também um café com uma pequena esplanada onde podemos relaxar e apreciar o pôr do sol após as caminhadas.

 

P1070046.JPG

 

É fácil aqui chegar, há muito estacionamento disponível nas redondezas (e um parque de estacionamento ao lado do Núcleo de Interpretação na Rua da Areia).

 

Para quem vem de transportes públicos, os autocarros 405 e 415 que partem do terminal de autocarros de Cascais param directamente em frente da Duna da Cresmina, Núcleo de Interpretação.

 

P1070051.JPG

E vocês? tem algum sítio perto para onde gostam de fugir? Eu gostava muito de saber 😀

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram  e no Facebook!

 

Tchau!

Travellight

FOTOS COM HISTÓRIA E POESIA I GATO QUE BRINCAS NA RUA

fullsizeoutput_104c.jpeg

fullsizeoutput_104b.jpeg

 

Fotografei este gatinho em Mértola, Alentejo.

 

Ele estava tão absorvido a observar um passarinho que cantava na árvore que nem reparou que outro pássaro pousara mesmo ao seu lado e o engraçado é que este pássaro também ficou a olhar para o que estava em cima da árvore 😀.

 


"Gato que brincas na rua

Fernando Pessoa

 

Gato que brincas na rua

Como se fosse na cama,

Invejo a sorte que é tua

Porque nem sorte se chama.

 

Bom servo das leis fatais

Que regem pedras e gentes,

Que tens instintos gerais

E sentes só o que sentes.

És feliz porque és assim,

Todo o nada que és é teu.

Eu vejo-me e estou sem mim,

Conheço-me e não sou eu. "

A VILA DE MÉRTOLA

Olá amigos viajantes,

 

No fim de semana passado dei um belo passeio pelo Alentejo e pela bonita Vila de Mértola.


Vocês já conhecem esta histórica Vila Portuguesa?

P1210425.JPG

 

Há algum tempo que não ia lá mas a sua beleza continua a fascinar-me 😊.

 

Empoleirada numa colina, na junção da Ribeira de Oeiras com o Rio Guadiana, Mértola parece um cartão postal que nos deslumbra à medida que aproximamos-nos e começamos a avistar o antigo castelo mourisco, as muralhas e as casinhas caiadas de branco.

 

P1210441.JPG

 

Mas mais do que uma linda vila, Mértola é um impressionante museu ao ar livre, onde a cada passo encontramos vestígios de antigas culturas mediterrânicas.

 

Mértola é mesmo um dos locais em Portugal onde existem mais vestígios do tempo dos Mouros. A igreja Matriz, por exemplo, hoje classificada como monumento nacional, é na verdade uma antiga mesquita.

 

P1210280.JPG

P1210396.JPG

 

O castelo de Mértola também é originalmente do período mourisco e fora das muralhas existe o antigo bairro Mouro.

 

P1210369.JPG

P1210382.JPG

 
Durante o período mourisco, Mértola rompeu com o resto do império e um líder sufi chamado Ibn Qasi até fez uma aliança com o Rei D. Afonso Henriques. Uma estátua colocada à frente do castelo homenageia este histórico líder.

 

P1210354.JPG

P1210356.JPG

 

A vila tem ainda um instituto de estudos islâmicos e um festival, que este ano terá lugar de 18 a 21 de Maio, que celebra (de dois em dois anos) o seu passado mourisco.

 

Durante os dias em que decorre o festival, as ruas de Mértola transformam-se num souk, uma série de concertos de todos os tipos de música mediterrânica acontecem, desde o castelo até ao cais, juntamente com dezenas de outros eventos culturais.


Esta é uma bela desculpa para visitar a região 😊

SAM_7441.JPG

SAM_7497.JPG

 

A cidade de Mértola possui vestígios monumentais dos tempos românico e islâmico, mas também de tempos mais antigos, como o Fenício e o Púnico.


A parte navegável do rio Guadiana, que flui para as águas Atlânticas do Algarve, demarcando a fronteira sul entre Portugal e Espanha, termina aqui.

 

A cidade - Myrtilis, como era conhecida durante a época romana - foi estrategicamente importante nas conquistas da região e um ponto de entrada de produtos na Península Ibérica.

 

P1210385.JPG

P1210395.JPG

 

Tudo isso pode ser entendido nos 15 centros museológicos de Mértola, que vão da Antiguidade à Idade Média - basta visitar, por exemplo, a Casa Romana na Mesquita Velha, a Acrópole, a Basílica, o Castelo ou admirar a imponente Torre do Rio.

 

P1210328.JPG

 

A história, as ruas estreitas, as portas coloridas, as varandas e (não esquecer nunca) a boa comida, tudo cativa e faz-nos sorrir.

 

FullSizeRender.jpg

IMG_2313.JPG

FullSizeRender.jpg

P1210398.JPG

P1210248.JPG

 

fullsizeoutput_104a.jpeg

 

E por fim, como se tudo isto não bastasse, Mértola é ainda rodeada pelo belíssimo Parque Natural Vale do Guadiana, lar da rara cegonha negra.

 

P1210225.JPG

 

Por isso já sabem, razões não faltam para visitar Mértola, mas vou dar-vos ainda mais uma: a 17 km ao norte de Mértola, na estrada para Serpa, está a Mina de São Domingos, uma antiga mina de cobre e pirite cuja sede foi agora o convertida no Hotel São Domingos (Alentejo Star Hotel).

 

Aqui podemos fazer passeios de bicicleta, passeios de jipe, BTT e caminhadas; O Rio Guadiana e a praia fluvial fica perto o que é excelente para desportos náuticos como a canoagem; Se visitarem no Verão podem aproveitar ainda a grande piscina do Hotel e um lindo jardim para relaxar.


O Hotel tem também um telescópio topo de gama e um observatório que permite a observação directa de um dos céus mais estrelados do mundo. 

 

fullsizeoutput_1046.jpeg

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!
Travellight

MY NEW HAPPY PLACE!

Sábado passado, ao passear pelo Parque Eduardo VII em Lisboa para visitar o Wonderland Lisboa descobri esta árvore.

PC100273.jpg

Foi paixão à primeira vista. Acho que nunca tinha visto uma árvore tão bonita em Lisboa. Não sei como nunca tinha reparado nela antes.

 

Parece feita de âmbar ou de ouro de tão dourada que é. Quando lhe bate o sol parece que brilha!

 

PC100289.jpg

PC100290.jpg

 

It’s my new happy place!

 

PC100280.jpg

 

 

 

JÁ VISITARAM O MAIS BELO PALÁCIO DE PORTUGAL?

Olá amigos viajantes,

 

Pela quarta vez consecutiva os Parques de Sintra venceram o World Travel Award para “Melhor Empresa do Mundo em Conservação”

AnaBarreto-115.jpg

 

Nada de surpreendente para quem conhece bem este lugar mágico.

 

Não é preciso ir para o estrangeiro para visitar locais memoráveis e cenários épicos. Lugares desses há com fartura nos Parques de Sintra.

 

Mas se há um lugar que parece saído directamente de um conto de fadas esse lugar é sem dúvida o Palácio da Pena!

 

AnaBarreto-28.jpg

 

Património Mundial da UNESCO e uma das Sete Maravilhas de Portugal este palácio desperta e inspira a nossa imaginação.

 

O Parque e o Palácio da Pena são fruto do génio criativo do Rei Fernando II e a maior expressão do romantismo do século XIX em Portugal, denotando claras influências arquitectónicas dos estilos Manuelino e Mourisco.

 

AnaBarreto-50.jpg

 

AnaBarreto-75.jpg

 

AnaBarreto-18.jpg

AnaBarreto-108.jpg

 


Pena foi construído de forma a ser visível a partir de qualquer ponto do parque. A sua floresta e jardins luxuriantes possuem mais de quinhentas espécies diferentes de árvores.

 

AnaBarreto-2.jpg

 

AnaBarreto-6.jpg

 

As árvores aqui plantadas são originarias dos quatro cantos da mundo.

 

A ambição do rei Fernando de transformar este lugar num magnífico retiro de Verão foi alcançada com muito sucesso.

 

O Rei tinha uma alma artística e excêntrica por isso não surpreende que o palácio seja uma mistura extravagante de cores vivas e pedras esculpidas e bem trabalhadas.

AnaBarreto-109.jpg

 

 

Hoje em dia o Palácio continua a deslumbrar os seus visitantes com a sua aparência de contos de fada e os seus bem preservados interiores.

 

O interior do palácio é tão interessante quanto o seu exterior.


Andando pelos quartos e divisões podemos ter uma ideia de como vivia a familia Real Portuguesa.

AnaBarreto-59.jpg

AnaBarreto-62.jpg

AnaBarreto-88.jpg

 

AnaBarreto-57.jpg

 

O Parque da Pena, com as suas mais de 2.000 variedades de plantas e caminhos escondidos também merece uma visita alargada.

AnaBarreto-123.jpg

 

Uma caminhada agradável é a que nos leva até à Cruz Alta, o ponto mais alto da Serra de Sintra e que tem uma vista maravilhosa sobre o Palácio da Pena. A caminhada leva aproximadamente 30 minutos dos terraços do Palácio da Pena e está bem assinalado.

 

No Verão ou no Inverno, sozinhos ou com os vossos filhos, vale muito a pena visitar este magnifico palácio.

 

Um agradecimento especial à minha querida amiga Adriana Silva que tirou as fotos que ilustram este post. 😃

Sigam as minhas mais recentes aventuras no Instagram e no Facebook 

 

Tchau!

Travellight 

A MARAVILHOSA LUZ DE LISBOA

Olá amigos!

 

Já corri mundo mas é sempre tão bom voltar a casa…

P1231044.jpg

Quem vive e visita Lisboa sabe que há algo de mágico e inexplicável na luz desta cidade, algo que desde sempre encantou pintores, fotógrafos, escritores e poetas.


Algo que nos enche o coração e nos faz sorrir.

 

A alegria que sentimos ao passear sob esta luz maravilhosa não é uma coisa racional, é antes um estado de espírito, uma emoção que torna uma cidade já de si linda, absolutamente maravilhosa.

P1231016.JPG

 

Posicionada junto ao Atlântico, Lisboa tem no Rio Tejo um imenso espelho de água que ajuda a reflectir ainda mais luz sobre a cidade. Os ventos de Norte limpam a poluição e clareiam o ar criando a famosa atmosfera mágica que inspirou tantos poetas.

 

P1230948.jpg

 

Como é possível alguém não se apaixonar por Lisboa quando, descendo uma das colinas até ao rio, vê todas a as tonalidades que o sol poente pinta nas suas casas e telhados.

 

P1231086.jpg

 

Como não amar aquela vista infinita do Tejo de onde partiram tantos homens corajosos que descobriram novos mundos e fizeram grande o nosso País.

 

P1230975.jpg

  

Que bom é admirar o sol a bater nos belíssimos azulejos do Miradouro de Santa Luzia ou apreciar o casario que parece brilhar sob a luz a partir de um dos muitos miradouros da cidade.

 

P1231255.jpg

P1231110.jpg

 

Como qualquer cidade do mundo Lisboa tem os seus problemas mas acreditem, sempre me senti verdadeiramente abençoada por poder chamar a esta a minha cidade!

 

Fotos tiradas por H. Guerreiro  

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight

ALCAIDE - ALDEIA DO COGUMELO

Olá amigos viajantes,

 

No próximo fim-de-semana acontece o Míscaros - Festival do Cogumelo, um evento único no nosso país e a desculpa perfeita para visitar Alcaide, uma bela e pitoresca aldeia do concelho do Fundão! 😊

 

f-cogumelo-r.jpg

O festival que este ano decorre entre os dias 18 e 20 de Novembro permite ao visitante fazer um passeio micológico e aprender algumas noções básicas sobre a apanha do cogumelo e sobre como distinguir as espécies comestíveis das venenosas.

 

Family_of_Mushrooms.jpg

 

Os passeios são também uma excelente oportunidade para o visitante se maravilhar com a natureza envolvente da Serra da Gardunha.

 

DSC00412.jpg

  Foto de Raul Branco

 

DSC00415.jpg

 

   Foto de Raul Branco

  

Mas degustar diferentes formas da confecção de cogumelos e outras especialidades da região, nas tasquinhas típicas especialmente preparadas na aldeia é com certeza o melhor do festival!😋

 

miscaros051112d.jpg 

O Festival incluí igualmente exposições, workshops, mostras de cogumelos e animação.

 

DSCF7369.jpg

 

Alcaide é uma localidade com 700 anos de existência, onde ainda são notórios vestígios de tempos remotos.

 

Casa da Câmara - IMGP3174.JPG

 

DSC00438.jpg

   Foto de Raul Branco

 

90972016.jpg

 

Para além da sua beleza natural, onde sobressaem vários miradouros com vistas colossais sobre a Cova da Beira, são também dignas de visita as suas seis Capelas Romanas, a Igreja Matriz, a Torre Sineira e as fontes do século XIX.

 

f108f02.jpg

Outros pontos de interesse são a Praça Comendador Joaquim Gil Pinheiro, e a zona Medieval do Alcaide a norte e poente da Torre.

 

Se precisarem de alojamento o Hotel Cerca Design House é uma óptima opção. 

 

Não deixem de visitar!

 

 

Tchau!

Travellight

 

 

 

A LAGOA AZUL DE SINTRA

Olá amigos viajantes!

 

Hoje vou mostrar-vos um dos meus cantinhos preferidos em Sintra - A Lagoa Azul

P7214850.jpg

 

A Lagoa é um lugar de especial beleza, ideal para fotografar, fazer um piquenique, passear com a família, meditar ou namorar 😄.

 

P7214847.jpg

P7214848.JPG

 

P7214787.JPG

 

P7214870.jpg

 

Aqui podemos desfrutar do ar puro da Serra de Sintra e contemplar a natureza no seu melhor.

 

Várias espécies vegetais, patos, tartarugas, carpas e percas conjugam-se para criar um ambiente de sintonia muito agradável para descansar e relaxar do stress do dia a dia.

 

P7214824.JPG

P7214827.JPG

P7214843.JPG

 

Alguns praticantes de BTT usam também este local como ponto de partida para circuitos aventurosos, cheios de subidas e descidas desafiantes pelo interior da serra de Sintra.

 

P7214777.jpg

 Não deixem de visitar!

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes na Costa Rica pelo Instagram e Facebook

 

Tchau!

Travellight