Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

MY TRAVEL WISH LIST I HOTEL JUVET LANDSCAPE

IMG_3921_DxO_raw.jpg

 

A série Norueguesa “Absolvição” (Frikjent) que passa na SIC Radical, está a dar-me uma vontade imensa de regressar à Noruega e revisitar aquelas paisagens incríveis.


Motivos não faltam mas se faltassem o Hotel Juvet Landscape resolvia.

 

Alguns hotéis conseguem ser um destino por si só e esse parece ser o caso deste hotel situado numa quinta da pequena aldeia de Alstad.


O Hotel Juvet Landscape pretende ser uma síntese da natureza Norueguesa com a sua história, cultura e arquitectura. Mostrando que o moderno e o inovador podem andar de mãos dadas com a tradição de construção local e o artesanato.

 

juvet-landscape-hotel-20.jpg

tumblr_mrlpw63xl41r5nhm8o6_1280.jpg

fullsizeoutput_1acd.jpeg

 

O hotel é composto por nove quartos independentes localizados separadamente, cada um com uma perspectiva única sobre a paisagem circundante. Além disso, há a oportunidade de ficar nos edifícios antigos da quinta, como a casa do moinho ou o celeiro.

 

Juvet-26.jpg

The-Juvet-Hotel-Valldal-Norway-Europe-0004.jpg

 

tumblr_mrlpw63xl41r5nhm8o4_1280.jpg

 

Do que vi, uma noite custa a partir de 178,00€ (1.650 NOK) por pessoa.

 

Vai definitivamente para a minha travel wish list 😊

COCKTAIL DE MELANCIA MAÇÃ E LIMÃO

cocktail_mixes_watermelon.jpg

 

Olá amigos viajantes!

 

Quando no Verão o calor aperta gosto de preparar este cocktail não alcoólico de melancia, maçã e limão que provei pela primeira vez no Brasil e adorei.

 

É saboroso e super refrescante!

Experimentem e vão ver 😃

 

Ingredientes:

1 Kg de melancia (tirar a casca e os pevides)
Sumo de 2 limões
2 maçãs
500 ml de água com gás
Açúcar a gosto
Cubos de gelo

 

Preparação:

Coloque no liquidificador a melancia, o sumo dos limões e a maçã cortada.

Coloque açúcar a gosto.

Depois de bater sirva o sumo em copos baixos com bastante gelo. Encha apenas metade do copo com o sumo e complete o resto com a água gaseificada.

 
Se quiser decore com folhas de menta.

 

Espero que gostem tanto quanto eu!😃

 

Bom fim de semana!

Travellight

PARQUE GWK EM BALI I UM ENGANO QUE VALEU A PENA

Era o meu segundo dia de férias em Bali, quando cheguei ao Parque Cultural Garuda Wisnu Kencana enganada, literalmente enganada pelo motorista de táxi com quem antecipadamente tinha acordado os lugares que queria visitar e quanto ia pagar.

 

fullsizeoutput_1a34.jpeg

 

Acontece que o taxista tinha também, com toda a certeza, um acordo com o Parque para levar para lá turistas e ele queria ganhar dos dois lados 😣


Taxistas.... infelizmente é o que se sabe, seja em que lugar do mundo for, o mais certo é enganarem-te…

 

Tive um ataque de nervos quando percebi que ele ia deixar-me no parque apesar de eu ter dito que não estava interessada. Tinha outras prioridades na minha lista e só pensava visitar este parque se no fim tivesse tempo para isso.

 

Mas agora já lá estava e não havia nada a fazer, a menos que eu quisesse discutir a sério com o taxista e arriscar-me a que ele fosse embora de vez, deixando-me sem saber se encontrava outro para saír dali.

 

Resolvi por isso respirar fundo e não permitir que esta situação me estragasse o resto do dia.

 

Foi o melhor que fiz. Como diz a minha amiga Marta do blog Nota Dissonante, "se a vida te der limões faz uma limonada". 😃

 

O Parque acabou por ser bem melhor do que eu pensava e no fim devo admitir que até me diverti.

 

fullsizeoutput_1a2b.jpeg

 

O Parque Cultural Garuda Wisnu Kencana (GWK) ainda está em construção e tem como intuito apresentar o património cultural Indonésio através de exposições e performances ao vivo de música e dança. É também conhecido por ter uma estátua monumental de Garuda Wisnu.

 

fullsizeoutput_1a33.jpeg

 

Esta estátua que representa o Deus Hindu Vishnu e o seu amigo de confiança Garuda foi, segundo me disseram, concebida para ser uma das maiores estátuas do mundo. Neste momento ainda está dividida em várias partes, que na obstante conseguem impressionar pela sua grandeza.

 

Está previsto que todas as partes da estátua estejam montadas em 2018-2019.

 

fullsizeoutput_1a32.jpeg


O Garuda é uma criatura que aparece na mitologia hindu e budista e que é semelhante a um pássaro. Diz a lenda que era  grande o suficiente para tapar o sol.

 

O parque é enorme e está organizado em várias áreas distintas. Um dos pontos mais importantes é a Praça Wisnu, onde está a cabeça do Deus Vishnu. Esta zona é considerada um local sagrado por isso não podemos entrar de calções ou de vestido curto. Mas isso não é um grande problema porque se não tivermos calças ou uma saia comprida a organização do parque empresta um lenço grande que podemos usar para tapar as pernas.

 

IMGP2191.JPG

 

 

Há uma sala de exposições que quando fui tinha uma mostra de trajes Balineses bastante interessante (e às vezes assustadora 😳).

 

IMGP2167.JPG

fullsizeoutput_1a26.jpeg

fullsizeoutput_1a2f.jpeg

  

O anfiteatro é outra das áreas de destaque. Aqui podemos assistir a espectáculos de dança e música. Estas performances estão incluídas no bilhete de entrada (que custa 8 US Dolares) e são uma óptima forma de conhecer um pouco mais da cultura e tradições Balinesas.

 

IMGP2194.JPG

IMGP2196.JPG

 

fullsizeoutput_1a3a.jpeg

 

O parque tem também uma extensa área ajardinada por onde podemos passear a pé ou se preferirmos, de segway (que podemos alugar).

IMGP2176.JPGIMGP2190.JPGfullsizeoutput_1a30.jpeg


Na área comercial, encontramos lojas de souvenirs e de roupa e restaurantes que oferecem autentica comida Balinesa. Um deles tem uma esplanada com uma vista espectacular. É o lugar ideal para terminar um passeio por este parque.

 

fullsizeoutput_1a40.jpeg

 

E foi assim, meus amigos, que inesperadamente me diverti num local que não pensava visitar. 😃

 

Às vezes não vale a pena stressar quando algumas situações fogem ao nosso controlo. É melhor respirar fundo e aproveitar o momento o melhor possivel. 🙂

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight

 

 

AS FÉRIAS EM 8 PASSOS…

1 - DECIDIR O DESTINO 

image10.gif


2 - COMEÇAR A PLANEAR E SONHAR…

 

image8.gif

 

3 - COMEÇAR A CONTAGEM DECRESCENTE 

 

image11.gif

 

4 - ACORDAR NO PRIMEIRO DIA DE FÉRIAS

 

imageY.gif

 

5 - APANHAR O AVIÃO

 

image23 (1).gif

 

6 - RELAXAR, DORMIR, TIRAR FOTOS...

image1.gif

image1 (1).gif

 

image9 (1).gif

 

7 - ASSIM QUE COMEÇAS A SENTIR-TE BEM TENS DE FAZER AS MALAS PARA VOLTAR

image22 (1).gif

 

 
- VOLTAR AO TRABALHO  (QUANDO METADE DOS COLEGAS FOI AGORA DE FÉRIAS)

 

image24 (1).gif

 

COMO PASSAR A ROUPA DE VIAGEM QUANDO NÃO TENS UM FERRO

Olá amigos viajantes!

 

Já vos aconteceu com certeza abrirem a mala depois de chegarem ao vosso destino de viagem e terem a roupa toda amarrotada.😲😩

 

Alguns hotéis tem ferro e mesa de passar no quarto, mas a maioria não.

 

O que fazer então quando não queremos gastar dinheiro no hotel para mandar engomar aquele vestidinho ou camisa que nos fica tão bem mas ao mesmo tempo não queremos abdicar de ter um ar aprumado e composto para o jantar?

 

Simples 😊

 

Se o hotel tiver um secador de cabelo, pode ser que tenham o problema resolvido. Tudo o que precisam é disto:

 

 

FullSizeRender (3).jpg

 

Levo sempre de viagem um pequeno frasquinho de plástico com vaporizador, vazio, que depois encho com água.

 

Penduro a peça de roupa que está amarrotada num cabide e depois penduro o cabide, por exemplo, no suporte da cortina do chuveiro da casa de banho; Vaporizo a roupa com água e depois seco com o secador de cabelo.

 

Et voilà, adeus rugas na roupa! 😃

 

Se o hotel não tiver cabides podem pendurar a roupa nas costas de uma cadeira ou estende-la em cima de qualquer superfície plana que exista no quarto (secretária, bancada da casa de banho...)

 

Este truque funciona especialmente bem com roupa de verão que é leve e fina.

 

Tchau!
Travellight

 

PALACE HOTEL DO BUÇACO

Olá amigos viajantes!

 

Em Portugal, felizmente, não temos falta de hotéis de qualidade, mas muito poucos podem gabar-se, como o Palace Hotel do Buçaco, de ter uma história tão rica, uma arquitectura tão deslumbrante e de localizarem-se num lugar tão bonito e encantado como a Mata do Buçaco.

 

fullsizeoutput_1a18.jpeg

 

Mandado edificar pelo rei D. Carlos I como pavilhão real de caça, o palácio - uma verdadeira ode à Epopeia dos Descobrimentos Portugueses - foi construído entre 1888 e 1907, e é um exemplo do “Romantismo Castelar”, uma moda arquitectónica, de inspiração Alemã bastante popular naquela altura.

 

E que romântico é este lugar! Parece saído de um qualquer conto de fadas 😊.

 

IMG_3151.JPG

 

Não fiquei muito surpreendida quando descobri que foi o arquitecto italiano Luigi Manini, cenógrafo do Teatro Nacional de São Carlos, o responsável pelo projecto. Afinal, tudo ali parece mesmo pertencer ao cenário de um filme. Os jardins, as arcadas, a escadaria, os azulejos, as decorações… tudo é monumental!

 

P7210114.JPG

fullsizeoutput_1a17.jpeg

fullsizeoutput_1a0c.jpeg

fullsizeoutput_1a0d.jpeg

 

fullsizeoutput_1a09.jpeg

fullsizeoutput_1a12.jpeg

 

Assim que entras, sentes-te a recuar no tempo. Quem gosta de história, como é o meu caso, não pode deixar de ficar maravilhado ao explorar este palácio transformado em hotel.

 

O Duque de Wellington andou por aqui e pernoitou no Convento de Santa Cruz (edifício adjacente ao hotel).

 

fullsizeoutput_1a14.jpeg

 

A Batalha do Bussaco de 1810, que repeliu a terceira tentativa de invasão napoleónica é contada nos azulejos do mestre Jorge Colaço, assim como vários episódios dos Lusíadas.

 

fullsizeoutput_1a06.jpeg

IPAD-BUÇACO-2017 (18).jpg

IPAD-BUÇACO-2017 (39).jpg

 

O restaurante do hotel localiza-se no que foi outrora local de majestosos banquetes reais e está decorado com um tecto mourisco, frescos de João Vaz, e janelas e portadas ao estilo manuelino.

 

Jantar ou tomar o pequeno almoço aqui é simplesmente maravilhoso.

 

P7210149.JPG

fullsizeoutput_18e2.jpeg

 

A gerência do hotel está entregue à mesma família desde 1917 - neste momento já é a terceira geração de descendentes de Alexandre de Almeida (o primeiro grande industrial hoteleiro português) que gere o local.

 

IPAD-BUÇACO-2017 (122).jpg

 

As áreas comuns e jardins estão bem cuidados. O buffet de pequeno almoço é bom e as refeições servidas no restaurante bastante agradáveis.

 

caption.jpg

 

Os funcionários são atenciosos e prestáveis.

 

E depois temos o vinho...

 

fullsizeoutput_19af.jpeg

 

O único ponto negativo, para mim, foi o quarto.

 

IMG_3065.JPG

 

Apesar de grande, com tecto alto e uma decoração de época, estava muito desgastado e degradado.


No seu site, o hotel, refere que os quartos são mantidos assim “por forma a preservar a beleza e o ambiente originais do palácio, razão pela qual não oferecem algumas das comodidades e luxos contemporâneos expectáveis num hotel deste renome” mas, honestamente, não acho aceitável um hotel 5 estrelas e desta grandeza, ter quartos naquele estado de conservação e com equipamentos tão antigos (o aparelho de televisão parecia dos anos 80).

 

Já estive em vários hotéis deste género que, sem comprometer a história do local, conseguem ter quartos maravilhosos, muito confortáveis e com luxos contemporâneos.

 

Verdade seja dita estes hotéis também cobram valores bem diferentes do Palace Hotel do Bussaco…

 

Em resumo, não posso dizer que não gostei de passar aqui uma noite, porque a mim, a história fascina-me e a minha imaginação perde-se a imaginar como seria noutra época. Eu sou capaz de me abstrair das falhas e defeitos do quarto por uma noite, mas talvez não seja para todos.


Penso que muitas pessoas chegam com grandes expectativas e com o sonho de ter uma noite especial e depois ficam bastante desiludidas quando vêem o estado dos quartos. 😔

 

Ainda assim, mesmo não ficando aqui à noite, com toda a certeza ninguém ficará arrependido de vir conhecer este lugar.


O restaurante e os jardins são abertos ao público em geral. Penso que cobram 5 Euros para entrar no recinto do Hotel quando a pessoa vem de carro e não tem reserva. Mas se estiverem interessados em visitar, podem contactar a Fundação da Mata do Buçaco ou o próprio Palace Hotel do Buçaco para tirar a dúvida, porque não tenho mesmo a certeza do valor.

 

fullsizeoutput_190a.jpeg

 

Sigam as minhas mais recentes aventuras no Instagram ou no Facebook

 

Tchau!
Travellight

S. PETERSBURGO I A CIDADE DOS CZARS

São Petersburgo é talvez a cidade mais bela da Rússia.

 

IMG_0866.JPG

 

Está cheia de museus, de imponentes igrejas e extraordinários palácios.


Para mim as Noites Brancas - que normalmente duram de meados de Junho ao inicio de Julho - são a altura ideal para a visitar.

 

Nenhuma outra grande cidade pode rivalizar com a experiência que é passear nas ruas de São Petersburgo durante os meses de verão. São românticas, movimentadas, com eventos culturais variados e… cheias de luz natural à 01h00 da manhã!

 

fullsizeoutput_17c5.jpeg

 

As Noites Brancas são um fenómeno curioso causado pela localização geográfica de São Petersburgo, a cidade mais ao norte do mundo.

 

Por estar tão a norte, há um período no ano em que o sol nunca desce o suficiente abaixo da linha do horizonte para o céu escurecer e aí vemos as noites tornam-se indistinguíveis dos dias.


Uma das melhores maneiras de ver S. Petersburgo é da água, num passeio de barco ao longo dos canais do rio Neva.

 

IMG_1045.JPG

 

Tudo em São Petersburgo é grandioso, detalhado e trabalhado. Até as estações de metro são ornamentadas como os palácios dos Czares.

 

IMG_0891.JPG


E falando em palácios ... há dois que tenho de destacar: O Hermitage, que serviu como residência oficial e Palácio de Inverno do Czar até à revolução em 1917, e que hoje é um dos mais importantes museus do mundo e o Palácio de Peterhof, Património Mundial da UNESCO.

 

O palácio de Inverno e a colecção de arte do Museu Hermitage são impressionantes, um dia inteiro quase não chega para ver tudo o que há para ver. Se estão a pensar em visitar comprem os bilhetes on-line para evitar as filas enormes na entrada.

 

IMG_0614 (1).JPG

IMG_0643.JPG

IMG_0674.JPG

fullsizeoutput_17b0.jpeg

fullsizeoutput_17b5.jpeg

fullsizeoutput_17b6.jpeg

fullsizeoutput_17b8.jpeg

 

O Hermitage é gratuito na primeira quinta-feira de cada mês por isso programem a visita para esse dia se possível, mas preparem-se para grandes multidões 😧

 


O Palácio Peterhof, a cerca de 1 hora de comboio de S. Petersburgo, foi mandado construir por Pedro o Grande que inspirou o seu design no Palácio de Versalhes mas que o suplantou em grandiosidade e opulência. É uma experiência em si só ver as suas fachadas régias e elegantes, os interiores pomposos e ornamentados, os vasos de porcelana, as lareiras, os grandes espelhos… é uma overdose visual 🙂

 

fullsizeoutput_17be.jpeg

fullsizeoutput_17bf.jpeg

fullsizeoutput_17c0.jpeg

  

A principal atracção do palácio são as fontes e cascatas com estátuas douradas e mosaicos que adornam os belos jardins.

 

Outro monumento único na cidade é a Catedral do Sangue Derramado. Tanto o exterior como o interior são extraordinários. Acho que nunca vi uma catedral tão bonita 😲

 

IMG_0758.JPG

IMG_0772.JPG

IMG_0778.JPG

IMG_0781.JPG

fullsizeoutput_17b9.jpeg

IMG_0803.JPG


São Petersburgo é dominada pelo passado - por czares tirânicos, assassinatos, revolução e guerra. No entanto, apesar da violência da sua história, a cidade está notavelmente bem preservada e restaurada com muito bom gosto.

 

A população é jovem e (pelo menos aparentemente) mais afável e acolhedora que no resto da Rússia.

 

Vale bem a pena conhecer!

 

fullsizeoutput_17c8.jpeg

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram

 

Tchau!

Travellight 

DESTINOS PARA LUA DE MEL I ANGSANA IHURU MALDIVAS

Olá amigos viajantes!

 

Alguém por aí está de casamento marcado e anda à procura de um destino paradisíaco especial para a lua de mel?

 

A ilha de Angsana Ihuru nas Maldivas pode ser a vossa resposta 😃

 

fullsizeoutput_19d9.jpeg

 

O Angsana Ihuru pertence ao grupo Banyan Tree que a maioria dos amantes de viagens de luxo conhece como sinónimo de qualidade, sofisticação e bons tratamentos de SPA. Infelizmente nem sempre os preços praticados pelo grupo são compatíveis com o nosso orçamento de viagens. Mas o Angsana é uma espécie de low cost (bom) do Banyan Tree.

 

fullsizeoutput_19d8.jpeg

 

Não vou dizer que é barato (não é) mas comparado com outras opções dentro do segmento de luxo nas Maldivas não é tão caro e tem muitas vantagens. Se optarem por marcar na época baixa (Setembro, por exemplo, a diária, com pequeno almoço para duas pessoas, fica por cerca de 360,00 €).


Para inicio de conversa, a pequena ilha de Ihuru fica apenas a 20 minutos, de barco a motor, do aeroporto de Male, o que já por si é uma poupança, porque muitos hotéis e resorts das Maldivas ficam longe do aeroporto internacional e depois temos de pagar uma avioneta cara para lá chegar.

 

Quando chegas não te arrependes, é um verdadeiro cartão postal do paraíso: Um mar incrivelmente azul turquesa, praia de areia branca fina e bonitas palmeiras.

 

fullsizeoutput_19db.jpeg

 

Somos recebidos com toalhas frescas, sorvetes de coco e chocolate e bebidas geladas para nos ajudar a afastar o calor.

 

Depois de um rápido check-in somos levados até às vilas de praia.

 

As vilas tem uma decoração simples, de bom gosto e são muito confortáveis, tem um chuveiro exterior e algumas tem também um jacuzzi.

 

IMGP6813.JPGIMGP6812.JPG

 

 

fullsizeoutput_19e1.jpeg

 

 

A privacidade é quase completa porque as cabanas tem vegetação natural que as separa, o que cria a ilusão que cada cabana tem uma praia privativa.

 

fullsizeoutput_19da (1).jpeg

 

Mas o melhor de tudo é o recife de coral da ilha que fica super perto da praia. Está repleto de vida marinha colorida e até quem não sabe nadar ou nada mal pode facilmente observar o recife sem nunca perder o pé. É como nadar dentro de um gigantesco aquário 😊

 

fullsizeoutput_19e5.jpeg

fullsizeoutput_19e7.jpeg

fullsizeoutput_19e8.jpeg

fullsizeoutput_19ea.jpeg

 

fullsizeoutput_19e6.jpeg

fullsizeoutput_19e8 (1).jpeg

fullsizeoutput_19f7.jpeg

fullsizeoutput_19eb.jpeg

 

fullsizeoutput_19ec.jpeg

fullsizeoutput_19e4.jpeg


O Angsana tem um centro de mergulho que pode organizar uma sessão de snorkel com o biólogo marinho da ilha, para podermos descobrir toda a diversidade de espécies marinhas e conhecer melhor o recife, considerado um dos melhores, se não mesmo o melhor, das Maldivas.

 

O resort é pequeno e só há um restaurante e um bar à beira da praia, mas a escolha no menu é bastante razoável e servem um pouco de tudo, desde peixe grelhado a massas.

 

IMGP6725.JPG

 

O pequeno-almoço é servido em buffet e é bastante bom com uma boa selecção de produtos como croissants, waffles, frutas frescas, ovos fritos, omeletas feitas na hora, etc…

 

e, como não podia deixar de ser, a ilha tem também um SPA com tratamentos maravilhosos.

 

IMGP6818.JPG

 

Outra vantagem do Angsana é que os hospedes podem usufruir de um barco gratuito até à ilha do Banyan Tree Vabbinfaru, um resort maior do mesmo grupo com mais praias, restaurantes, actividades aquáticas e um laboratório marinho orientado para a conservação das espécies locais que oferece demonstrações de alimentação de raias e informa os visitantes sobre os programas de preservação e reprodução de tartarugas. Os visitantes são também encorajados a participar no programa de plantio e protecção de corais.

 

fullsizeoutput_19e0 (1).jpegfullsizeoutput_19ed.jpeg

fullsizeoutput_19ee.jpeg

fullsizeoutput_19f3.jpeg

fullsizeoutput_19f4.jpeg

 

Os funcionários são simpáticos e sempre prontos a ajudar em tudo o que for preciso.

 

O pôr do sol é épico! 😊

 

fullsizeoutput_19d7.jpeg 

 

Em suma, considero esta pequena ilha o local ideal para uma lua de mel perfeita e romântica, recheada de aventuras subaquáticas nas águas quentes e transparentes das Maldivas.

 

É um dos lugares mais bonitos em que já estive 😊

 

fullsizeoutput_19df.jpeg 

 

Espero que tenham gostado da sugestão! 😊

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight

 

 

 

 

PARQUE NACIONAL TORTUGUERO I COSTA RICA

Olá amigos viajantes!

 

Quem acompanha o meu blog (obrigadaaa!😘) já sabe que adoro parques nacionais e animais.


Pois hoje vou falar-vos de mais um, por isso apertem os cintos e vamos voar até à Costa Rica para visitar o Parque Nacional Tortuguero.

 

PA071832.JPG

 

Tortuguero fica numa área remota da Costa Rica e só consegues lá chegar de avioneta ou de barco.
Eu fui de barco e parti de Moín, perto de Puerto Limon.

 

fullsizeoutput_19bd.jpeg

 

Assim que nos aproximamos da margem, a pequena aldeia de Tortuguero desperta a nossa atenção. É colorida, tem casinhas à beira do rio e muitos barcos. 

 

PA071499.JPG

 

Se olharmos com atenção descobrimos logo alguns pássaros 😊

 

fullsizeoutput_19d1.jpeg

PA071493.JPG

 

A aldeia está mesmo cheia de cor! Há painéis e murais coloridos por todo o lado.

 

fullsizeoutput_19c3.jpeg

fullsizeoutput_19d6.jpeg 

Não percebi porque é que a sanita estava do lado de fora... 😳

 

fullsizeoutput_19c4.jpeg

 

Eu fiquei hospedada no Evergreen Lodge, um alojamento confortável, à entrada do Parque, com cabines ecológicas e uma rede de trilhas e pontes em suspensão que nos conduzem até ao interior da floresta tropical.

 

fullsizeoutput_19ca.jpeg

PA071672.JPG

fullsizeoutput_19cc.jpeg

 

O caminho por entre as árvores centenárias está cheio de vida selvagem. Só temos de ficar atentos e manter os olhos bem abertos para encontrar bonitos pássaros tropicais, macacos, preguiças, iguanas ou rãs. É preciso ter cuidado porque algumas espécies de rãs e cobras podem ser venenosas.

 

PA071733.JPGfullsizeoutput_19c9.jpeg

fullsizeoutput_19c1.jpeg

fullsizeoutput_19cb.jpeg

 

PA071375.JPG

PA071335.JPG

 

PA071730.JPG

PA071828.JPG


Tortuguero é o lar de 3 espécies de macacos, e eu consegui ver todas elas 😃.

 

Os macacos bugio emitem um som assustador mas não são assim tão assustadores quando os conseguimos ver.

 

bugio serra do gatz (18).JPG

 

Os mais engraçados são os macacos-aranha com os seus braços compridos.

 

fullsizeoutput_19d3.jpeg

 

e os mais matreiros e inteligentes são os macacos capuchinhos, que estão sempre à espreita para ver se conseguem roubar alguma comida aos incautos turistas.

 

fullsizeoutput_106a.jpeg


Dentro do parque é possivel fazer passeios de barco pelo rio e descobrir toda a diversidade vegetal e animal presente naquele local.

 

fullsizeoutput_19bf.jpeg

 

Ao todo, Tortuguero abriga 60 espécies de mamíferos, 57 espécies de anfíbios, 111 espécies de répteis, mais de 300 espécies de aves, mais de 400 espécies arbóreas e mais de 2.000 espécies de plantas!

 

Tortuguero é o principal destino ecológico do mar das Caraíbas e o terceiro parque nacional mais visitado da Costa Rica.

 

PA071424.JPG

PA071450.JPG

fullsizeoutput_19cf.jpeg

fullsizeoutput_19ce.jpeg

PA071750.JPG


Mas a principal atracção do Parque Nacional de Tortuguero e a razão pela qual a maior parte das pessoas o visita é, como o próprio nome indica, as tartarugas (Tortuguero = Lugar das Tartarugas).

 

fullsizeoutput_19c5.jpeg

 

Um exército de tartarugas coloca todos os anos os seus ovos nas praias do parque e entre Junho e Outubro a maioria desses ovos eclode e quem estiver presente pode testemunhar o espectáculo maravilhoso que é ver dezenas  de tartarugas bebés a correr para o mar.

 

PA071845.JPG

PA071848.JPG

 

É possível ver algumas tartarugas colocar ovos durante o dia, mas a maioria delas chega durante a noite e é preciso um guia para visitar as praias nessa altura (não é permitido a ninguém estar na praia desacompanhado depois das 18h00). Para viajantes independentes, isso pode ser organizado através de um quiosque turístico que existe na aldeia de Tortuguero ou através do hotel em que estamos hospedados. E vale bem a pena, já vos digo 😃

 

A mim deixou-me com um mega sorriso nos lábios 😊

 

fullsizeoutput_19c6.jpeg

 

Espero que tenham gostado da visita virtual!

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram

 

Tchau!

Travellight

UMA NOVA MANEIRA DE VIAJAR

1436634310wingly.jpg

 

Olá amigos viajantes!

 

Sabiam que podem voar por toda a Europa e mais alguns destinos na América Central, num avião privado por preços acessíveis?

 

Mentira! oiço-vos gritar 😵

 

Não, é a sério! Fiquei a saber na Travel+Leisure que existe uma plataforma on-line chamada Wingly que permite compartilhar um avião privado conectando um piloto com voo agendado a passageiros interessados em fazer o mesmo percurso. 

 

Pesquisei o site da empresa e não encontrei um único voo com saída de Portugal 😩, mas encontrei algumas tarifas interessantes como por exemplo um voo de Lodz, na Polónia para Budapeste na Hungria, por 64,00€ ou um voo panorâmico de 45 minutos sobre a cidade de York na Inglaterra por 26 Libras.

 

Por isso resolvi que valia a pena mencionar o site no blog porque os voos estão sempre a mudar e nunca se sabe quando pode surgir um que nos interessa.

 

A ideia é simples: compartilhar faz reduzir os custos de voo para o piloto e permite que os passageiros façam voos mais baratos.

 

Enquanto empresas como a JetSmarter oferecem aos membros a capacidade de reservar jatos privados ou conseguir um assento livre num voo agendado, o modelo da Wingly funciona de forma diferente, com os pilotos e os passageiros a dividir o custo total das despesas diretas da viagem, incluindo combustível, aluguel de avião (quando necessário) e taxas aeroportuárias).

 

Existe uma taxa de reserva adicional que adiciona 15% ao preço total do voo, mas, segundo li, isso inclui um seguro de viagem.

 

A Wingly foi criada há dois anos na França (e eu só ouvi falar dela agora 😳), tem cerca de 68.000 usuários e atualmente opera em 3.000 destinos diferentes da Europa.


A Wingly diz que leva a segurança muito a sério. As licenças e certificados médicos dos pilotos são verificados, e uma vez aprovados, os clientes podem ver a disponibilidade dos voos e quantos assentos estão abertos (o que tipicamente varia de quatro a seis).


Os passageiros por sua vez são obrigados a fornecer informações sobre o seu passaporte para garantir que são elegíveis para voar para os destinos desejados.

Uma vez realizado o voo, pilotos e passageiros têm a opção de publicar uma opinião sobre a experiência.

Os pilotos devem ainda fornecer informações sobre o número total de horas voadas e mostrar quantas horas voaram nos últimos 12 meses para provar que têm experiência recente.


Segundo o site a empresa também trabalhou com a Agência Europeia de Segurança da Aviação (EASA) para delinear regulamentos que promovam a segurança de voos de aviação geral não comercial com modelos de aeronaves mais leves. Isto exige que a Wingly tome medidas como fornecer aos pilotos listas de verificação e tutoriais de práticas de segurança, ou informar os passageiros sobre os níveis de segurança e ainda compartilhar os perfis dos pilotos com a EASA.

Se o passageiro ou o piloto decidirem que não querem voar devido a condições climáticas precárias, os voos podem ser cancelados e há um reembolso total ou podem ser remarcados.


A empresa oferece também voos panorâmicos, voos de excursão para um fim de semana e dá a chance de visitar destinos que anteriormente não eram tão facilmente acessíveis.


Empresas como a Coavmi e a Skyuber oferecem serviços similares, mas Wingly afirma ser a empresa do Reino Unido que oferece mais voos e que tem mais usuários, cerca de 68 mil pessoas.

 

Fica a dica 😃

 

Tchau!

Travellight