Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

POUSADA FORTE DE SÃO SEBASTIÃO EM ANGRA DO HEROISMO

P9080015.JPG

 

Situada num antigo forte convertido em hotel, a 10 minutos a pé do centro da cidade de Angra do Heroísmo, a Pousada Forte de São Sebastião é uma excelente opção para quem procura um alojamento de qualidade na ilha Terceira, Açores.

 

O lugar é tão bonito que tu sentes-te privilegiada quando acordas aqui e vês o sol a erguer-se por cima das rochas e do mar.

 

fullsizeoutput_1f59.jpeg


As vistas são maravilhosas!

 

P9080001.JPG

P9080006.JPG

P9080007.JPG

fullsizeoutput_1f5c.jpeg

 

A piscina exterior apesar de parecer grande nesta foto, é na verdade bastante pequena...

 

P9080038.JPG

 

...Assim como o quarto em que fiquei hospedada. 

 

P9080047.JPG

 

Apesar disso achei que era moderno, confortável e bastante funcional.

 

 

P9080049.JPG

 

O serviço é competente, atencioso e eficiente. A recepção ajuda a organizar passeios para quem está interessado em conhecer a ilha e oferece uns bolinhos caseiros quando os hospedes fazem check-in  - um detalhe que achei delicioso! 😋

 

P9080009.JPG

 

O espaço foi renovado de forma a combinar perfeitamente os elementos históricos do forte com um design arquitectónico actual e moderno.

 

P9080017.JPG

P9080019.JPG

P9090441.JPG

 

Não almocei nem jantei no restaurante do hotel por isso não posso avaliar a sua qualidade mas o buffet de pequeno almoço (que estava incluído no preço do quarto) era bastante bom, variado e tinha algumas delicias Açorianas.

 

P9090075.JPG

P9090078.JPG

 

Se procuram um lugar sossegado para uma escapadinha na Terceira não deixem de considerar a Pousada Forte de São Sebastião Angra do Heroismo.

 

Com certeza vão conseguir passar aqui uns dias bem calmos e agradáveis rodeados pela imensidão do mar e pela beleza da ilha. 

 

P9090069.JPG

 

Tchau!

Travellight

 

SANGRIA BRANCA DE ROMÃ E ALECRIM PARA O NATAL

rosemary sangria.jpg

 

 

Muita gente associa esta bebida ao Verão, mas para mim uma sangria combina sempre com festa - qualquer festa! - daí que descobri no blog Bakeaholic Mama uma receita de sangria que não destoa nada na mesa de Natal.

 

Partilho em baixo para aqueles que concordarem comigo e quiserem experimentar 😃

 

INGREDIENTES:

1 garrafa de vinho branco seco
3/4 chávena de bagos de romã
4 ramos de alecrim fresco
1/4 chávena de açúcar
o sumo de 1 limão
o sumo de 1 laranja
1/3 chávena de Triple Sec

 

PREPARAÇÃO:

Num grande jarro, junte todos os ingredientes, misture e coloque no frigorifico por 24 horas.

Antes de servir acrescente gelo.

 

ÁRVORES DE NATAL DE ARROZ TUFADO

550_RU215282.jpg

 

 

É Natal! É Natal! 


Pois é amigos, eu levo um tempo a entrar no espírito Natalício mas depois ninguém me atura!

 

Tenham por isso paciência e preparem-se para uma série de posts festivos 😀

 

Começo com uma receita super simples e super divertida que podem fazer junto com os miúdos aí de casa: Árvores De Natal De Arroz Tufado 🎄

 

INGREDIENTES

(para 18 árvores)

 

285 gr de marshmallows (de preferência brancos)

3 colheres de sopa de manteiga sem sal

Corante alimentar verde

6 chávenas de cereais Rice Krispies da Kellogg’s ou qualquer outro cereal de arroz tufado

Granulados coloridos para decoração de bolos

18 Bombons de Chocolate Cups Avelã da Nestlé ou outros semelhantes

Um pouco de chocolate de culinária para derreter


PREPARAÇÃO

Junte os marshmallows e a manteiga numa tigela de vidro grande e coloque no micro-ondas até derreter, cerca de 1 minuto deve chegar. Mexa até ficar homogéneo. Adicione o corante verde e depois os cereais. Mexa até os cereais estarem bem revestidos de cor.

 

Deixe esfriar cerca de 5 minutos. Passe manteiga nas mãos, retire uma grande colher de mistura de arroz e comece a enrolar até formar uma bola. É muito pegajoso no início, mas depois de alguns momentos começa a ser mais manejável, nessa altura pressione e vá modelando até ficar com a forma de um pequeno cone.

 

Repita até acabar a mistura de cereal e depois decore cada uma das “árvores” a gosto com os granulados coloridos. Se as decorações não estiverem a pegar bem ao cereal, derreta um pouco de chocolate de culinária e use para “colar” as decorações na árvore.

 

Por fim coloque a árvore em cima do bombom (virado ao contrário) usando mais um pouco de chocolate derretido para que fique bem “colado”

 

Et voilá! Agora é só comer 😋…
… ou se quiserem podem embrulhar em papel transparente, colocar um lacinho e oferecer aos vossos amigos 😀

 

Receita retirada com adaptações do site Family Circle

 

 

GIBANICA

PrekmurskaGibanica1.JPG

 

O Gibanica é um bolo por camadas tradicional da região dos Balcãs. Diferentes variações deste doce são  encontradas na Sérvia, Macedónia e Bulgária, mas o Gibanica original é, por definição, o bolo nacional da Eslovénia, e é esta receita que hoje partilho convosco.

 

É trabalhoso de fazer por causa das várias camadas mas no final vale a pena, fica mesmo uma delicia 😋

 

Experimentem e vão ver! 😃

 

MASSA PARA A BASE:
. 300 gr de farinha de trigo
. 150 ml de leite
. 1 gema
. 3 colheres de sopa de natas
. uma pitada de sal

 

MASSA FOLHADA:
. 500 gr de farinha de trigo
. 1 ovo
. água morna
. 2 colheres de óleo
. sumo de um limão pequeno
. uma pitada de sal

 

RECHEIO DE SEMENTES DE PAPOILA

. 150 gr de sementes moídas de papoila
. 50 gr de açúcar
. 8 gr de baunilha em pó
. 100 ml de leite

 

RECHEIO DE NOZES

. 250 gr de nozes
. 50 gr de açúcar
. 150 ml de leite
. 8 gr de baunilha em pó
. canela à gosto

 

RECHEIO DE MAÇÃ

. meio quilo de maçãs sem casca
. sumo e raspas de um limão pequeno
. 30 gr de açúcar
. canela a gosto

 

RECHEIO DE QUEIJO DE RICOTA

. 1 gemas de ovo
. 2 colheres de sopa de natas
. passas de uva a gosto
. açúcar a gosto
. 500 gr de queijo ricota

 

200 gr de manteiga derretida para pincelar.

 

MODO DE PREPARO:

- Massa para a base:
Faça uma massa homogénea e deixa-a descansar durante meia hora. Abra depois a massa até o tamanho da forma de bolo. Unte a forma com manteiga e coloque a massa dentro.

 

- Massa folhada:
Misture os ingredientes de maneira a que a massa fique homogénea. Separe a massa em 3 pedaços e estique cada um, deixando a massa bem fina e do tamanho da sua forma. Repita e depois cubra as 3 camadas de massa folhada com um pano húmido para não secar. Deixa descansar por meia hora.

 

- Recheio de semente de papoila
Ferva o leite e junte as sementes de papoila moídas, o açúcar e a baunilha.

 

- Recheio de nozes:
As nozes devem ser moídas e adicionadas ao leite. Junte depois o açúcar, a baunilha e a canela e misture tudo. O recheio deve ficar cremoso.

 

- Recheio de maçã:
Rale as maçãs descascadas, adicione o açúcar, a canela e o limão.

 

- Recheio do queijo ricota:
Amasse a ricota com um garfo, misture bem a gema de ovo e a nata, as passas e o açúcar.

 

Pré-aqueça o forno durante uma hora e meia.

 

Após a massa de base ter sido colocada na forma coloque 1 cm de recheio de semente de papoila e pincele com uma fina camada de manteiga derretida. Em seguida, coloque uma camada de massa folhada. Pincele novamente a massa folhada com um fina camada de manteiga derretida. Em seguida, coloque 1 cm de camada do recheio de ricota e mais uma camada da massa folhada. Mais uma vez pincele a massa folhada com manteiga derretida.

 

A próxima camada é de recheio de nozes. Cubra o recheio de nozes com a massa folhada. Pincele a massa folhada com uma fina camada de manteiga derretida. Adicione, então, uma camada de recheio de maçã. Deve-se repetir esse processo duas vezes..

 

Asse no forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 75 minutos.

 

Retire o Gibanica do forno e polvilhe toda a superfície com uma fina camada de açúcar.

 

Receita original retirada daqui

 

 
 

CHÁ DE MAÇÃ COM MEL E ESPECIARIAS

apple-cinnamon-tea-50202275.jpg

 

Eu adoro um cházinho! É das coisas que acho mais reconfortantes 😊

 

Por isso hoje trago-vos a receita de um chá que experimentei pela primeira vez na Turquia e que rapidamente se tornou num dos meus preferidos: Chá de maçã com mel e especiarias.

INGREDIENTES

* 1 maçã

* 2 cravinhos

* 1 anis estrelado

*  canela 

*  mel 

 

PREPARAÇÃO

1. Descasque a maçã, retire as sementes e corte-a em pedaços pequenos. Coloque as cascas da maçã e a polpa numa panela, junte água, os cravinhos, o anis e a canela. Depois de levantar fervura, deixe mais uns 5 a 8 minutos em lume brando.


2. Retire a mistura do fogo, passe por um coador e coloque numa chávena, junte uma colher de mel e mexa. beba quente.

 

DESTINOS DE LUA DE MEL I BOM BOM ISLAND RESORT

fullsizeoutput_1e96.jpeg

  Créditos das imagens: Travellight e H.Borges 

 

“Iniciamos a nossa descida para a Ilha do Príncipe” disse em Inglês, com um sotaque Russo a única hospedeira do pequeno avião de 18 lugares que meia hora antes tínhamos apanhado em São Tomé.


Animada espreitei pela janela e vi pela primeira vez aquela ilha que parecia saída do filme Jurassic Park.  Neblina, vulcões extintos e floresta exuberante. Não é à toa que o Príncipe foi eleito Reserva Mundial da Biosfera.

 

Saímos do avião e antes de entrarmos no minúsculo aeroporto tiraram-nos a temperatura para ter a certeza que não trazíamos a Malária para a ilha. O Príncipe tem feito um esforço grande (e tanto quanto sei, bem sucedido) para erradicar do território o mosquito que transmite a doença.

 

À nossa espera já estava o jipe que nos conduziu por uma estrada de terra através da floresta até um pequeno paraíso: o Bom Bom Island Resort.


O resort é composto por vários bungalows, espalhados ao longo de jardins cheios de palmeiras e de duas longas e belas praias desertas que se curvam uma para cada lado da península rochosa a partir do qual uma ponte de madeira leva a um ilhéu onde o resort tem o seu bar e restaurante.

 

fullsizeoutput_1e8e.jpeg

fullsizeoutput_1e92.jpeg

PA044120.JPG

 

Os bungalows são confortáveis, luminosos e decorados de forma simples mas com muito gosto. O resort tem Wi-Fi gratuito mas não funciona muito bem nos quartos.

 

bom bom 1 (1).jpg

 

O restaurante, talvez porque viajamos na época baixa, não tinha uma carta muito extensa. O menu de almoço e de jantar oferecia apenas duas opções, por isso a escolha não era muita mas os pratos eram bem apresentados e eram confeccionados com peixe fresco, frutas e vegetais locais por isso o sabor era óptimo.

 

PA044095 (2).JPG

PA044099.JPG

PA044102.JPG

PA044104.JPG

PA044128.JPG

 

Durante a noite a iluminação é muito fraca porque as luzes eléctricas são desligadas, o jantar é servido à luz de velas para não incomodar as espécies animais locais, por isso se estiver a chover ou o céu estiver nublado, e não houver lua ou estrelas no céu, atravessar a ponte de madeira é um pouco assustador pois só ouves o mar a bater ali em baixo e não consegues ver bem onde pões os pés. É verdade que no check in a recepção entrega junto com as chaves do bungalow, uma pequena lanterna, mas a luz é muito fraquinha.

 

PA044101.JPG

PA044168.JPG

O resort oferece room service para quem não quiser dirigir-se ao restaurante de noite.

 

Achei o buffet de pequeno-almoço bastante completo e saboroso.

 

bom bom 3.jpg

 

As duas praias são maravilhosas. Enormes, completamente desertas. O resort tem tão poucos quartos que tirando no restaurante, quase não te cruzas com ninguém. A água é quentinha e uma das praias tem ondulação suave e areia vulcânica tão fina, tão fina que parece aquela areia que usam nos tratamentos de SPA. A outra praia tem areia dourada e a ondulação é um pouco mais forte mas o mar tem um bonito tom esverdeado.

 

fullsizeoutput_1e8f.jpeg

fullsizeoutput_1e95.jpeg

 

fullsizeoutput_1e91.jpeg

fullsizeoutput_1e92 (1).jpeg

 

O resort também tem uma bonita piscina, mas com um mar daqueles pela frente não tem muitos adeptos 😊

 

PA054212.JPG

 

Para aqueles que querem mais do que ficar a relaxar na praia ou na piscina, este resort é a base perfeita para explorar a ilha do Príncipe. Há muitas actividades disponíveis.

 

Destaco:
- As caminhadas pela florestas para observação de aves, anfíbios, repteis, plantas e outras espécies endémicas de São Tomé e Príncipe;
- A pesca, o mergulho e o snorkel
- As visitas a Santo António, capital do Príncipe, e a antigas roças.

 

PA054269.JPG

PA054239.JPG

 

De Dezembro a Março, pode também testemunhar-se a nidificação de tartarugas verdes na Praia Grande e de Julho a Setembro, pode observar-se as baleias que atravessam as águas do ilhéu Bom Bom para chegar às suas áreas de acasalamento.

 

Este resort não é uma opção de alojamento barata mas é um lugar que vale a pena conhecer e é com certeza um destino único para uma lua de mel 😊

 

Tchau!

Travellight

 

CRUMBLE DE MANGA COM AVEIA

mango_crumble_2.jpg

 

O crumble nasceu e popularizou-se no Reino Unido. Foi uma receita inventada durante a Segunda Guerra Mundial devido à falta de ingredientes para as tartes tradicionais.

 

A versão mais conhecida é a de crumble de maçã, mas pode preparar-se crumble com muitas outras frutas como pêssego, amoras ou o meu preferido - manga.

 

Deixo-vos a receita em baixo:

 

INGREDIENTES
(para 5 pessoas)

* 1,200 kg de manga
* 200 g de açúcar
* 150 g de flocos de aveia
* 150 g de farinha
* 100 g de  manteiga
* 2 colheres (sopa) de farinha maizena
* 1 colher (sopa) de água
• 1 pitada de gengibre em pó


PREPARAÇÃO

1. Lave e descasque as mangas, tire o caroço, corte-as em cubos e deite-os para uma tigela. Junte 50 g do açúcar, a farinha maizena e o gengibre em pó, envolva suavemente e deite num pirex grande ou em vários pequenos.


2. Numa tigela, misture bem a farinha com o restante açúcar e a manteiga cortada em pedaços até ficar um género de areia grossa. Adicione depois os flocos de aveia e a água e envolva. 



3. Espalhe o preparado anterior por cima da mistura da manga e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC durante cerca de 25 minutos ou até que fique bem dourado. Retire do forno, deixe arrefecer um pouco e sirva decorado a gosto. 



4. Se gostar, pode polvilhar com canela em pó.

 

Receita retirada daqui

 

 

TARTE DE NOZES DE ENGADIN

2015-09-05_lif_12344101_I2.JPG

 

A tarte de nozes da Engadin, é uma especialidade regional de St. Moritz e um dos símbolos da gastronomia Suíça. É feita com uma massa amanteigada e recheada de nozes e caramelo. É muito difícil de resistir a provar uma fatia quando sentimos o aroma delicioso desta tarte.

 

Deixo a receita para experimentarem:

 

INGREDIENTES PARA A MASSA

* 200 g de manteiga
* Casca ralada de 1 limão
* 180 g de açúcar refinado
* 1 ovo e 1 gema
* 400 g de farinha de trigo
* Manteiga para untar a forma
* Farinha para polvilhar a forma


INGREDIENTES PARA O RECHEIO

* 250 g de açúcar refinado
* 300 ml de natas
* 4 colheres (sopa) de mel
* 400 g de nozes picadas
* 20 ml de vodca
* 1 gema
* 1 colher (sopa) de leite
* Açúcar de confeiteiro para decorar

 

PREPARAÇÃO

1. Comece pela MASSA: bata na batedeira a manteiga com as casca de limão e o açúcar até que fique cremoso e clarinho. Acrescente o ovo inteiro e a gema e adicione aos poucos a farinha, sem parar de bater. Forme uma bola com a massa, embrulhe-a em película aderente e deixe no frigorífico por meia hora.


2. Faça o RECHEIO: numa panela pequena, derreta o açúcar em fogo brando. Adicione as natas e o mel, misture bem e, quando ferver, junte as nozes e a vodca. Tire do fogo e deixe arrefecer. Unte uma forma de 26 cm com manteiga e pré-aqueça o forno a 180⁰.


3. Sobre um superfície lisa e enfarinhada, abra metade da massa com o rolo. Transfira a massa aberta para a forma, deixando 2 cm além das bordas. Distribua a mistura de nozes sobre a massa. Abra a massa restante até ficar do tamanho da forma e cubra o recheio de nozes.

Fure a superfície da massa com um garfo, várias vezes. Pode formar um desenho se quiser que fique mais bonito. Misture a gema com o leite e pincele a superfície da tarte.


4. Asse no forno pré-aquecido por cerca de 45 minutos. Nos últimos 10 minutos, cubra a tarte com papel de alumínio. Retire a forma do forno, deixe esfriar, desenforme e corte em fatias. Polvilhe com o açúcar de confeiteiro e sirva.

 

Receita tirada com algumas adaptações daqui

 

SBITEN

fullsizeoutput_1dd7.jpeg

 

Com o frio a chegar já começa a apetecer alguma coisa mais quente para beber, não é?

Lembrei-me então de partilhar convosco a receita de sbiten, uma bebida tradicional Russa feita com mel e especiarias  e popular nesse país desde a Idade Media.

 

Experimentem que vão ver que vos aquece até a alma! 😊

 

INGREDIENTES

½ chávena de açúcar

½ chávena de mel

2 cravinhos

4 grãos de cardamomo

6 rodelas de gengibre

1 pau de canela

1 colher (chá) raspas de limão

1 colher (sopa) folhas de hortelã, picadas

 

PREPARAÇÃO

Numa panela com 1 litro de água coloquem todos os ingredientes e deixem ferver.

 

Depois de ferver tirem do fogo, cubram e deixem descansar por 15-20 minutos.


Passem a mistura por um coador e voltem a aquecer antes de servir.


Guardem o que sobrar no frigorífico e sempre que quiserem beber é só voltar a aquecer.

 

NOTA: Se não quiserem que a bebida fique tão adocicada, coloquem menos açúcar ou adicionem ½ chávena de conhaque logo antes da fervura para cortar um pouco no doce.

 

PÃO ROTI COM ESPECIARIAS

Indian-Chapati-Square.jpg

 

Roti é um tipo de pão feito sem fermento, típico do sul da Índia e países vizinhos.  Na índia é possível ver a preparação deste tipo de pão nas ruas, servido com diferentes recheios. Muito semelhante a este pão é o Naan. A diferença entre ambos é basicamente o tipo de farinha usada (o naaan usa farinha com fermento).

 

Deixo em baixo uma receita tradicional de roti com especiarias. 

 

INGREDIENTES

1 chávena de farinha de trigo sem fermento;

¼ de uma colher de chá de sal;

½ chávena de água

1 colher de azeite

1 colher de sopa de sementes de sésamo

1 colher de sopa de piri-piri moido (pode ser menos se não gostarem de picante)

1 colher de sopa de tomilho seco (se quiserem podem usar fresco)

 

PREPARAÇÃO

Numa vasilha misture bem a farinha de trigo e o sal. Faça uma cavidade no centro da mistura.  Em seguida adicione a água e o azeite misturando e amassando até produzir uma massa elástica e bem lisa. Deixe descansar por 10 min. Enquanto isso prepare as especiarias.


Numa vasilha coloque as especiarias e as 4 colheres de azeite.  Misture bem e reserve. Corte a massa em pequenas porções, mais ou menos do tamanho de uma bola de golfe, polvilhe uma superfície lisa com farinha.


Pressione as bolas entre a palma das mãos e em seguida passe essa massa, dos dois lados, na farinha de trigo. Com o auxilio de um rolo de cozinha, abra bem a massa até ficar com a forma de um disco. Evite adicionar muita farinha de trigo para abrir a massa pois isso fará com que o pão fique seco;

 

Aqueça bem uma frigideira anti aderente. Quando estiver bem quente, coloque as rodelas de massa.

Deixe cozinhar. Surgirão algumas bolhas, isso indica que deve virar a massa para cozinhar bem dos dois lados.

Quando a massa estiver assada e com um aspecto levemente tostado.

Retire do fogo e pincele com a mistura de azeite e especiarias. Sirva quente.

 

Receita retirada com algumas adaptações daqui