Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

PIZZA DE SALMÃO FUMADO

 

spago-smoked-salmon-pizza.jpg

 

No seguimento do meu post de ontem sobre Los Angeles, lembrei-me de uma pizza que provei pela primeira vez lá e que é considerada um ícone desta cidade.


A Pizza de Salmão Fumado do restaurante Spago - o restaurante do conhecido chef Wolfgang Puck.

 

Descobri a receita que deixo aqui para quem quiser experimentar:


INGREDIENTES PARA A MASSA


1 pacote de fermento
1 colher de sopa de mel
¼ chávena de água morna
1 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de azeite
¾ chávena de água fria
3 chávenas de farinha de trigo

 

PREPARAÇÃO DA MASSA


Dissolva o fermento e o mel na água morna e reserve por 10 minutos.
Numa tigela, misture o sal, o azeite e a água fria.
Coloque a farinha numa batedeira e com o motor em funcionamento, despeje lentamente a mistura de azeite. Em seguida, adicione a mistura de fermento e mel. Misture até que a massa começe a afastar-se dos lados da tigela e a forma uma bola. Se estiver pegajoso, adicione uma pitada de farinha.
Transfira a massa para uma superfície levemente enfarinhada e amasse até ficar homogênea. Coloque numa tigela com manteiga.
Deixe-a subir, coberta, por 30 minutos.
Volte a amassar a massa brevemente numa superfície enfarinhada, e depois volte a colocar na tigela, cubra com uma toalha húmida e coloque no frigorifico. Uma hora antes de assar, retire a massa e deixe-a ficar à temperatura ambiente.

 

INGREDIENTES PARA A PIZZA


Massa de pizza (ver receita)
1 colher de sopa de cebolinho picado
4 colheres de sopa de azeite extra virgem
6 colheres de sopa de natas de cozinha ou creme fraiche
salmão fumado, cortado em fatias fininhas

 

PREPARAÇÃO DA PIZZA


Pré-aqueça o forno na temperatura máxima e coloque (se tiver) uma pedra de pizza dentro.

Junte 2 colheres de chá de cebolinho picado na massa da pizza e amasse. Estenda a massa com o rolo e forme quatro círculos de tamanho igual. Pincele os centros dos círculos com azeite.

Coloque as pizzas sobre a pedra e deixe assar 8 a 10 minutos, ou até dourar. Retire do forno e espalhe as natas ou o Crème Fraîche. Coloque as fatias de salmão por cima.

Polvilhe o salmão com o restante cebolinho e sirva.

Pode acrescentar fatias de ovo cozido, se quiser ou, para dar um toque especial e ficar igual ao que é servido no Spago, uma colher de chá de caviar em cada fatia de pizza.

 

Bom apetite 😋

UMA VISITA A LA LA LAND

Olá amigos viajantes!

 

Ontem foi a noite rainha do cinema (e da grande bronca 😜) - a noite dos Oscars.


Uma vez por ano a comunidade cinematográfica reúne-se na capital do entretenimento do mundo - Los Angeles.

 

Para os amantes da 7ª arte, como eu, esta é uma das cidades mais mágicas que podemos visitar.


Centenas de filmes foram feitos aqui. Clássicos, que acompanharam a nossa infância, adolescência e que continuam ainda hoje a fazer-nos sonhar.

fullsizeoutput_1138.jpeg

 

Filmes como Singing in the Rain, Rebel Without A Cause, Pretty Woman ou mais recentemente, o grande vencedor de 2017 - La La Land - Espera, não, não, afinal não foi… 😲 - Bom isso agora também já não interessa nada.

 

Eu estou aqui hoje é para vos falar de Los Angeles.

 

Mas - perguntam vocês - o que há para ver em LA, para além de cenários de filme? e, se tiverem sorte, o Ryan Gosling ou a Emma Stone?


E respondo eu - Muita coisa!

 

Com sol quase todo o ano, praias, museus, bons restaurantes, trilhas incríveis para percorrer e famosos parques temáticos, coisas não faltam para fazer e conhecer na cidade dos anjos.

 

Aí vai a minha lista:

 

1- Câmaras, luzes, acção!

 

Efectivamente a maioria das atracções da cidade estão ligadas ao cinema e à televisão. Para onde quer que olhemos há sempre algo que parece familiar.

 

Mais de duzentos edifícios de Los Angeles estão no Registo Nacional de Lugares Históricos Americanos e muitos deles facilmente reconhecemos de programas de TV e do cinema.

 

IMG_8977.JPG

 

A título de curiosidade sabiam que o letreiro gigante de Hollywood, seu símbolo máximo foi originalmente um anúncio de um empreendimento imobiliário ? É verdade e se pensarmos bem faz todo o sentido que o símbolo de Hollywood tenha começado por ser um anuncio publicitário não é?

 

Um dos “must do” da cidade é subir até ao letreiro e ver a vista. Enquanto estamos lá em cima é fácil Imaginar quantas pessoas ali chegaram com grandes sonhos, quantas os conseguiram concretizar e quantas acabaram destruídas pela cidade onde - nas palavras de Marilyn Monroe - “pagam-te uma fortuna por um beijo e 50 cêntimos pela tua alma” . Dramatismos à parte a trilha que nos conduz até ao topo é muito agradável de percorrer e as vistas são incríveis, vale mesmo a pena lá ir.

 

IMG_3194.JPG

 

O passeio da fama que tem, segundo me disseram, mais de 2.400 artistas imortalizados nas suas estrelas, já é algo a que não achei grande piada, principalmente depois de saber que essas estrelas podem ser pagas pelo proprio artista (desde que antes tenha sido nomeado por alguém para a receber e consegui recolher um certo número de assinaturas). Achei bem mais interessante as pegadas e marcas das mãos em cimento que ficam em frente ao Chinese Theater.

 

IMG_3183.JPGIMG_3185.JPG

 

Os estúdios da Universal estão cheios de atracções loucas e cenários de filmes e séries de televisão. Recomendo visitar o Mundo Mágico de Harry Potter e os cenários da série Friends (para quem era fã da série).

Soube à pouco que agora tem um área dos The Walking Dead (quando lá estive ainda não tinha começado a série), mas se fosse hoje de certeza que ia lá visitar 😄

 

IMG_3178.JPG

 

2 - O Getty Center

 

É quanto a mim o melhor museu da cidade.
Tem em exposição várias pinturas de Rubens e de alguns impressionistas como Monet, Renoir, Cézanne e Van Gogh. Destaco também as constantes exposições de fotografia onde podemos revisitar a obra de grandes fotógrafos como Herb Ritts ou Robert Mapplethorpe ou ver trabalhos de fotógrafos que se tem destacado na actualidade.

 

IMG_3220.JPG

IMG_3216.JPG

Nos bonitos jardins, podemos encontrar esculturas de Rene Magritte e Barbara Hepworth entre outros.

IMG_3200.JPG

IMG_3197.JPG

 

3- Museu de Tecnologia Jurássica

 

Não, isto não tem nada a ver com o Parque Jurássico de Steven Spielberg. O Museu de Tecnologia Jurássica é um local estranho onde encontramos maravilhas científicas como um morcego que consegue voar através de paredes e milagres artísticos, como esculturas incrivelmente minúsculas. Talvez não seja ao gosto de todos, mas eu achei interessante.

 

Este museu, tal como refere a sua brochura, é uma combinação entre factos e ficção.

 

 

4- O Observatório Griffith

 

Este belíssimo planetário, esteve em evidência nos filmes Rebel Without a Cause e em La La Land. E é mesmo um dos locais a não perder quando se visita Los Angeles. Tem o popular Hall of the Sky and Hall of the Eye, exibições complementares que exploram as conexões entre as pessoas e o espaço.

 

Mas a atracção principal talvez seja mesmo o próprio edifício e as vistas maravilhosas que o Parque Griffith oferece sobre a cidade.

IMG_8975.JPG

 

Tanto o Observatório como o parque estão abertos todos os dias até às 22:00 horas (com excepção de 2ª feira, dia em que todo o complexo está encerrado).


Este é um sitio que vale a pena visitar tanto de dia como de noite, por isso o ideal é começar a visita pelo parque durante a tarde e depois perder-se na mística e no romantismo do edifício durante a noite.

 

5- Disneyland

 

Na minha opinião nunca somos velhos demais para a Disneyland (apesar de, honestamente, já me sentir um pouco velha para aguentar filas e filas para entrar numa atracção). Mas este parque temático é lendário e foi o primeiro de todos, projectado e construído sob a supervisão direta do próprio Walt Disney.

 

Não há como não dar uma passadinha por lá para cumprimentar o Mickey e o pato Donald. 😃

 

IMG_3984.JPG

 

6 - LACMA

 

As colecções do Los Angeles County Museum of Art estão alojados num vasto complexo onde o ponto focal é a BP Grand Entrance que inclui uma instalação impressionante da luz urbana de Chris Burden.

 

IMG_3976.JPG

 

7 - Torres Watts

 

Simon Rodia começou a construir as Towers Watts nos anos 20, usando apenas sucata. Durante 30 anos ele completou a sua obra decorando-a com vidro verde de garrafas de 7-Up, telhas e cerâmica, bem como jóias, mármore e conchas. É uma obra interessante, que nos recorda os trabalhos de Gáudi.

 

IMG_3982.JPG

IMG_3983.JPG

 

8 - Praias

 

Venice Beach é um ótimo lugar para observar as pessoas, praticar desporto, andar de skate fazer compras, ciclismo ou natação. Tem uma abundância de cafés e bares onde podemos parar.

 

 

IMG_3974.JPG

 

O rooftop do Hotel Erwin’s, por exemplo é o local perfeito para ver o pôr-do-sol na Strip enquanto saboreamos uma deliciosa tequila (ou duas 😜)
À noite vão comer no Whaler, um bar de praia conhecido por sua comida surpreendente.

 

IMG_3973JPG.jpg

 

Santa Monica Beach é um trecho de kilometros de praia, sol e mar. A vista é linda e tem vários restaurantes ao longo da praia onde podemos parar para comer. De manhã o nascer do sol é muito bonito!

 

IMG_3226.JPG

Se preferirem um lugar mais isolado, experimentem a pequena praia El Matador. É rochosa mas não deixa de ser bonita.

 

9 - Compras

 

The Grove - Bom sitio para ir às compras. Fica na junção da 3rd Street e Fairfax Avenue. É um shopping ao ar livre onde encontramos lojas de roupa e o Farmers Market, mercado onde encontramos muitas barraquinhas que vendem produtos frescos e permitem-nos experimentar petiscos de diferentes cozinhas internacionais.

 

IMG_3980.JPG

 

Rodeo Drive - Aqui é mais para passear e fingir que és a Julia Roberts no Preatty Woman do que para comprar algo, porque as lojas são caríssimas. Quem gosta de arquitectura vale a pena prestar atenção a Anderson Court, que é o único centro comercial desenhado por Frank Lloyd Wright.

 

IMG_3979JPG.jpg

 
10 - Huntington Library, Art Collections and Botanical Garden

 

Este local abriga uma galeria de arte, uma biblioteca e elaborados jardins botânicos. Destaco o jardim de cactos e o jardim japonês ambos muito bonitos e bem cuidados.

 

IMG_3978.JPG

 

11 - The Broad


Este é um museu recente que não existia quando visitei a cidade, mas resolvi incluir na minha lista porque do que li, acho que merece definitivamente uma visita. 

 

E aí está!

Espero que tenham gostado 😃

 

fullsizeoutput_1139.jpeg

 

Tchau!

Travellight

COQ AU VIN

coq-au-vin-79366-1.jpeg

 

 

Coq au vin é um dos meus pratos favoritos e um dos mais conhecidos e tradicionais da culinária francesa. É, tal como o nome indica, feito à base de frango e vinho. 

 

Diz a lenda que o prato surgiu por volta de 50 A.C., quando os gauleses (liderados por Vercingetórix) estavam em guerra com os romanos, e o exército de Júlio César cercou uma aldeia. O chefe gaulês dessa aldeia mandou um galo de briga a César, que respondeu com um convite para um jantar feito com o próprio galo cozido no vinho da região.

 

Segue embaixo a receita para quem quiser experimentar 😊

 

Ingredientes:

(para 5 pessoas)

 

* 1 frango 

* 200 g de bacon 

* 1 lata de cogumelos 

* 3 dl de vinho tinto 

* 1 cebola

* 2 dentes de alho

* 1 cenoura

* 3 colheres (de sopa) de azeite 

* 1 colher (de sopa) de farinha 

* Sal q.b.

* Pimenta preta moída q.b.


Preparação:
Aprox. 50 minutos mais o tempo de marinar


Corte o frango em pedaços, coloque-o numa tigela e tempere-o com sal e pimenta.

 

Adicione a cenoura e a cebola previamente descascadas e cortadas em rodelas, o alho picado e o vinho. Misture, tape e deixe marinar no frio de um dia para o outro.

 

No dia seguinte escorra o frango, seque-o bem e reserve os restantes ingredientes.

Leve ao lume um tacho com o azeite e deixe aquecer. Adicione os pedaços de frango e deixe-os cozinhar até ficarem dourados. De seguida, retire-os para um prato.

 

Junte ao tacho a cebola e a cenoura, mexa e deixe cozinhar durante 5 minutos. Polvilhe com a farinha, mexa bem, adicione o vinho e deixe ferver.


Adicione novamente os pedaços de frango e deixe cozinhar durante 20 minutos. Leve ao lume uma frigideira com o bacon, após aquecer adicione os cogumelos escorridos, deixe-os cozinhar até ficarem dourados e junte-os ao frango.

Verifique o sal e sirva.

 

Bom apetite!

 

Receita tirada do site do Lidl

 

FOTOS COM HISTÓRIA E POESIA I AMAR!

fullsizeoutput_10dc.jpeg

Fotografei este casal apaixonado na margem do rio Tejo em Lisboa, numa manhã de Sábado fria e nublada.

 

Parece que não há nada melhor que o amor para nos aquecer não é? 😊   

 

 

"AMAR!

Florbela Espanca

 

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...
Amar! Amar! E não amar ninguém!

 

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

 

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

 

E se um dia hei de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar... "

MAYA BAY I "A PRAIA"

Olá amigos viajantes!

 

Quem aí já está um pouco farto do Inverno? Quem é que já anda a sonhar com praias de areia branca e águas quentes?

 

Eu sei que eu estou, por isso hoje vou levar-vos a um dos lugares mais bonitos do mundo, e também um dos mais conhecidos - Maya Bay, nas ilhas Phi Phi, na Tailândia.

 

img_3443.jpg

 

Maya Bay é uma baía incrivelmente bela que está abrigada por três falésias com cerca de 100 metros de altura. Dentro da baía existem várias praias, a maioria delas é pequena e algumas só existem na maré baixa.

 

fullsizeoutput_1108.jpeg

 

A praia maior - a que aparece em todos os postais - tem areia branca macia, corais coloridos, peixes exóticos e águas verde esmeralda, excepcionalmente claras;

 

fullsizeoutput_111b.jpeg

IMGP8447.JPG

 

No entanto tenho de vos dizer que apesar de esta ser uma das mais belas praias do mundo, visita-la pode ser também uma experiência frustrante se não for bem planeada.

 

Passo a explicar. Durante décadas esta praia foi um segredo mais ou menos bem guardado e poucos que visitavam a Tailândia chegavam até aqui, mas com o tempo, o “passa a palavra” foi funcionando e em finais dos anos 90 um filme aqui rodado, chamado “The Beach” (A Praia) que tinha como protagonista Leonardo di Caprio “estragou tudo” e trouxe milhares de pessoas a esta baía maravilhosa.

 

IMGP8417.JPG

 

Ainda que eu concorde que todos tem direito de ver esta maravilha da natureza e a banhar-se nas suas águas cristalinas, o encanto e a beleza de certa forma perde-se quando estás rodeada de centenas de pessoas a falar alto e a mergulhar quase em cima de ti…

 

A primeira vez que visitei esta praia fui com um tour organizado que percorria as Phi Phi Islands - grande erro…

 

Depois do banho de multidão que apanhei, pensei que não podia ser; tinha de haver uma forma melhor de apreciar aquela maravilha em paz e sossego.


A solução parecia óbvia. Como em qualquer outro destino turístico, tinha de arranjar forma de evitar os horários dos tours organizados. Mas como podia chegar até lá se não fosse assim?

 

Simples. É só contratar um barco que nos leve para lá ao fim do dia ou muito cedo de manhã - antes das 06 da manhã, ou não vale a pena - ou acampar lá durante a noite e acordar no paraíso. 😊.

 

Eu optei por ir cedo. O aluguer do barco para ir e vir de Koh Phi Phi Don ficou na altura por cerca de 50 Euros.

fullsizeoutput_111d.jpegfullsizeoutput_10f4.jpeg

 

Valeu bem a pena… quando chegamos o sol ainda estava a nascer, estavam pouquíssimas pessoas na praia e todo o cenário era maravilhoso. Foi um daqueles momentos em que te sentes realmente agradecida por estar viva e poder presenciar tamanha beleza.

 

 

fullsizeoutput_1120.jpeg

 

Por volta das 07:30 começam a chegar mais barcos e a praia começa a encher mas nessa altura já tu podes partir com um sorriso nos lábios e a sensação dentro do teu coração de que tu sabes um segredo que muito poucos sabem 😊

 

fullsizeoutput_1109.jpeg

 

A melhor época para visitar Maya Bay é entre Novembro e Abril quando os marés são calmas e o acesso à baía é fácil. De Maio a Outubro as marés podem dificultar o acesso, mas raramente impedem a entrada.

 

 

fullsizeoutput_1113.jpeg

 

Se forem por conta própria - sem ser num tour organizado que já inclui este valor - tem de pagar a entrada no Parque Nacional (cerca de 10 Euros).

 

fullsizeoutput_1118.jpeg

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram ou no Facebook

 

Tchau!

Travellight

STREET ART

O graffiti e a street art (arte de rua) muitas vezes tem má reputação, mas quando são feitos por artistas verdadeiramente qualificados, e não simples vândalos apenas interessados em destruir e danificar bens públicos,  podem transformar uma cidade num lugar muito mais bonito e interessante.

 

P1280727.JPG

 

Nos últimos anos, e para minha felicidade que sempre fui uma fã incondicional, o interesse por esta forma de expressão artística cresceu bastante e por todo o mundo há ruas e cidades que se transformaram em verdadeiras atracções turísticas por terem obras de artistas reconhecidos como o Britânico Banksy ou o Português Vhils.

 

img_0970.jpg

img_0980.jpg

img_0990.jpg

 

img_1028.jpg

img_1029.jpg

 

Alguém uma vez disse-me que o grafitti e os murais conseguem contar histórias sobre uma cultura sem dizer uma palavra - eu concordo - muita vezes os desenhos são usados para fazer uma critica social ou política.

 

IMG_9938.JPG

 

Os grandes centros urbanos, selvas de concreto com os seus edifícios cinzentos e desinteressantes podem tornar-se opressivos e sombrios. Mas basta um toque de arte para que tudo aquilo que antes era chato, escuro ou decrépito ganhe vida e alegre o ambiente e as pessoas.

 

FullSizeRender.jpg

 

Nas minhas viagens por esse mundo fora (e em Portugal) vi vários bons exemplos disso.

 

Algumas cidades (como Lisboa) até já oferecem tours especializados que percorrem as suas ruas e mostram o que de melhor há nesta área.

 

Deixo em baixo o meu top das melhores cidades para ver este tipo de arte:

 

1- Londres, Reino Unido

 

img_2097 brick.jpg

 

2- Lisboa, Portugal

 

img_5098.jpg

 

3 - Valparaiso, Chile

 

img_3098 valpar.jpg

 

4 - Nova Iorque, EUA

 

img_4098 ny.jpg

 

5 - Paris, França

 

img_ 5098 paris.jpg

 

6 - Melborne, Australia

 

img_2098 melborne.jpg

 

E vocês gostam deste tipo de arte? existe alguma obra na vossa cidade que apreciem especialmente?

 

fullsizeoutput_10dd.jpeg

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight

 

LIVERPOOL I MAIS DO QUE OS BEATLES E O FUTEBOL

Olá amigos viajantes!

 

Quem aí gosta de música? e dos Beatles? ok, ok, parece-me que já vejo algumas mãos no ar! 😃

 

De facto para os que admiram os Fab Four, Liverpool é uma cidade incontornável. Mas não se enganem, Liverpool é muito mais do que isso.

 

Na cidade onde o futebol é Rei e a musica é Rainha, não falta cultura e história para descobrir.

 

Mas vamos aos factos, que é como quem diz, vamos ao meu top 12 de coisas para ver e fazer em Liverpool:

 

IMGP7506.JPG

 

1- Beatles

 

Liverpool é o berço dos Beatles. Por isso por todo o lado há referencias e a este marco da música internacional. Quem visita a cidade e é fã do grupo não pode deixar de fazer algo relacionado com este tema. Há muita escolha. Podemos optar por fazer um "Beatles Tour" que visita todos os locais que foram emblemáticos na vida dos quatro amigos enquanto viveram em Liverpool e que mais tarde até deram origem a músicas famosas do grupo como Penny Lane e Strawberry Filds; Ou visitar o Museu dos Beatles (The Beatles Story) ou ainda passar no The Cavern, casa de espectáculos onde os Beatles se estrearam.

 

fullsizeoutput_10cb.jpeg

 

2- Albert Dock

 

Liverpool é uma importante cidade portuária e um porto antigo de Inglaterra. Albert Dock foi a primeira instalação do tipo a ser construída na Grã-Bretanha usando apenas tijolos e ferro. O resultado é um impressionante bloco de edifícios -  antigos armazéns - onde no passado, eram descarregados o algodão, tabaco e açúcar.


Estas enormes estruturas vitorianas foram restauradas e hoje albergam luxuosos apartamentos, designer boutiques, restaurantes, cafés e museus.


É um local bem agradável para passear.

 

img_7760.jpg

 

3 - Tate Gallery

 

Esta ramificação do London Tate Gallery - estabelecida no final do século XIX com um legado do magnata do açúcar Sir Henry Tate -fica num dos antigos armazéns de Albert Dock onde o açúcar bruto era armazenado antes de ser refinado. O “Tate of the North" tem salas de exposição e galerias dedicadas à arte contemporânea, bem como obras emprestadas pela galeria de Londres.

 

victoria-gallery-museum.jpg

4 - Victoria Gallery and Museum

 

O museu apresenta grandes colecções de esculturas e cerâmicas, juntamente com uma impressionante variedade de pinturas de artistas como Lucian Freud e J. M. W. Turner. O edificio também possui um agradável café e loja.

 

IMGP7527.JPG

 

5 - Museu Marítimo em Liverpool

 

Este Museu tem uma impressionante colecção de artefactos ligados ao mar, que remontam ao tempo do estabelecimento de Liverpool como porto de pesca no século XIII.

 

Fascinantes são igualmente as exposições relacionadas com o Titanic e o Lusitânia, dois dos mais famosos - e trágicos - navios de passageiros da história.

 

 

fullsizeoutput_10cc.jpeg

fullsizeoutput_10ce.jpeg

fullsizeoutput_10cf.jpeg

 

6 - A Catedral Metropolitana Católica de Liverpool

 

A igreja foi construída em formato circular em vez do formato tradicional em cruz. O edifício moderno tem forma de cone e na sua porta principal há uma torre que contem quatro sinos. A entrada é livre a todo o público e é possível fazer um tour pela Catedral.

 

img 7761.jpg

 

 

7- Birkenhead Park

 

Encontra-se no lado oeste do Rio Mersey e está ligada a Liverpool por túneis e um excelente serviço Ferry. Perto do túnel estão as ruínas de uma abadia beneditina do século XII com uma capela, cripta e refeitório. Birkenhead Park, o primeiro parque financiado publicamente na Grã-Bretanha, abriu em 1847 e tem três entradas com arquitetura gótica, italiana e normanda, bem como dois lagos e uma ponte ornamentada. Também digna de nota é a Galeria de Arte Williamson e Museu com sua colecção de primeira classe de fotos e porcelanas.

 

PROP130208-002-Liverpool_Arsenal.jpg

 

8 - Liverpool FC 

 

Liverpool é famosa em todo o mundo, e grande parte desta fama vem do Liverpool Football Club. 'The Reds’, como é conhecido, é um clube inglês de futebol da Premier League com estádio em Anfield.
Visitar Anfield é uma das melhores coisas para fazer em Liverpool se o futebol for a vossa paixão. Mesmo quem não é adepto não consegue ficar indiferente ou deixar de sentir um arrepio na espinha quando ouve milhares de fãs do Liverpool a cantar o hino 'You'll Never Walk Alone’.

 

St.George's.Hall.original.26138.jpg 

 

9- St George's Hall Liverpool 

 

Vale a pena apreciar a fachada deste edificio com suas colunas e estátuas coríntias. Sua sumpetuosidade decora o Grande Salão que ostenta um dos maiores órgãos do mundo e é muitas vezes usado para concertos.

 

img_7762.jpg

 

10 - Croxteth Hall

 

Esta encantadora mansão Eduardiana nos arredores de Liverpool vale bem a pena explorar. Durante a visita podemos ver inúmeros quartos cheios de mobiliário e personagens representando tanto os proprietários ricos como os seus funcionários, e também uma majestosa escadaria central. 

 

Se viajarem com crianças este é um bom sitio para passear. As crianças adoram a oportunidade de interagir com os animais da quinta que está estabelecida na propriedade e visitar o belo jardim vitoriano e o parque natural de 500 acres que tem muitas trilhas agradáveis de percorrer.

img_7766.jpg

 

11 - Sefton Park

 

Jardim particularmente bonito, com um Green Flag Award e Green Heritage Award. No parque, há um lago para passeios de barco e a Palm House, um edifício vitoriano. A casa de palma hospeda eventos durante todo o ano, dos jogos e dos eventos musicais ao yoga. 

 

 

img_7763.jpg

 

12 -  As Praias

Liverpool e a área circundante tem algumas praias lindas, como Formby Beach onde podemos assistir a um belo pôr do sol ou fazer fantásticas caminhadas pela natureza!

 

fullsizeoutput_10d1.jpeg

 

Liverpool, que à primeira vista pode parecer uma cidade cinzenta e surumbática acaba por revelar-se, depois de a conhecermos um pouco melhor, uma cidade bonita e única, com toneladas de história, muita alma, um grande coração e simpáticos cidadãos com um sotaque difícil de entender até para quem fala bem inglês😀

 

Sigam as minhas a venturas mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travellight

 

 

COCKTAIL DEATH BY CHOCOLATE

DeathByChocolate-115932242.jpg

 

A vossa cara metade gosta de chocolate? 

 

Procuram algo simples e fácil de oferecer que não seja a tradicional caixa de bombons?


Que tal surpreender com este doce cocktail apropriadamente chamado "Death by Chocolate”.

Aposto que o vosso amor vai ficar todo derretido!😍

 

 

INGREDIENTES

2 bolas de sorvete de chocolate

30 ml de xarope de chocolate

30 ml de licor de café

30 ml de licor de creme de cacau

30 ml de vodka

1 chávena de gelo esmagado

 

PARA DECORAR

Chantilly

1 cereja ou morango

 


PREPARAÇÃO

Junte todos os ingredientes num liquidificador e bata até a mistura ficar homogénea.

Despeje num copo alto e decore com o chantilly e com a cereja ou com o morango.

FUGIR PARA PERTO I A DUNA DA CRESMINA

As belezas do nosso país nunca deixam de me encantar…

 

Mesmo no Inverno, quando o tempo é frio e a chuva teima em cair, há tantos locais perto para onde podemos escapar e fugir um pouco do quotidiano repetitivo que nos asfixia.

Onde podemos voltar a respirar e recarregar baterias.

 

Andar a pé pela duna da Cresmina, na praia do Guincho, Cascais, é um bom exemplo disso  😊


Eu gosto de passear por lá, perdida nos meus pensamentos, enquanto recupero o equilíbrio que muitas vezes o stress diário me rouba.

 

fullsizeoutput_f4e.jpeg

 

Mas um passeio por aqui pode ser também uma oportunidade de aprendizagem.


Os passadiços em madeira, que nos permitem caminhar sobre as dunas sem provocar quaisquer danos ambientais, repartem-se por três caminhos:


1- Do núcleo interpretativo, até à estrada em frente à Fortaleza do Guincho;

2- Do cruzamento para a Rua da Areia até à praia do Guincho;

3- Trajecto deambulatório à duna da Cresmina, perto do parque de campismo.

 

P1070017.JPG

 

O Núcleo de Interpretação da Duna da Cresmina é um espaço criado com o objectivo de dar a conhecer o sistema dunar Guincho-Cresmina.


O Núcleo promove várias actividades (que requerem marcação prévia) que ajudam a compreender a flora e fauna únicas que aqui vivem em perfeita harmonia com os insectos, répteis e aves, formando o delicado ecossistema das Dunas de Guincho-Cresmina.

 

Durante os passeios guiados é possível observar aves e plantas nativas e ainda identificar as várias espécies animais da região.

P1070062.JPG

 

O centro de visitantes inclui também um café com uma pequena esplanada onde podemos relaxar e apreciar o pôr do sol após as caminhadas.

 

P1070046.JPG

 

É fácil aqui chegar, há muito estacionamento disponível nas redondezas (e um parque de estacionamento ao lado do Núcleo de Interpretação na Rua da Areia).

 

Para quem vem de transportes públicos, os autocarros 405 e 415 que partem do terminal de autocarros de Cascais param directamente em frente da Duna da Cresmina, Núcleo de Interpretação.

 

P1070051.JPG

E vocês? tem algum sítio perto para onde gostam de fugir? Eu gostava muito de saber 😀

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram  e no Facebook!

 

Tchau!

Travellight

MARK RYDEN I A CASA DAS MARAVILHAS

Olá amigos viajantes,

 

Conforme vos contei no meu post sobre Málaga, enquanto deambulava pela cidade tive a oportunidade de visitar o Centro de Arte Contemporânea (CAC) e ver, gratuitamente, uma exposição retrospectiva (a primeira na Europa) do  artista surrealista-pop norte americano, Mark Ryden intitulada "Cámara de las maravillas"

 

fullsizeoutput_10b6.jpeg

 

Há muitos anos que sou fã do seu trabalho, que conhecia essencialmente das capas de alguns álbuns pop/rock clássicos dos anos 90, como “Dangerous” de Michael Jackson, “One Hot Minute”dos Red Hot Chili Peppers ou “Love in an Elevator” dos Aerosmith.

 

Eu aprecio muito o surrealismo e a forma como combina imagens não relacionadas para criar cenas que nunca poderiam existir na vida real. Mark Ryden é um mestre nesta arte e por isso as suas pinturas e esculturas fascinam-me.

 

fullsizeoutput_10a3.jpeg

fullsizeoutput_10a1.jpeg

fullsizeoutput_10ab.jpeg

 

A sua obra é bela, simples e limpa no traço mas cheia de detalhes e carregada de conotações da cultura pop (muitas delas especificamente Americanas). O resultado final é deslumbrante.

 

 

fullsizeoutput_10a9.jpeg

 

Cada pintura é nos “servida” como uma enorme fatia de um bolo em camadas, onde a cada “dentada” descobrimos um novo sabor.


Muitas das obras tem imensa informação para processar mas é aí que reside todo o impacto do trabalho de Mark Ryden.

 

fullsizeoutput_10b9.jpeg

 

As imagens à primeira vista podem parecer doces mas olhando mais de perto tem algo de sinistro.

 

Tal como na vida real todos temos algo de bom e algo de mau, algo de princesa e de bruxa, de Dr. Jekyll and Mr. Hyde.

Não admira que o Stephen King tenha escolhido Ryden para ilustrar as capas de alguns dos seus livros.

 

fullsizeoutput_10a5.jpeg

fullsizeoutput_10af.jpeg

 

A carne, por exemplo, é um tema recorrente no seu trabalho. Segundo Ryden, “ a carne é a substância física que nos torna vivos e através dos quais vivemos nesta realidade. Todos nós usamos os nossos corpos que são como um vestido de carne”.

Parece que esta afirmação já serviu de inspiração a outra referência da cultura pop actual - Lady Gaga (lembram-se do vestido de carne que ela usou à uns anos atrás numa qualquer entrega de prémios?)

 

fullsizeoutput_10ad.jpeg

Se visitarem Málaga não percam esta exposição. Para quem gosta do género, vale muito a pena! 😊

 

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

 

Tchau!

Travelight

 

 

Pág. 1/2