Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

The Travellight World

Inspiração, informação e Dicas de Viagem

FOTOS COM HISTÓRIA E POESIA - A TEMPESTADE

IMG_0003.jpg

 

Esta é uma das minhas fotos preferidas de sempre. Foi tirada em Varna, uma das três maiores cidades da Bulgaria, após uma noite de grande tempestade. Eu estava a passear pelo porto marítimo quando vi este majestoso Farol com aparência de intocável e os estragos provocados pela tempestade.

 

“A TEMPESTADE” 

Lord Byron

(fragmento do poema -

tradução de Fernando Guimarães)

 

O céu mudou-se – e que transformação! Oh noite,

tempestade, trevas, sois surpreendentemente fortes,
embora sedutoras no vosso poderio, como o brilho
dos olhos sombrios duma mulher! Ao longe,
de monte em monte, entre os ecos dos rochedos
o trovão vibra. Não é duma única nuvem que vem,
mas cada montanha encontrou agora a sua linguagem,
e o Jura responde, com o seu manto de neblina,
aos jubilosos Alpes, cujo apelo ressoa vivamente.

 

Tudo chegou contigo – noite tão gloriosa,
a que não se destinam os nossos sonhos; deixa-me
partilhar
do teu violento, longínquo encantamento
uma parte da tempestade e de ti mesma, noite!
Ah, como resplandece o lago, um fosfórico mar,
e a chuva é impelida e abate-se sobre a terra!
Mais uma vez tudo é escuridão – e, agora, a alegria
das colinas sonoras freme com todo o excesso
que delas nasce como se fosse um novo cataclismo.

EU E OS CANGURUS

Olá amigos viajantes!

 

Quem aí não gosta de cangurus? Já imaginaram conhecer um de perto?

IMGP6177.jpg

Desde os tempos do Cangurik (ainda alguém se lembra dele? o canguru que era mascote da Nesquik antes do coelho actual, e que nos dava lições sobre a  Natureza?), que estes animais encantadores fazem parte do meu imaginário, por isso quando comecei a planear a minha viagem à Austrália, interagir com cangurus estava no topo da minha lista, afinal não é possível visitar a Austrália e não ir conhecer os cangurus certo?

 

Há vários locais onde podemos ter essa experiência, eu escolhi um zoo em Sydney - Featherdale Wildlife Park,  e um outro em Port Douglas -  Wildlife Habitat

 

DICA: Como a Austrália é muito longe fica aqui a informação que o NaturWaterpark - Parque de Diversões do Douro, situado na Quinta do Barroco, Póvoa/Andrães, tem uma quinta pedagogica com um canguru (e cavalos, poneis, lamas, cisnes, porcos do vietname, etc) com quem as criaças podem interagir.😊

Mais informações: Natur Waterpark

IMGP5646.jpg

IMGP5668.jpg

Conseguem perceber a minha felicidade? Foi mesmo divertido brincar com os cangurus! 😄

 

IMGP5669.jpg

Durante estas visitas pude aprender coisas surpreendentes que desconhecia sobre os cangurus:

 

- O nome canguru tem sua origem numa língua aborígene e quer dizer “não sei”;

 

- Existem 4 espécies de canguru: o canguru cinzento, o canguru vermelho (o maior de todos), o wallabie (o mais pequeno) e o canguru arborícola;

 

- Eles podem atingir uma velocidade máxima de 65 km /h  o que significa que podem ultrapassar  um cavalo de corrida;

 

- Num só salto os cangurus podem saltar até 3m de altura e 7,6 m de comprimento;

IMGP6179.jpg

IMGP6183.jpg

 

- Os cangurus são o único animal de grande porte que usa o salto como seu principal método de locomoção. Saltar é um meio rápido e eficiente de viagem que lhes permite poupar energia e cobrir grandes distâncias em habitats onde há pouca comida e água disponível.

 

IMGP6212.jpg

   Fêmea com bebé na bolsa a tirar uma bela sesta! 😊

 

- Os cangurus fêmeas podem determinar o sexo de sua prole. Elas podem até retardar a gestação, quando os factores ambientais são susceptíveis de diminuir as chances de sobrevivência do filhote.

 

- Como todos os marsupiais, os cangurus nascem muito cedo; o equivalente a sete semanas de gestação para o ser humano. Eles migram do canal de nascimento enquanto ainda são embriões através da pele da mãe para a segurança da bolsa, onde passam vários meses em desenvolvimento antes de finalmente sair para explorar o mundo.

 

IMGP6195.jpg

Os cangurus com que interagi eram tão fofinhos! extremamente dóceis e simpáticos e o seu pêlo era muito macio😊

Só tinha vontade de trazer um para casa!

 

Nos zoos vendem uns cones com erva e outra comida apropriada para os alimentar.

 

Os cangurus tinham uma zona própria nos parques por onde andavam livres, podendo afastar-se para sítios mais distantes quando assim o entendiam. Todos me pareceram muito bem tratados e nada stressados com os turistas que tinham à volta por isso foi uma experiência divertida e inesquecível !

 

Espero que tenham gostado de ver! 😃

 

Tchau!

Travellight

 

HOI AN - A CIDADE DAS LANTERNAS

Olá amigos viajantes!

 

De todos os lugares que visitei no Vietname a cidade de Hoi An foi aquele que mais tocou o meu coração.

Week9_HoiAn_1 (2).jpg

Esta pequena localidade, património da Humanidade, é pintada em tons de amarelo, tem uma ponte japonesa, templos antigos e uma arquitectura de influências coloniais chinesas e europeias.

15-Photos-That-Will-Make-You-Want-To-Visit-Hoi-An_

Hoi-An é um excepcionalmente bem-preservado exemplo de um porto comercial do Sudeste Asiático, datando dos séculos XV a XIX (wikipedia).

tfd_20150507_ho an - ben thuyen.jpg

 

Outro dado importante para mim sobre esta cidade, e que muitos talvez não tenham conhecimento, é que um dos primeiros europeus a visitar a cidade foi o explorador Português António de Faria, que ancorou no Porto de Da Nang em 1535 e foi um dos primeiros ocidentais a escrever sobre a área.

 

Através de sua influência, os navios portugueses começaram a parar regularmente em Hoi An, que na altura era um porto muito mais importante do que Da Nang.

 

Olhando com atenção ainda conseguimos ver algumas fachadas com clara influência Portuguesa.

 

DSC_0626.jpg

Tendo viajado tanto pelo mundo já não devia surpreender-me por encontrar referências Portuguesas em todos os cantos, mas às vezes ainda fico impressionada, e isso enche-me de alegria 😊

 

Um passeio ao entardecer, pelas margens do rio, ladeado de palmeiras, enquanto ouvia o barulho e a animação dos mercados locais fez-me sentir bem e abrir um sorriso de orelha a orelha.😃

IMGP7712.jpg

O Mercado Central de Hoi An é uma mistura caótica de compradores, vendedores, aves de capoeira vivas e viajantes curiosos. Vende-se de tudo, desde lanternas de seda a lembranças e quadros.

IMGP7703.JPG

IMGP7669.jpgIMGP7704.JPG

Hoi An é também conhecido pelos seus alfaiates e pelas roupas feitas sob encomenda.

 

Pela cidade há literalmente centenas de lojas de alfaiate que fazem roupa sob medida e entregam em tempo recorde - segundo me disseram, modelos simples são entregues de um dia para o outro.

 

Nas lojas podemos escolher o modelo que mais gostamos e se o que vemos no manequim não nos servir, eles tiram as nossas medidas e entregam-nos o vestido no dia seguinte. 

DSC_0836-e1454606864421-683x1024.jpg

Em Hoi An encontramos muitos restaurantes que servem  pratos locais com ingredientes frescos. A comida no Vietname é incrível, mas ainda assim uma das melhores refeições que fiz no país foi aqui!

 

Hoi An tem a sua própria tradição culinária e existem vários pratos que são específicos da cidade, como o cao lau, que é uma sopa de noodles com carne de porco, vegetais e croutons crocantes. 

maxresdefault.jpg

O ritmo da cidade não abranda quando o sol se põe, e à noite há música e dança ao longo da frente ribeirinha e depois há aquilo que para mim foi o momento mais especial da minha visita a Hoi An, aquele que eu vou guardar para sempre com carinho na minha memória - a cerimonia de colocar lanternas de papel com velas a flutuar no Rio Thu Bon e ao mesmo tempo pedir um desejo.

 

Full-Moon-Festival.jpg

Há muitas pessoas e crianças que vendem estas lanternas. Eu comprei a uma idosa que me deu a entender que ainda não tinha vendido nenhuma naquela noite, - acho que por já ter dificuldade de andar atrás dos turistas - e ela ficou tão contente com a minha compra que me abraçou forte e quis tirar uma foto comigo, ela não falava bem Inglês e comunicamos mais por sinais do que por palavras mas foi um momento tão bom😊.

IMGP7641.jpg

Depois fomos até à margem do rio e ela ensinou-me como colocar a lanterna a flutuar. No local onde estavamos as margens eram altas em relação ao rio, por isso era preciso uma "vara" especial para o conseguir fazer.

Depois de ela me mostrar o processo, fiz o meu pedido e entreguei a lanterna ao rio ficando a vê-la partir, levando a minha secreta esperança consigo, no meio de uma centena de outras pequenas luzinhas, de outras tantas pessoas ... lembro-me te ter sentido muita paz naquele momento...

lantern-in-river.jpg

As lanternas coloridas estão por todo o lado na cidade de Hoi An e disseram-me que todos os meses, no dia de lua cheia, as luzes eléctricas são desligadas e o lugar fica iluminado apenas pelas lanternas de papel.

Não tive a sorte de presenciar isto mas acredito que deve ser lindo!

             

 IMGP7702.jpg

E aí está, o meu relato de Hoi An, espero que tenham gostado 😊IMGP7716.jpg

Sigam as minhas mais recentes aventuras no Instagram ou no Facebook 

 

Tchau!

Travellight

 

 

FOTOS COM HISTÓRIA E POESIA - CREPÚSCULO EM NEW YORK

image.jpeg

 

Esta foto foi tirada num quarto de hotel de NY num momento particularmente díficil para mim. Olhar pela janela para essa imensa cidade fez-me sentir muito só mas ao mesmo tempo capaz de acreditar que tudo nesta vida é possivel de ultrapassar.

 

CREPÚSCULO EM NEW YORK
Vinicio de Morais


Com um gesto fulgurante o Arcanjo Gabriel
Abre de par em par o pórtico do poente
Sobre New York. A gigantesca espada de ouro
A faiscar simetria, ei-lo que monta guarda
A Heavens, Incorporations. Do crepúsculo
Baixam serenamente as pontes levadiças
De U.S.A. Sun até a ilha da Manhattan.
Agora é tudo anúncio, irradiação, promessa
Da Divina Presença. No imo da matéria
Os átomos aquietam-se e cria-se o vazio
Em cada coração de bicho, coisa e gente.

 

E o silêncio se deixa assim, profundamente...

 

Mas súbito sobe do abismo um som crestado
De saxofone, e logo a atroz polifonia
De cordas e metais, síncopas, arreganhos
De jazz negro, vindos de Fifty Second Street.
New York acorda para a noite. Oito milhões
De solitários se dissolvem pelas ruas
Sem manhã. New York entrega-se.
Do páramo Balizas celestiais põem-se a brotar, vibrantes
À frente da parada, enquanto anjos em nylon
As asas de alumínio, as coxas palpitantes
Fluem langues da Grande Porta diamantina.

 

Cai o câmbio da tarde. O Sublime Arquiteto
Satisfeito, do céu admira sua obra.
A maquete genial reflete em cada vidro
O olho meigo de Deus a dardejar ternuras.
Como é bela New York!
Aço e concreto armado
A erguer sempre mais alto eternas estruturas!
Deus sorri complacente. New York é muito bela!
Apesar do East Side, e da mancha amarela
De China Town, e da mancha escura do Harlem
New York é muito bela! As primeiras estrelas Afinam na amplidão cantilenas singelas...
Mas Deus, que mudou muito, desde que enriqueceu
Liga a chave que acende a Broadway e apaga o céu
Pois às constelações que no espaço esparziu
Prefere hoje os ersätze sobre La Guardia Field.

THAT'S AMORE!

 

 

Olá amigos viajantes! 

DSC_0222-Edited2.jpg

 

Eu AMO a Itália (e já fui tão feliz lá 😜), e para mim Cinque Terre resume aquilo que Itália tem de melhor e mais mágico - uma permanente atmosfera de romance - claro, claro, vocês vão dizer: então e Veneza? e Roma? não são cidades tãaao românticas? É verdade, mas cada um tem as suas fantasias e para mim a Itália perfeita são as vilas de Cinque Terre, e se um dia me apaixonasse em Itália, com certeza que seria aqui 😜 - mais propriamente em Riomaggiore.

 

PA040030.jpg

 

 

Já tive oportunidade de explicar noutro post sobre Monterosso Al Mare, outra das vilas  (O Gigante de Monterosso)  que, podendo, por favor optem por ficar uma ou duas noites numa das vilas, ao invés de visitar só de passagem numa excursão de poucas horas.

 

Para conhecer, ou melhor, para sentir, verdadeiramente como é a vida nestas vilas Italianas tem que se estar lá quando a imensa massa de turistas desaparece.

 

PA040028.jpg

IMG-20151018-WA0227.jpg

 

Acordar em Riomaggiore, em Vernazza ou Manarola, num quarto com janela panorâmica sobre a vila e com o barulho das ondas a bater no porto é absolutamente irreal, parece que estás dentro de um filme (talvez uma comédia romântica americana mais do que um filme de Vittorio de Sica, mas ainda assim...)

 

IMG-20151018-WA0224.jpg

As vilas são tão bonitas que temos vontade de fotografar tudo o que vemos para não esquecer nenhum detalhe. 

 

As casas coloridas encosta acima, os mosaicos nas paredes e chão, as lojas de lembranças, os jardins com limoeiros e flores, o cheiro delicioso de comida... oh meu Deus! Adoro! Apetece-me cantar "That's Amore!"

IMG-20151018-WA0015.jpgPA040021.jpg

IMG-20151018-WA0012.jpgPA040008.JPG

 

Vocês sabiam que Cinque Terre é o berço do molho pesto e da focaccia? não? eu também não sabia, disseram-me lá, não sei se é verdade ou se era só um residente, à boa maneira Italiana, a contar-me uma história, mas enfim... boa comida não falta.

 

No entanto tenham em atenção que as vilas foram um pouco estragadas pelo turismo e já há muitos restaurantes que servem comida de fraca qualidade, só interessados em facturar com os turistas. Mas sigam o vosso nariz e vejam as casas que os próprios locais frequentam (se for preciso perguntem) assim não há como serem enganados 😊

 

Peixe fresco e marisco também são sempre uma excelente opção, afinal antes do turismo estas eram vilas piscatórias e muitos dos residentes continuam a dedicar-se à pesca.

 

PA050228.JPGPA050227.JPGIMG-20151018-WA0134.jpg

Podemos viajar facilmente entre as vilas de barco ou de comboio. 

 

De barco o passeio é mais bonito e cénico e à medida que o barco vai-se aproximando para ancorar, conseguimos ver as vilas em todo o seu esplendor  

 

PA050206.jpg

PA050207.JPG

 

PA050166.jpg

Também era possível fazer o percurso entre vilas todo a pé, por caminhos sinuosos por entre as encostas montanhosas mas alguns dos trechos do percurso pedestre foram fechados depois de umas cheias terríveis em 2011 devido ao risco de derrocadas e não se sabe quando vão ser reabertos.

 

PA040073.jpg

 

IMG-20151018-WA0023.jpg

IMG-20151018-WA0259.jpg

 

DICA: Aproveitem os voos low-cost da Ryanair para Pisa e de lá apanhem um comboio para Cinque Terre, visitem as vilas e apaixonem-se por lá ou voltem a apaixonar-se se já forem acompanhados 😊!

 

 PA040016.jpg

Sigam as minhas mais recentes aventuras no Instagram ou no  Facebook 

 

Tchau! 😘

Travellight

VIANA DO CASTELO

Olá amigos viajantes!

 

Para aqueles que são apaixonados por Portugal, não é surpresa nenhuma a afirmação de que Viana do Castelo é uma das mais belas cidades do norte do nosso país.

P8152117.jpg

 

 

Perco conta das vezes que visitei a cidade  quando era miúda, com os meus pais, durante as festas da Nossa Senhora d' Agonia. Nessa altura a cidade enchia-se de gente e o ambiente era tão festivo!... eu adorava, mas depois cresci e, na ânsia de conhecer coisas novas acabei por relegar (bem ou mal) para segundo plano locais que achava já conhecer bem.

 

 

P8152191.JPG

 

 

Há pouco tempo, no seguimento de uma viagem ao Porto e a a pretexto de mostrar a cidade a uma amiga que nunca lá tinha estado voltei a Viana e... ahh que felicidade foi rever aquela cidade que me trazia tão boas lembranças de infância 😊

 

P8152188.jpg

 

 

Voltar a passear pelas suas ruas e ver suas igrejas, mosteiros e majestosos edifícios históricos, onde os estilos manuelino, barroco, revivalista e art-déco predominam, foi um prazer.

Para quem gosta de história e arquitectura é imperdível.

 

P8152192.jpg

P8152195.jpg

 

A Praça da República, é uma praça tão bonita 😄, podemos sentar-nos na esplanada de um dos seus cafés e admirar o centro histórico da cidade, ver a Igreja da Misericórdia com sua arquitectura barroca e belíssimos azulejos, o Chafariz, e os Antigos Paços do Conselho.

 

Também merece uma visita o Museu de Artes Decorativas e o Museu do Traje (o bilhete custa 2,00€ e dá acesso aos dois museus).

P8152210.JPG

P8152211.JPG

P8152213.JPG

P8152220.JPG

E depois claro, não há como não visitar o monte e o Santuário de Santa Luzia. Este é o monumento que domina toda a cidade, é o seu cartão de visita.

 

Diz-se que o Santuário foi inspirada na Basílica do Sacré Cœur de Paris (mas para mim é ainda mais bonito😊).

 

Para subir até lá a forma mais fácil é apanhar o Elevador de Santa Luzia

 

P8152175.jpg

P8152174.JPGP8152172.JPGP8152170.JPG

O Elevador funciona com o seguinte horário:

Janeiro, Fevereiro, Novembro e Dezembro: Encerra à segunda-feira. Aberto de terça a sexta, das 10h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00; sábado e domingo, das 10h00 às 17h00.
Março, Abril, Maio e Outubro: Aberto de segunda a sexta, das 10h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00; sábado e domingo das 9h00 às 18h00.
Junho, Julho, Agosto e Setembro: Aberto de segunda a domingo, das 9h00 às 20h00.

Preço dos Bilhetes

3,00 € ida e volta;
2,00 € uma viagem; 

(informação da C.M. de Viana do Castelo)

 

P8152155.jpg 

A vista do monte sobre a cidade, o estuário do rio Lima e o mar é magnifica. 

P8152120.jpg

O santuário foi construído por iniciativa da Confraria de Santa Luzia, entidade que tutela o monumento.

A sua instituição deve-se ao Capitão de Cavalaria Luís de Andrade e Sousa que, acometido por uma grave doença oftalmologica, recorre à extinta capela de Santa Luzia, advogada da vista. Ao consegui a cura, como forma de gratificar a graça recebida institui a Confraria de Santa Luzia com o intuito de promover e prestar o devido culto a Santa Luzia   (informação Wikipedia).

 

P8152106.jpg

P8152123.JPG

P8152132.JPG

 

Para quem não conhece a história / lenda de Santa Luzia, santa protectora dos oftalmologistas, posso dizer-vos que segundo antiga tradição oral, a protecção pedida a Santa Luzia em qualquer caso de doença ocular, deve-se ao facto da Santa ter preferido que lhe arrancassem os olhos a renegar a fé em Cristo numa altura em que os cristãos eram perseguidos pelos Romanos.

 

P8152137.jpg

Conta-se que na altura, um soldado a mando do imperador romano, arrancou-lhe os olhos e entregou-os num prato, mas milagrosamente ao entregar o prato a Luzia, voltaram a nascer no rosto da santa, dois lindos olhos, perfeitos e mais lindos do que os anteriores.

P8152136.JPG

 

 

Como já não ia a Viana há alguns anos não conhecia o trabalho de reabilitação da zona ribeirinha e fiquei encantada.

A zona está moderna e muito agradável para um passeio a pé ou de bicicleta.

 

P8152185.jpg

 

 

Agora que as festas de Nossa Senhora d'Agonia estão à porta (19, 20 e 21 de Agosto) que tal aproveitarem e visitarem esta bonita cidade Portuguesa? 

 

DICA : Consultem o programa das festas aqui: http://vianafestas.com/pt/eventos-e-romarias/romaria-sra-da-agonia

 

P8152202.jpg

Tchau!

Travellight

VOO DE HELICOPTERO SOBRE A GRANDE BARREIRA DE CORAL AUSTRALIANA

Olá amigos viajantes!

Hoje partilho uma aventura vivida na Austrália, o voo de helicóptero sobre a Grande Barreira de Coral!

IMG_2993.jpg

 

Este era um item que estava na minha "bucket list" à anos:  Visitar a Grande Barreira de Coral na Austrália, e não me decepcionei, é uma experiência que eu nunca  mais vou esquecer!  

 

IMGP5868.JPG

 

O helicóptero partiu de Port Douglas e o meu batimento cardíaco acelerou um pouco enquanto eu sobrevoava uma das sete maravilhas naturais do mundo, durante o voo quase que conseguia ouvir a voz de Sir. David Attenborough num qualquer especial da National Geographic a descrever o mar turquesa, céus azuis brilhantes, areia branca e, sob as ondas, um arco-íris de coral, o lar de milhares e coloridos cardumes de peixe, baleias, tartarugas e até tubarões 😌

 

IMGP5898.jpg

 

A Grande Barreira de Coral é uma maravilha natural de escala épica. O coral vivo compõe cerca de 3.000 recifes que se estendem por 2.300 quilómetros ao longo da costa de Queensland, e é a casa de mais de 1.600 espécies de peixes.IMGP5903.jpg

O voo de helicóptero durou cerca de 30 minutos mas toda a experiência foi memorável, não só as vistas fenomenais mas também as pequenas coisas como sentar-me ao lado do piloto, usar os headphones, ver o equipamento de voo... senti-me como uma criança (o que também não é muito difícil de acontecer quando estou feliz! 😜)

IMGP5890.jpg

 

IMGP5911.jpg

IMGP5912.jpg 

 IMGP5893.jpg

IMGP5895.jpg

A água é tão clara que conseguimos ver praticamente o fundo do mar.

Não há literalmente nada no planeta Terra igual a este recife!

IMGP5894.jpg

O helicóptero acaba por parar numa plataforma no meio da Grande Barreira de onde podemos mergulhar, fazer snorkling ou andar num pequeno submarino para ver a vida marinha mais de perto. 

IMGP5929.jpgIMGP5927.jpg

IMGP5933.jpg

 

   A bolsa horrorosa à volta da minha cintura é um colete salva vidas e não uma pochete 😜 

 

É emocionante, por isso não é de admirar que mais de dois milhões de pessoas venham aqui todos os anos.

Como seria de esperar isto também tem o seu lado mau e nos últimos anos, tem havido preocupações sobre o futuro do recife devido ao aumento do número de turistas e do aquecimento global. De acordo com o que me foi dito o recife perdeu mais de 50 por cento de coral desde os anos 80, o que é mesmo muito 😞

A mensagem de conservação está a ser  espalhada, mas a Grande Barreira parece ser mais um daqueles locais que vale a pena visitar antes que seja tarde demais!

IMGP6069.jpg

 

Tchau!

Travellight 

 

ART'OTEL EM AMSTERDÃO

Há poucas semanas, numa curta estadia em Amesterdão fiquei no art'otel, um Hotel no centro da cidade com um conceito muito interessante.

Se apreciam arte contemporânea e design vão gostar deste moderno e "cool" hotel numa das mais movimentadas partes da cidade (fica mesmo à frente da Estação Central de comboios).

2013_art_fernando_2g3a0052.jpg__780x440_q85_crop_u

2013-5and33-pwf-0035_artcurtain.jpg__780x440_q85_c 

O art'otel faz parte de um grupo de sete hotéis espalhados por várias cidades europeias e tal como o nome indica oferece aos seus hóspedes uma miríade de peculiares (e muitas vezes picantes) obras de arte. As peças expostas são de Joep Van Lieshout. O holandês é, de acordo com o hotel, "obcecado pela vida"; Obcecado pelo sexo também me parece uma descrição igualmente adequada! 😉.

IMG_4788.JPG

Entre as suas obras incluí-se um candeeiro em forma de pénis gigante ou "lâmpada de fertilidade" e uma enorme instalação representando espermatozóides no átrio interior do hotel.

IMG_4768.JPG

Obras menos arriscadas incluem uma"cortina de arte" luminosa que tem 12 metros e é, segundo me disseram, a maior da Europa abrangendo dois andares. A cortina é interactiva e tem sensores que detectam o nosso movimento permitindo-nos "brincar" com a arte mudando as suas formas e cores. 

IMG_4754.JPG2013_art_fernando_2g3a0046.jpg__370x470_q85_crop_s

Cada piso do hotel tem a sua própria obra de arte. na cave existe uma galeria enorme com exposições de artistas contemporâneos que os hospedes e visitantes podem visitar gratuitamente 

IMG_4775.JPGIMG_4771.JPG

O quartos do hotel também são verdadeiras obras de arte e design

2013_art_fernando_panroom2.jpg__780x440_q85_crop_u2013_art_fernando_2g3a0393.jpg__780x440_q85_crop_u

2013_art_fernando_2g3a0531-.jpg__780x440_q85_crop_

untitled.jpg__370x470_q85_crop.jpg

O restaurante/ bar 5&33 tem boa comida e excelentes cocktails e é muito popular entre os jovens da cidade.

instagram54.jpg__220x220_q85_crop_upscale.jpg

2013-5and33-pwf-0026_library.jpg__780x440_q85_crop

Na cave do hotel existe ainda uma enorme galeria com exposições temporárias de artistas contemporâneos holandeses que os hospedes e visitantes podem visitar gratuitamente 

2013_art_fernando_2g3a0425.jpg__940x690_q85_crop.j

 Para completar o hotel tem ainda uma piscina interior e sauna para os hóspedes poderem relaxar 

2013_active_club_pool_69279.jpg__780x440_q85_crop_

 Bom amigos, espero que tenham gostado desta sugestão de estadia em Amesterdão 😃

IMG_4792.JPG

Tchau!

Travellight

 

PIÓDÃO - A MAIS BELA ALDEIA DE PORTUGAL

Olá amigos viajantes!

Hoje vamos visitar mais uma pérola do nosso Portugal - A bonita aldeia de Piódão 😀

 

photo 4.jpg

Piódão está localizado bem no meio de Portugal a poucos quilómetros do Parque Natural da Serra da Estrela. Chegar lá não é fácil, a estrada é estreita e cheia de curvas, mas uma vez lá chegados percebemos que vale bem a pena o tempo e o esforço despendido.

Classificada como Aldeia Histórica de Portugal pertencente ao concelho de Arganil e situado na encosta da Serra do Açor, Piódão viveu durante muitas décadas da agricultura.O afastamento relativo da aldeia criou um microcosmos distinto, com uma forte atitude de auto-sustentabilidade. No entanto, uma onda de emigração massiva deixou a aldeia em crise e a agricultura quase desapareceu. No final do século XX,  Piódão foi levantada das cinzas pelo Turismo, mantendo contudo ainda hoje o seu carácter e espírito.

photo 2.JPGphoto 1.JPG

photo 3.jpg

Uma visita a Piódão é uma caminhada pela história. A aldeia transporta-nos para um tempo em que as coisas eram mais simples e calmas. A maioria das casas em Piódão foram preservadas exactamente da mesma maneira que foram construídas décadas atrás, com piso em pedra, paredes em xisto e vigas de madeira.  

photo 3.JPG

No seu pequeno Museu podemos aprender sobre os  costumes, tradições e modo de vida dos seus habitantes. Também podemos saborear os produtos locais, tais como o mel e licores e apreciar e comprar seus produtos artesanais.

photo 5.JPG

Por todo lado na aldeia correm riachos, e mesmo quando não os conseguimos ver, o som relaxante da água está sempre presente 

photo 3.JPG 

Piódão é carinhosamente conhecida como a "aldeia presépio" e é fácil de perceber porquê, as bonitas  casas de xisto e lousa descem graciosamente a encosta da serra formando um anfiteatro na íngreme Serra do Açor que se assemelha a um presépio natalício. Quando o sol se põe sobre esta bela localidade, e as luzes começam a acender a ilusão é ainda mais perfeita.

photo 1.jpg

Em Piódão podemos fazer vários percursos pedestres, um deles vai dar a Foz d'Égua um lugar incrível onde as ribeiras de Chãs d`Égua e do Piódão confluem. O lugar é extremamente cénico com as suas duas pontes em pedra, as casas de xisto dispostas em socalcos, a praia fluvial, o Santuário lá no alto, e uma enorme ponte de madeira suspensa.

IMG_1518.JPG

photo.JPG

Piódão é uma aldeia cheia de charme autêntico.  É verdadeiramente um dos lugares mais extraordinários para visitar em Portugal, cheio de história, cultura e beleza.

photo 1.JPG

 

DICA: O Hotel Inatel Piódão está a fazer uma promoção de 25% de desconto de 01 a 31 de Julho 2016

em regime de alojamento e pequeno-almoço, para 3 noites de alojamento em quarto duplo (domingo a sexta-feira)

Inclui:
tratamento VIP à chegada
pequeno-almoço Buffet
acesso Grátis ao Ginásio e Piscina
oferta de 1 utilização de Jacuzzi e de Sauna
crianças até aos 12 anos oferta do alojamento
Condições:
não acumulável com outras promoções/ofertas/descontos em vigor
apenas para reservas efectuadas directamente na unidade hoteleira
válida apenas para reservas posteriores à data da publicação da promoção

Reservas e informações:
235 730 100
inatel.piodao@inatel.pt

 

Coordenadas GPS para Piódão
N 40º 13’48,22”
W 7º 49’27,38

photo 4.JPG

Tchau!

Travellight

MACAU - A CHINA EM PORTUGUÊS

Olá amigos viajantes!

Hoje vou falar-vos sobre a minha viagem a Macau.

IMGP0476.JPG

Chegar a Macau, oficialmente conhecido como Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China, foi uma experiência surreal para mim, explico-vos porquê. Assim que cheguei ao aeroporto o meu cérebro teve de adaptar-se ao principio de que apesar de estar na China e de não falar uma palavra de cantonês ou mandarim, eu conseguia perceber tudo o que estava escrito nas placas e avisos afixados nas paredes do aeroporto. Não eu não fui tomada pelo espírito santo e milagrosamente comecei a perceber Chinês 😜 A razão de eu compreender tudo era simples, quando Macau foi entregue à R.P.C. ficou acordado que o Português se deveria manter como uma das línguas oficiais por isso todas as placas de sinalização estão escritas também na nossa língua, é fantástico!😊

dsc07052-cc3b3pia.jpg

dsc02031.jpg

Macau foi colonizada e administrada por Portugal durante mais de 400 anos e é considerada simultaneamente o primeiro entreposto comercial e a última colónia europeia na Ásia.

A influência Portuguesa sente-se por todo o lado: todas as ruas tem placas escritas em Português, há imensos restaurantes de comida Portuguesa e até o pastel de Belém é vendido em cada esquina. O centro histórico está repleto de edifícios e lugares históricos de arquitectura e construção Portuguesa, como por exemplo as famosas Ruínas de São Paulo.

IMGP0462.JPGIMGP0469.JPG

IMGP0457.JPG

macau-comida-tipica-pasteldenata2.jpg

Natas-na-rua-Macau-©-Viaje-Comigo.jpg

É verdade que Macau é muito conhecido pelos seus casinos, no entanto, ele tem muito mais a oferecer.

A cidade velha por exemplo, é lindissima, e faz-nos lembrar muito de Portugal com seu mercado, igrejas, fachadas coloridas dos edificios, calçada e azulejos.

IMGP0463.JPG

IMGP0459.JPG

 

IMGP0511.JPG

IMGP0516.JPG

IMGP0520.JPG

Gostei muito de visitar a Fortaleza do Monte. Esta fortaleza é actualmente um monumento histórico e desmilitarizado. 

Em posição dominante sobre o Monte, a fortaleza simboliza o passado marítimo, militar e missionário português de Macau.

IMGP0500.JPG

IMGP0502.JPG

IMGP0509.JPG

As Ruínas de São Paulo, são o monumento símbolo de Macau.

IMGP0474.JPG

As ruínas da antiga Igreja da Madre de Deus e do adjacente Colégio de São Paulo, são um importante complexo do século XVI destruído por um incêndio em 1835. A antiga Igreja da Madre de Deus, o Colégio de São Paulo e a Fortaleza do Monte foram todas construídas pelos jesuítas e este conjunto pode ser identificado como a "Acrópole de Macau". Tudo o que resta da maior e mais bela das igrejas de Macau é a imponente fachada de granito e a escadaria monumental de 68 degraus. Em contrapartida, não restou muitas coisas do Colégio. Um pequeno museu de Arte Sacra alberga peças que sobreviveram ao incêndio. 

IMGP0479.JPG

IMGP0481.JPG

IMGP0483.JPG

As Ruínas de São Paulo, juntamente com a Fortaleza do Monte, estão incluídos na Lista dos monumentos históricos do Centro Histórico de Macau, por sua vez incluído na Lista do Património Mundial da Humanidade da UNESCO. Pode-se considerar que esta imponente estrutura é o símbolo máximo da cultura ocidental-cristã em Macau.

 

DICA: No centro histórico, património mundial da UNESCO, todos os locais de interesse são muito próximos uns dos outros por isso cerca de duas horas chegam para visitar a velha cidade. Esta área pode ser facilmente percorrida a pé, e o passeio é bastante agradável e bem sinalizado.

templo da barra9r.jpg 

Outro ponto de interesse em Macau é o Templo de A-Má, que se localiza à entrada do Porto Interior (no extremo-sul da Península de Macau), a meio da encosta poente da Colina da Barra. Este templo já existia antes da própria Cidade de Macau ter nascido. Especula-se que o templo foi construído pelos pescadores chineses residentes em Macau no séc. XV, para homenagear e adorar a Deusa A-Má (Deusa do Céu).

1211658.jpg

Macau é composta por três partes: a Península (Centro Histórico), Taipa e Coloane. As Ilhas estão ligadas entre si por três pontes.

Taipa é a parte com a maioria dos casinos e é uma espécie de Las Vegas do Oriente, aqui encontramos o hotel Venetian, e outros grandes hotéis-casino.

Durante a noite toda a área ilumina-se com as luzes dos casinos, que para além do jogo, oferecem tal como em Las Vegas, espectáculos musicais.

IMGP0372.JPG

IMGP0384.JPG

IMGP0563.JPG

IMGP0580.JPG

IMGP0819.JPG

Tenho de confessar que nos 2 dias que passei em Macau jantei sempre num restaurante Português, não que eu não goste de experimentar a comida local quando viajo para outro país mas depois de semana e meia a viajar pela China pouca coisa me soube tão bem como um belo bacalhau com natas.😋

A-Lorcha-Menu-300x226.jpg

Em suma adorei visitar Macau e ver um lugar onde Portugal se funde com a China, aconselho a todos! 

 

IMGP0475.JPG

 

Tchau!

Travellight

Pág. 1/2